Mate o Próximo

Mate o Próximo Federico Axat




Resenhas - Mate o Próximo


40 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Carla Solayne 06/07/2018

Muito blábláblá pra pouca coisa...
A conclusão que cheguei ao terminar esse livro se resume a isso: o autor faz um monte de confusão, cria mil metáforas e ilusões na cabeça do personagem para tentar trazer um enredo mega-super-completamente diferente, com o objetivo de deixar o leitor curioso e intrigado e, no entanto, não diz a que veio. A meu ver, ficaram várias pontas soltas e todo o simbolismo das imaginações ficou sem explicação coerente.

A sensação que tive é que o escritor quis tentar confundir o leitor com tanta originalidade metafórica e com tantas invenções que ele mesmo acabou se atrapalhando e terminou por deixar várias coisas em aberto, sem coerência e o plot twist é mais do mesmo. Não há nada de tão novo, chocante e surpreendente assim.

No início, a leitura segue em um ritmo alucinante de interpretacões, parece que vai vir algo explosivo, eletrizante, que vai deixar de queixo caído, mas no final, quando este chega, tudo se torna superficial e a explicação do que acontece é um tanto blé...Deixou muito a desejar.

Mas não posso negar que é uma leitura que te prende, nos leva a ficar imaginando mil possibilidades para o desfecho, gera muita expectativa por ser repleto de figuras imaginativas, de coisas sem sentido, como se fosse um quebra cabeça em que ficamos tentando encaixar as peças, mas que, infelizmente, não se encaixam.

Parece que o autor tentou trazer uma proposta diferente, a princípio, só que na ultima parte se perdeu e tudo se tornou mais do mesmo. É apenas um livro de mistério como varios que existem por aí. Toda a minha expectativa foi frustrada e de original só fica nas tentativas mesmo.

Em suma, na minha concepção, o autor quis muito no início, mas no fim trouxe muito pouco para o tanto de sentimentos que gerou em mim... :-(

[SPOILER]
[SPOILER]
[SPOILER]

Pontos que até agora fiquei sem entender e não disseram a que veio:
* O que significava tanto aquele biquíni vermelho que toda hora aparecia nas imaginações?
* Pensava e sonhava tanto com a Holly e as crianças que jurava que algo eletrizante tinha acontecido com elas, mas não... a vida delas era tão normal mesmo? Todas existiam e tinham suas vidas?
* O raio do Castelo das princesas serviu para quê dentro de todo o mistério?
* O tal do Waldell...porque cargas d'água o Ted se via nesse personagem que tinha sido usado pela polícia apenas como um simples informante fajuto?
* Achei o motivo muito fraco para ter ido à casa do irmão...na verdade, qual o objetivo de ter que ir lá depois de anos sem se importar? Achei a justificativa muito boba...e ainda por cima espancar o amigo porque o seguiu? Afff...muito sem sentido!
* E por fim, que raio de gambá era aquele???
Fabi 06/07/2018minha estante
A explicação do gambá é bem complicada de entender mesmo. Vi uma pessoa dizendo isso: ''Pra mim o Gamba representa a linha tenue entre a realidade e a fantasia.''

Só sei que gostei dessa leitura louca kkk


Carla Solayne 06/07/2018minha estante
Uma boa explicação para o gambá! Então, como só ele e o amigo de faculdade viram o gambá no Jardim, significa que o amigo tbm está ficando louco...rs...a explicação que faz sentido só pode ser essa!


Alcione 06/07/2018minha estante
Carla, concordo com todos os seus pontos acima. Principalmente quanto a esposa e as Crianças.


Carla Solayne 06/07/2018minha estante
Pois é, Alcione....acho que ele viu tanto a esposa com o tal do biquíni vermelho e o castelo cor de rosa das filhas nas loucuras dele que esperava algo arrebatador sobre elas, mas não. Não houve nada de mais, na verdade, elas nem precisavam estar no livro, não acrescentaram em nada...todo o simbolismos das visões sobre elas, para mim, não tiveram sentido :-(


Carla Solayne 06/07/2018minha estante
Eu pensava que o biquíni e o castelo das visões representavam alguma coisa, mas pelo visto não significaram nada...ficou sem explicação!


