Seduzida Por Um Guerreiro Escocês

Seduzida Por Um Guerreiro Escocês Maya Banks




Resenhas - Nunca Seduza Um Escocês


265 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |


Gabi 16/05/2021

Mil vezes melhor do que o segundo ?
Vim ler esse porque me apaixonei pela continuação, e é ainda melhor.
Todo mundo pensa que a Eveline é louca desde que caiu de um cavalo, mas ela só ficou surda e manteve a farsa pra fugir de um noivado com um homem abusivo, enquanto aprendia a entender as pessoas sem ouvir, até ter um casamento arranjado com o laird do clã rival, pra pararem de brigar.
O Graeme é todo fofo com ela, e meio desesperado no começo por não saber porque ela fica obrigando ele a falar (ela consegue ouvir "vibrações" com a voz dele, por ser som grave), e bem deprimido por achar que ela é louca e que não pode "ser uma esposa" pra ele (? nesse sentido aqui kkk).
Os dois são bem fofos juntos, e eu achei mais fofo ainda quando li os agradecimentos e vi que a Eveline é surda pra homenagear o marido da autora, que só escuta sons graves, que nem a personagem.
comentários(0)comente



Giovana Monteiro 07/08/2020

Mistura de sentimentos
Tudo que eu senti nesse livro não pode ser descrito,o romance é muito bem desenvolvido totalmente apaixonante e na minha opinião é o livro que melhor encaixa em 0 defeitos.
comentários(0)comente



Line 23/10/2020

Seduzida por um Guerreiro Escocês - Apaixonada
Sou completamente apaixonada por esse livro. Graeme é um perfeito duque.
Eveline é uma mulher corajosa, e apesar das dificuldades encontra o Amor.

Louca pelo livro físico ?
Katia 03/11/2020minha estante
Oi Line! Tenho interesse nesse seu livro, mas ao colocar o nome dele para fazer a solicitação, não há disponibilidade de troca. Você ainda deseja trocá-lo?




Thai Zavadzki (@meowbooksblog) 16/04/2020

Amei!!!
Eveline Armstrong ficou surda depois de determinado acidente, e, desde então, assumiu o papel de louca que muitos impuseram a ela, para se livrar de um noivado indesejado. Acontece que mesmo se livrando de um, o rei Alexandre II lhe arranjou outro, aparentemente pior. De seu inimigo mortal de clã, Graeme Montgomery. Assim, Eveline se vê num clã que a odeia, mas com um homem que desde o início a conquistou. O que acabaria pesando mais no fim das contas?
Confesso que, embora muito fã de Outlander, não é toda história que envolve esse lado escocês que me conquista, afinal é um povo bastante bruto, não? Apesar de muita gente me prometer ser um livro incrível, não nego que senti certos receios, que logo no início já foram tombados.
Esse é meu primeiro contato com Maya Banks e sua escrita é gostosa demais! Logo nas primeiras páginas você já se vê presa à narrativa. E com o passar das páginas, você vive uma montanha russa de emoções: desde o desespero, até o mais sútil encantamento. É uma maravilha sentir isso, e fazia algum tempo que uma leitura não envolvia tanto.
A história de Eveline e Graeme é simplesmente linda e tocante. Dois estranhos muito diferentes entre si que se atraem desde o primeiro encontro e sem demora se apaixonam. Fazia tempo que eu não via um romance tão arrebatador também. Você torce por eles desde o primeiro minuto, mesmo com essa coisa meio Romeu e Julieta de clãs inimigos e cada novo acontecimento te traz os mais profundos suspiros. Amei esse casal. Adorei essa trama de Eveline surda, achei bem realista e útil, até mesmo para os dias atuais, para entendermos como funciona a vida de uma pessoa surda. Como o marido da autora é, tudo ficou muito fiel à realidade mesmo.
Eveline é uma mocinha maravilhosa, decidida e Graeme é um homão. Não é o estilo que eu gosto, mas mesmo assim eu não demorei para me ver rendida a ele, que faria de tudo pelas pessoas que ama, mesmo com a fachada rude.
Como é só uma review, preciso terminar logo de falar, hahaha. Mas é um livro perfeito!! Maravilhoso demais, tudo se encaixa muito bem, com um ritmo acelerado e envolvente, e personagens incríveis (quero saber mais de Rorie, inclusive!). Não leio muitos romances medievais, mas esse aqui fez nascer uma nova paixão em mim. Simplesmente um dos melhores de época que já li. Já é favorito do ano.

Mais resenhas em: meowbookblog.com
comentários(0)comente



Mrs. Carstairs 08/10/2020

Mais um escocês no meu coração
?Gostaria de entender você, Eveline. Acho que passou tempo demais sendo mal interpretada.?

Enfim, mais um escocês no meu coração.

Esse livro é lindo e aqueceu meu coração nesses tempos tão difíceis pra se ter esperança no amor.

Só duas coisas me incomodaram um pouco, e nada têm a ver com a história: a repetição de palavras muitas vezes seguidas e o vocabulário que, às vezes, não batia com o palavreado da época.
comentários(0)comente



clararaya 22/03/2020

Viciante
Uma história simples, estilo Romeo e Julieta onde duas famílias se odeiam. Gostei bastante da leitura, foi bem leve apesar de algumas cenas que pensei serem desnecessárias. A leitura flui bastante, com capítulos curtos e personagens cativantes.

Queria um Graeme na minha vida.

Única reclamação foi a falta que eu senti de um epílogo. Não sei se o livro tem continuações ou spin offs, mas seria legal saber como esses personagens terminaram após o último capítulo.
comentários(0)comente



Carol 09/06/2020

Lindo livro! A história é muito fofa, bem romântica! Nunca tinha lido livros nessa época medieval e adorei! Tem uma representatividade importante na personagem principal que é deficiente auditiva. Adorei mesmo, li em um dia.
comentários(0)comente



Jhen 24/07/2020

Uma mulher forte e um guerreiro gentil.
Que livro gostosinho e bem fluído.
Fui esperando encontrar uma coisa e achei algo bem diferente.
Uma mulher forte, esperta e leal.
Um guerreiro gentil, respeitoso e fofo.

Um romance lindo e leve. Se eu indico? Com certeza!

O único ponto que achei negativo mas nem tanto, foram os conflitos que eram resolvidos muito facilmente e a linha temporal. Ainda sim não foi nada que atrapalhasse a leitura em algum momento, em alguns eu até agradecia por ser dessa forma.
comentários(0)comente



Juu 14/04/2020

Eu não sei nem o que dizer...
Eu fui ler esse livro total sem expectativa, ele é surpreendente (de uma forma muito boa), tudo acontece tão naturalmente, eu não sei nem o que escrever...
Essa história é sobre aceitação, sobre superar as dificuldades, Eveline é uma mulher maravilhosa (interior e exterior), além de bondosa, que para fugir de um casamento arranjado (com um monstro), após um acidente de cavalo, finge que é louca sendo que na verdade ela é apenas surda, anos depois, após um decreto do Rei, ela é prometida ao laird da família rival com a intenção de manter a paz entre as famílias.
Graeme é fascinante, é um laird justo e bondoso, ele luta contra o desejo que sente pela esposa por achar ela incapaz, mas depois que descobre que ela não é louca, ele se entrega totalmente na relação, ambos estão dispostos a superar as dificuldades e fazer o melhor com o que lhes foi dado, mas a relação deles é tão bem construída que se eu disser mais, dou spoiler.
O ritmo desse livro é maravilhoso, não foi nada cansativo ler ele, tem uma leve bad no final, mas é rápido e acho necessário para enfim ter paz entre os clãs rivais que se unem por um bem maior.
Recomendo muuuuuuuuuuito
Gabi 14/04/2020minha estante
Eu amo esse livro!