Alcione 06/07/2018minha estante
Ah,sem esquecer o gambá rsrs.
Devorei para saber onde ia dar essa loucura toda.
Porém devo confessar que esperava algo totalmente diferente o que tive teorias completamente adversas da história.


Mariana.Garcia 31/08/2019minha estante
Li esse livro por indicação de um rapaz que fez uma super promoção do mesmo em um grupo de leitura.
Acho o.livro bom mas o final sem sentido algum e também fiquei curiosa esperando que esses pontos levantados por você fossem esclarecidos e simplesmente não aconteceu.




Maay 08/02/2018

Um verdadeiro labirinto!
Acredito que enquanto o autor escrevia esse livro, ele ria da cara dos leitores haha
É o tipo de livro que faz com que você não confie em ninguém, você não sabe o que é verdade e o que não é, tanto que no momento em que a verdade apareceu eu simplesmente continuei desconfiada até o fim.
Os personagens foram muito bem construídos.
O desfecho foi muito bom, fez com que tudo se encaixasse perfeitamente.
Gosto muito do tema que foi abordado!

"A mente é uma caixa mágica. Cheia de truques. Ela sempre se vira para te dar um aviso. Também para te dar uma rota de fuga."

Para quem gosta de livros de leitura rápida, esse com certeza é um deles, pois os capítulos são tão curtos que não percebe-se o tempo passar enquanto os lê. Fora isso, a cada capítulo lido, sua curiosidade é cativada ainda mais. Apesar de tudo, tem momentos em que precisei parar para respirar e assimilar todas as informações obtidas.

Uma frase que fez muito sentido no final do livro:
"-Porque para sair às vezes é preciso retroceder."

:)
Naia 09/02/2018minha estante
perfect!!!


Lincoln.Marques 11/02/2018minha estante
Nossa eu te vi lá no Facebook kkk


Maay 11/02/2018minha estante
Pois é, os grupos de lá são meu vício rsrs




Naia 12/02/2018

A mente é uma caixa mágica...
"A mente é uma caixa mágica. Cheia de truques. Ela sempre se vira para te dar um aviso. Também para te dar uma rota de fuga."

Finalmente tomei fôlego para tentar esmiuçar os fragmentos que ainda se deslocam em minha mente após a leitura de Mate o Próximo. Título pesado, neh? Contudo, acredito que a maior densidade não se encontra no suspense e nas mortes, mas sim no emaranhado de códigos, inúmeras suspeitas e sustos... Tudo arquitetado por uma arma muito mais poderosa, ativa e invencível que é a mente.

Afaste receios, sente confortavelmente, respire, expire e leia a resenha!

"Quando um detalhe parece não ter razão de ser, concentre-se nele, porque certamente tem importância substancial."

Após obter o diagnóstico de um tumor inoperável, Ted Mckay, confuso e solitário, decide se suicidar durante a ausência de sua esposa e filhas.

Trancado em seu escritório aguardando o fim iminente, uma interrupção bizarra surge. Inexplicavelmente da porta de sua casa ouvem-se batidas acompanhadas de uma voz que vocifera insistentemente contra o suicídio! Alarmado pela ilógica ele estaciona sua decisão não somente pela insistente voz, muito mais pelo estranho bilhete em sua escrivaninha com as seguintes palavras:

"Abra a porta. É sua última saída"

Ao atender Justin Lynch, movido obviamente pela curiosidade, impensadamente ele abre a porta de sua casa, de sua vida e da segurança de sua família e bens, se deixando prender em uma teia de chantagens e obrigações absurdas. Muitas questões sem respostas e descobertas surreais o levarão a desconfiar de sua própria sanidade, por conta da doença e coincidências contraditórias...