Juu 14/04/2020minha estante
Eu amei também, Gabi!!




Brenda Camargo 26/01/2021

Perfeito, sem defeitos!
Um dos melhores romances de época que já li em toda a minha vida, principalmente por que aborda temas super importantes e coloca uma pessoa com deficiência como protagonista! AMO
comentários(0)comente



Vânia 17/06/2016

Montgomery & Armstrong #1
Reinado de Alexandre II. Os vários clãs na Escócia viviam brigando, mas dois em especial pareciam querer se aniquilar. Mais ainda quando um deles era acusado de ter matado um antigo laird do outro.
Montgomerys e Armstrongs eram inimigos mortais.
Para acabar com essa situação, o rei decreta que deveria haver uma casamento entre membros dos clãs. Graeme Montgomery foi escolhido para casar com a filha do laird dos Armstrong, Eveline.

Eveline tinha a fama de ser meio louca, excêntrica pelo menos. Seu noivado com Ian McHugh já havia sido cancelado após ela ter sofrido um acidente, ter ficado duas semanas entre a vida e a morte e, ao melhorar, ter mostrado não ser mais a mesma pessoa.
Mas o rei não estava preocupado se Graeme ia se casar com alguém incapaz e, com isso, ele não poderia ter herdeiros.

Os dois clãs receberam a ordem do rei. Nenhum deles gostou, mas não podiam ir contra.
No oitavo dia após o envio da carta, um emissário do rei, o Conde Dunbar, é enviado ao clã Armstrong para ter certeza de que a ordem seria cumprida. Logo depois chegam os Montgomery. O clima era tenso entre todos. Exceto para Eveline.

Havia uma razão muito forte para isso.
Eveline não era louca, era surda.
Quando fugiu para não se casar com Ian McHugh, caiu do cavalo numa ravina e bateu a cabeça. Após recuperar-se de seu período de incosnciência, ela percebeu seu novo estado e se aproveitou de que todos pensassem estar ela louca para fugir do compromisso firmado.

Porém, com a chegada de Graeme, ela notou que apesar de não escutá-lo de todo, sua voz grave era potente o suficiente para que ela sentisse algo.
Ela era boa em leitura labial, e ficou fascinada por aquele guerreiro enorme.
Ele não era bonito como os irmãos dele, ou dela, mas a presença dele era marcante.

O início do relacionamento deles não foi tão fácil.
Primeiro, já havia toda aquela beligerância entre os clãs. Na primeira oportunidade em que ficaram juntos, ele disse algo que ela não gostou nem um pouco e de pronto deu um soco no nariz dele e saiu batendo os pés. Quando ela é levada ao seu novo lar, no clã Montgomery, a recepção que recebeu não foi nada calorosa. Some-se a isso o fato de que outras mulheres do clã se viam com mais direitos sobre Graeme já que eram suas amantes antes.

Ou seja, se a vida de Eveline não era fácil antes, só foi pra pior.

Entrtetanto, ela estava disposta a fazer dar certo.
Quando foi colocada em outro quarto no castelo, mostrando claramente que Graeme sequer pensava em consumar o casamento, Eveline, com a ajuda da irmã dele, Rorie, mudou seus pertences para o quarto dele.
Ao ser maltratada pelas outras mulheres do castelo, serviçais, ela não corre para reclamar. E quando Graeme fica sabendo do ocorrido, expulsa a algoz.
Quando outras mulheres a cercam para afrontá-la, ela se defende e mostra que não se deixaria intimidar.

Tudo isso é observado por Graeme, e ao invés de achar que havia se casado com uma fraca, ele a percebe forte, destemida e, provável, mais esperta do que muitas mulheres que conhecera.
É quando ele a confronta com a verdade e ela confirma seu real problema.