Como isso foi possível? Esses acontecimentos são frutos coincidentes, espirituais ou insanos? Nem Ted, nem eu e provavelmente você ao ler, não compreenderá rapidamente até que o raciocínio genialmente louco de Federico Axat coloque sobre a mesa todas as peças de seu magnífico e viciante quebra-cabeça. Aliás, muitas dessas peças desencadearam várias emoções impactantes e uma delas foi a revolta pela impotência de não conseguir descobrir a verdade e a mentira entre os personagens. Quem manda a leitora sempre achar que também é investigadora? rs

O livro é dividido em quatro partes, narrado em terceira pessoa e com capítulos sintetizados. Pude assim saciar minhas curiosidades lendo uma narrativa fluente, compreensível e priorizando a atenção sobre os suspeitos, além de vivenciar vários “Como assim, genteeee??”... Aliás, muitas vezes precisei parar, relaxar, respirar e deglutir todos os nós que estavam paralisados na garganta, por ser surpreendida pelas páginas, sequências e personagens carismáticos e bem elaborados. Em nenhum momento da leitura percebi sinais desconexos e todos os pontos se fecharam de maneira assustadora... Confesso que tive uma vontadezinha de ter amnésia para poder ler tudo de novo! rsrs

Enfim, que não seja preciso um bilhete suspeito para te direcionar por esses labirintos construídos pelo mestre de obras Federico Axat. Então, abra a mente e se extasie pelas inúmeras reviravoltas emocionantes! Boa leitura!

"Onde havia escuridão, agora eu consigo ver."

site: http://www.leiturasdapaty.com.br/2018/02/resenha-mate-o-proximo.html
Maay 12/02/2018minha estante
Uau, bela resenha!


Naia 12/02/2018minha estante
*__* obrigada.




spoiler visualizar
Isabelly Labaça 13/01/2018minha estante
eu queria entender de forma concreta o gambá! você tem teorias? por que o Robichaud viu também? ou isso ficou óbvio e eu não entendi? hahaha


K.G | @entaoeuli_ segue lá bb 17/01/2018minha estante
Pra mim o Gamba representa a linha tenue entre a realidade e a fantasia.




K.G | @entaoeuli_ segue lá bb 18/01/2018

Muito uso da ervinha satanas, ou muita genialidade? Nao sei, o que sei e que esse é SENSACIONAL!
ENTAO EU LI MATE O PROXIMO.... E PACEIRAS 5 ESTRELAS NAO É O SUFICIENTE 1000 ESTRELAS UM TROCENTOS DE ESTRELAS TODAS AS ESTRELAS QUE EXISTEM!

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA QUE LIVRO ABSOLUTAMENTE SENSACIONAL, INCRIVEL, PERFEITO AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA MARAVILHOSOOOOOOOOOOOOOOOO!

Eu acabei de terminar esse livro e minha vontade e DE PODER ESQUECER TUDO, PARA LER DE NOVO, e viver essa historia novamente, QUE LIVRO FODA! FODA! FODA! MEU DEUS! daqueles que eu queria poder dar um exemplar pra todo mundo PRA TER CERTEZA QUE VOCES VAO LER ESSA MARAVILHA, To nervoso, to empolgado, to maravilhado, to encantado É UM SUSPENSE PSICOLÓGICO INCRIVEL! UM DOS MELHORES QUE JA LI NA VIDA, amo tanto esse livro quanto eu amo flores partidas, e eu vou tentar explicar porque.

Bom nessa historia nos conhecemos o TED em um momento bem Critico da vida dele. Mesmo com toda a riqueza, familia perfeita, Ted esta doente, e decide cometer suicidio. Ele planeja tudo, com os mínimos detalhes, espera sua familia viajar, e quando esta COM A ARMA NA CABEÇA, pronto pra atirar, a campanhia toca.

E a pessoa que toca a campanhia, DIZ PRA O TED NAO ATIRAR, mas acontece, QUE NINGUEM SABIA, O ted nao contou pra ninguem, entao ele olha na mesa e ve um envelope ESCRITO PELO PROPRIO TED, dizendo pra abrir a porta, que aquela pode ser a única chance que ele tem de se salvar.

E isso e o máximo que voces precisam saber da sinopse, E PACEIRAS, ISSO É APENAS A PONTA DO ICEBERGUE, o que torna esse livro tao maravilho e voce ir VIVENDO A HISTORIA JUNTO COM O PERSONAGEM, descobrindo ( ou nao) as coisas junto com ele, e é DE EXPLODIR A CABEÇA. não tem como eu ir mais afundo em outras caracteristicas do livro sem dar spoiler.