O casal passa a se relacionar de forma íntima e tudo parecia ir bem. Isso poderia fazer os dois clãs realmente se unirem e os tornariam os mais fortes das Terras Altas.
E exatamente isso causa a inveja de um terceiro clã, que decide intervir nessa situação.

O que era para ser um casamento de conveniência, torna-se verdadeiro, e agora, Graeme moveria céus e terras para não só ter sua esposa de volta, mas para mostrar a ela o quanto era amada...

Diferente dos outros livros da diva Maya Banks, cujo conteúdo é carregado no erotismo, este livro prioriza o romance.
No período medieval era mais do que sabido as manipulações políticas realizadas para que alianças se formassem em prol de um bem comum, que geralmente era a favor do rei.

Por acaso, neste caso aqui, a noiva não era louca de fato, mas tinha uma surdez que escondeu da própria família (mentira por omissão) porque ela teve um forte motivo para isso. Mas em muitos casos, a gente sabe pela história que de verdade houve casamentos entre pessoas que não deveriam ter acontecido.

Eveline era bela e inteligente, e muito amada por seus pais e irmãos. Estes, Brodie e Aiden, a superprotegiam.
Pelo lado de Graeme, ele era o laird de seu clã e tinha que acatar a ordem do rei ou acabaria vendo seu clã ser dizimado numa guerra contra o reino. Mas nem ele, nem seus irmãos, Bowen e Teague, gostaram da decisão tomada.
Mas os dois lados cederam.
E mesmo achando que teria ao seu lado uma esposa inútil, da qual nem herdeiro teria, Graeme procurou defendê-la dentro de seu clã porque sabia que a filha não poderia pagar pelos pecados do pai e avô.

No entanto, havia algo em Eveline que o intrigava. Aos poucos ele percebeu certos sinais no comportamento dela; não de uma louca, mas de uma mulher que buscava se resguardar de algo. E ainda havia a irmã dele, Rorie, que insistia em dizer que Eveline era alguém que ela gostava, apesar de sua cisma inicial.

Ódio que se torna Amor.
Beligerância que se torna Ternura.
E agora, os dois clãs inimigos se unem lutar contra um inimigo em comum, unindo forças e coração.

Ritmo muito bom. Personagens idem. Sem cliffhanger.

Uma história que vale muito a pena ler. Envolve, diverte e traz romance na medida certa.
5 estrelas
comentários(0)comente



Livros Encantos 17/06/2016

Um romance que irá fazer você suspirar e se emocionar com tanto amor ...
A rivalidade entre os Clãs Montgomery e Armstrong vem de seus antepassados, para sanar essa briga entre clãs tão poderosos o Rei decreta o casamento de Graeme e Eveline, ambos os clãs não estão nada satisfeitos com o casamento, todos estão preocupados com seu futuro.

Eveline é amada e protegida por sua família após o acidente que sofreu, passou dias com febre ao acordar não conseguia mais falar, com o tempo aprendeu a ler os lábios, cercada por muito carinho, se sente apreensiva ao lidar com essa nova realidade que irá sair do lado de sua família e encarar um clã carregado de ódio por ela e todos seus familiares.
Graeme teme não ter mais sua linhagens entre os Montgomery, afinal sua noiva prometida é conhecida por sua insanidade, sempre foi muito justo com seu povo e não pode desobedecer o rei, junto com seus irmãos parte para se casar.
Assim que chega para se casar, Graeme e seus irmãos percebem o clima tenso entre as duas famílias, ao olhara para sua futura esposa que lhe sorri, um sentimento se espalha.
Eveline ao olhar para seu noivo abre um sorriso, ele lhe transmite segurança e paz, ela tenta conversar com ele, através de gestos ela tenta se comunicar, ele se encanta com a beleza dela.