Logo no primeiro capitulo JÁ E IMPOSSIVEL DE LARGAR ESSE LIVRO, e cada final de capitulo, e uma REVIRAVOLTA, QUE VOCE TEM QUE LER MAIS E MAIS E MAIS E MAIS AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! E o autor vai te envolvendo em uma trama CHEIA DE MISTERIO, QUE VOCE VAI ENLOUQUECENDO, eu enlouqueci lendo esse livro, minha vontade era de sair correndo e gritando louca. NAO RECOMENDO QUE LEIA DE MADRUGADA, que nem eu, porque voce vai precisar extravasar os seus sentimentos.

Eu divido esse livro em DUAS FASES, a primeira e a que o autor parece que fumou maconha, cocaina, crack ( so conheço o nome de 3 drogas, sou evangelica) TUDO JUNTO, E COMEÇOU A ESCREVER, e isso e um elogio! e algo assim TOTALMENTE ALUCINANTE. parece que baixava a Pablo vittar em mim e eu ficava

YUKEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
YUKEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
YUUUUUUUUUUUUKEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
Chegou um momento desse livro QUE EU NAO SABIA MAIS NEM MEU NOME! EU PRECISAVA URGENTE DE RESPOSTAS SE NAO EU IA MORRE

E é exatamente nesse momento QUE O AUTOR COMEÇA A TRAZER AS RESPOSTAS, sabe, tudo nesse livro acontece no momento certo.

E vem a segunda fase, que eu chamo de SOBRIA KKK onde o autor vem DE UMA FORMA MAGISTRAL, respondendo os misterios que foram levantados, trazendo explicaçoes, e o voce vai ver amor, VOCE FICA CABREIRA, sem confiar em nada.

É uma historia MUITO BEM CONSTRUIDA, MUITO BEM ESCRITA, de uma forma que voce percebe que o autor PENSOU EM CADA DETALHE, que ele se preocupou em escrever um livro QUE FOSSE BOM, EM CADA PEDACINHO, EM CADA CAPITULO, E CADA FRASE, VOCE TEM UM PORQUE DE EXISTIR, e porque daquele elemento existir na historia.

E quando eu me deparo com um trabalho assim ME ENCHE DE ALEGRIA! minha vontade e de abracar esse autor e dizer OBRIGADO, POR PENSAR TANTO EM MIM QUANTO LEITOR, e se dedicar em escrever algo tao incrivel. Eu nao queria parar de ler, e ao mesmo tempo nao queria que acabasse.

O começo desse livro me ENCHEU DE EXPECTATIVAS, E eu esperava que esse livro EXPLODISSE NA MINHA MAO, que os personagens saíssem e me dessem UM SOCO NO ESTOMAGO, e pra mim, o livro REALMENTE PEGOU FOGO! mas de uma maneira bem sóbria, inteligente, COERENTE, sensacional.

eu terminei esse livro com aquela sensação de É PRA ISSO QUE EU COMPRO LIVRO CARALHO! PRA ME SENTIR ASSIM!

A unica critica negativa que tenho e essa capa feia, que nao tem Nada a ver com a historia.

5 estrelas
favoritado

UM DOS MELHORES SUSPENSES QUE EU JA LI NA VIDA.
e se voce chegou no final desse textao, espero que leia esse livro, e seja tao incrivel pra voce quanto foi pra mim. FENOMENAL.
Hellen.Santos 19/01/2018minha estante
Miga sua louca!! Já kero loucamente!!! ?


K.G | @entaoeuli_ segue lá bb 19/01/2018minha estante
Kkk miga Surtei demais com esse


Fabi 19/01/2018minha estante
quero ler qd puder!


Daisy 24/01/2018minha estante
Deus hahahaha que resenha sensacional. Se a intenção era nos deixar looooooucos para ler. Parabéns!!!

Quero ler para já!!!


Erika 06/02/2018minha estante
Fiquei tão empolgada com a sua animação nessa resenha que já estou lendo. Kkkkk


Helder 18/06/2018minha estante
Resenha sensacional. O livro é tudo isso mesmo!




Mariana.Garcia 31/08/2019

O livro é ótimo mas o final....
O livro é muito bom.
Dividido em partes, cada parte esclarecendo um ponto da história e te deixando de boca aberta com o desenvolvimento bem elaborado, e mantendo o leitor dentro da história, mas o final... O final foi tipo acabou. Vocês já sabiam o que precisavam e chega.
Minha opinião.
comentários(0)comente



Renato 26/05/2018

Este livro é muito mais do que vocês pensam
Por que ler um livro com o título “Mate o Próximo”? O que esperar de um livro como esse, de um autor que nunca ouvi falar? Mas quando se é assíduo na rede social de livros, o Skoob, você acaba encontrando gratas e memoráveis surpresas, como foi o caso desta obra de Frederico Axat.

Depois de ser diagnosticado com um tumor, Ted está prestes a cometer suicídio quando alguém bate em sua porta e traz uma proposta que muda o rumo de tudo. A ideia é de que ele se torne uma espécie de assassino por encomenda. Uma missão esquisita que o protagonista resolve aceitar. Porém, em apenas algumas páginas o autor irá proporcionar algumas reviravoltas que farão Ted passar a questionar sua própria sanidade.

Já aviso: se está atrás de um livro simples, sem complexidade e que revela tudo claramente no final, nem precisa ler. “Mate o próximo” é uma espécie de labirinto, cheio de truques, que irá te fazer questionar, junto com o protagonista, tudo que você está conferindo. Quando você pensa que está chegando a algum lugar, uma informação muda o rumo de tudo e você volta à estaca zero; becos sem saída, como em um labirinto. Não é possível prever os que as páginas te reservam e, por mais que o clima seja eletrizante do início ao fim, é preciso absorver com calma as informações que são trazidas ao longo das quatro partes da história.

Trabalhar com tantas reviravoltas e uma história bastante complexa que envolva a mente humana exigem um alto domínio da escrita. Se o autor ultrapassa a dose desses elementos o leitor se desconecta do enredo e tem a sensação de que ele não irá a lugar algum, o que não acontece aqui. Frederico Axat sabe exatamente onde está e onde quer chegar e conduz o desenvolvimento de maneira perfeita. A cada capítulo uma nova peça do quebra-cabeça é lançada ao leitor para que este faça suas próprias análises e tente decifrar um pouco mais do enigma. Tudo é muito bem pensado, sem clichê.

Este não é um livro para se ler apenas uma vez. É como se ele fosse um labirinto e você talvez encontrasse uma das saídas quando terminasse, mas existem outros caminhos a serem seguidos se você ler tudo de novo e as perspectivas podem ser bem diferentes. É complexo e exige raciocínio. Um dos melhores livros que li entre 2017 e 2018, mas acredito que ele seja destinado apenas aos leitores mais experientes e que gostem de um suspense psicológico mais complexo. Eu não tenho o que questionar do enredo, é alto nível. Me envolveu ao ponto de não querer largar e fiquei satisfeito com o final por ter me feito querer ler tudo de novo e ver sob outro ponto de vista.
Helder 26/05/2018minha estante
Uau! Vai passar na frente na fila de leituras.


Renato 27/05/2018minha estante
É muito bom ler um livro sem expectativas e se surpreender, Helder, mas eu não resisto, eu sempre empolgo pra falar dos livros que gosto muito, kkkkkk.




Renata Alves 16/08/2018

Genial...
Mate o próximo é surpreendente, denso e dá até vontade de reler só para se atentar a mais alguns detalhes do Ted. Sobre o gambá: gostaria de maiores explicações, mas ok!
Mas no geral, super recomendo!
Michele 29/08/2018minha estante
Também senti falta de maiores detalhes sobre o gambá...




50livros 18/02/2018

Livro bom para pirar no cabeção
Uma palavra para definir esse livro: hino.

Gente, que história! É um daqueles enredos cheio de desdobramentos, que não consegue te dar aquela pista de para onde você está indo com a leitura. Me envolvi tanto que no final estava ficando mais mentalmente perturbada que o personagem principal. Cheio de ritmo, o autor conseguiu criar uma atmosfera poderosa que envolve o leitor de um forma que só um thriller bem feito consegue fazer.

Os personagens são muito bons, mesmo sem nenhum brilhar em especial. O foco da história não é sua trajetória, mas sim o quanto fazem parte da história maior, seja como observadores ou verdadeiros atores da trama. Mesmo nenhum brilhando e conquistando a galera, todos são incríveis e cumprem seu papel de forma impecável. Nenhum deles é descartável para a trama.

E que escrita! Esse autor ganhou parte do meu coração, com certeza lerei outros títulos dele (será que agüento umas leituras em espanhol?). A história se desenrola sem correr ou se arrastar, com uma linguagem fácil e de uma leitura muito fluida. Foi uma experiência 100% boa.

O livro conseguiu me prender do início ao fim e são tantas reviravoltas que só dão mais sabor ao livro, sem deixá-lo confuso, que fiquei presa na leitura, louca para saber o final dela. E o thriller foi tão real que o final não fica nem aberto demais nem fechado demais, fica no tom certinho que deve ter.

Mate o Próximo é uma jóia do suspense, uma delícia de ser lido, deixando o leitor não só contrariado como satisfeito. Espero, de coração, que se torne um clássico de seu gênero.

site: https://www.50livros.com/single-post/2018/01/21/RESENHA-de-Mate-o-Pr%C3%B3ximo-de-Federico-Axat---JORNADAMLV
comentários(0)comente



Letícia 19/08/2018

Confusa até a terceira geração.
Pensa em um livro confuso... Até hoje esse foi o que mais me confundiu!
O livro é dividido em quatro partes, e todas são bem separadas, bem montadas. Mas é muuuito arrastado. A verdade é que a sinopse é referente apenas a primeira parte do livro, e depois disso, o livro vai completamente para outro ramo! Acabou que caiu num tema que gosto muito, então eu aproveitei, mas essa surpresa pode não agradar a todos.
Mais da metade do livro é repleto de coisas que não fazem sentido, repleto de dúvidas e mistério, e tudo é solucionado na reta final, lá para os dois últimos capítulos. Li em outra resenha que o autor quis tanto confundir a gente, que até a metade do livro ele tinha tudo sob controle, mas logo tudo foi transformado em uma bola de neve e nem mesmo ele conseguiu fechar tudo direitinho. Sem falar naquele final... ALÔ??!!!?!!!? Até agora sem entender. Se alguém entendeu, ME AJUDA! Hahahah
O livro é confuso, é um pouco lento, só pega o ritmo no final mesmo, não leva a sinopse muito em consideração pq logo esse plot é descartado. Quanto menos você souber, melhor!
No final dá para entender a maioria das coisas, mesmo que um pouco daquilo seja clichê, mais do mesmo, é legal o plot twist final, onde o autor conseguiu nos enganar umas três vezes, acho rs mas muitos dos enigmas, pra mim, a solução foi muuuito corrida ou preguiçosa.
comentários(0)comente



Hallef 10/02/2019

Era para impressionar?!...
Achei meio enrolado.
Não vi profundidade nos personagens.
Senti uma necessidade do escritor apenas em relatar os fatos.
Onde estava a personalidade dos personagens?
Mas não desmerecendo totalmente... Achei a ideia muito genial e as viradas de mesas bem surpreendente (no entanto confusas e um pouco soltas), porém "meio que descobri" o fim do livro apenas em ler a sinopse...
Pode isso Arnaldo? Kkkkkk
Alcione 10/02/2019minha estante
Putz e o gambá??


Hallef 12/02/2019minha estante
E aquele gambá? Kkkkkk melhor eu nem comentar para não baixar a avaliação para uma estrela kkkkkkk


Alcione 12/02/2019minha estante
Então deixa bem quietinho.




Felipe 10/06/2019

Alguém me ajuda com esse final do epílogo?
Preciso entender isso! Hahahaha
Nay 06/09/2019minha estante
Também não entendi!
Fiquei tipo: " Tá, mas e ai ? O que isso significa?"




Jeff.Rodrigues 04/03/