Após o casamento eles seguem para o castelo de Graeme, ao chegar Eveline é muito hostilizada por todos do povoado, o ódio que sentem parece enraizado, Graeme pede a sua irmã que ajude Eveline a se acostumar com o novo lar, em seu primeiro dia Eveline já se muda para o quarto do marido ( essa cena foi ótima) com a ajuda de sua cunhada, com a convivência Graeme sente seus sentimentos por ela ir mudando aos poucos, ela o seduz aos poucos, com seu carisma, determinação, ele reluta muita para se entregar achando que ela sofre de alguma doença, mas o desejo entre eles vai vencer essa hesitação.

Eveline sofre muito com todas provocações do povo do castelo, e mesmo assim não desiste, tenta a todo custo ficar bem entre todos, é humilhada pelas mulheres e Graeme como um lindo vai estar a seu lado, a cada dia a seu lado Graeme conhece e se encanta com Eveline, ela o completa, ele nunca tem o bastante dela.
Em um dos atos de humilhação Eveline enfrenta uma das mulheres que tenta desfazer dela, e solta um grito ...
Eveline tem uma razão para esconder um segredo que carrega até hoje.
Graeme vai descobrir seu segredo, e muitas coisas serão esclarecidas, estão mais apaixonados, porém travam uma batalha contra ó ódio e a inveja, colocando em risco a vida de Graeme, Eveline irá vencer medos e salvar seu grande amor.
Entre muitas surpresas Graeme e Eveline irão conseguir que o amor entre eles vença o ódio de muitas gerações. Um final maravilhoso. lindo e repleto de amor.

Estou apaixonada por esse romance, pela escrita da autora e toda sensibilidade da história.

Eveline é uma mulher linda, que decidiu viver um segredo em prol de sua segurança, sua determinação só fez crescer a admiração por essa personagem forte e especial que a todos foi encantando.
Graeme, lindo, seguro de si, viu em Eveline a certeza que poderia ser felzi ao lado da mulher amada, sempre justo em suas atitudes e totalmente apaixonado.

Uma história de amor linda, com superações, surpresas e acima de tudo uma família que irá se unir para proteger a quem ama.

A autora foi maravilhosa em criar personagens tão intensos, verdadeiros e ao mesmo tempo sensíveis, Graeme e Eveline são perfeitos juntos, o amor resplandece levando alegria por onde passa e trazendo a paz entre suas famílias.
O livro me encantou, as cenas hots foram na medida certa, uma história muito bem construída, com personagens determinados e apaixonantes.

Um romance que irá fazer você suspirar, se emocionar com tanto amor ...

Capa maravilhosa e uma revisão impecável.

Joyce
Blog Livros Encantos

site: http://www.livrosencantos.com/2016/06/seduzida-por-um-guerreiro-escoces-maya.html
comentários(0)comente



Mariana Eleutério 06/09/2020

E vamos de amores escocêses
Eu bem que tenho uma queda por romances de época passados na Escócia, a interação dos clãs e tudo mais... Tende a ser uma folga mais selvagem para romances tipicamente ingleses.
Eu havia desistido de ler há pouco o livro Um Amor para Lady Joahnna, apesar de amar o formato, pois não suportava os protagonistas... Esse aqui é muito similar, só que beeem mais gostoso de se ler. Protagonistas menos enfadonhos e a condição de Eveline só torna tudo mais interessante.
comentários(0)comente



Paula 13/05/2020

Eu nunca tinha lido um romance de época focado no memento histórico das disputas de clãs na Escócia, a maioria se passa em meio aos chiques bailes londrinos. Foi muito interessante ler algo com uma ambientação e perspectiva diferente.

A leitura desse livro flui bem, porém o final é um pouco apresado. A disputas entre as famílias e o evento que deveria gerar tenso são facilmente resolvidos e em poucas páginas tudo já está bem novamente.
DhiLua 13/05/2020minha estante
Então lembra outlander?


Paula 13/05/2020minha estante
O contexto histórico lembra um pouquinho sim, mas no livro é trato mais como um plano de fundo, focando bem mais no casal principal.


DhiLua 13/05/2020minha estante
Hum...




265 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |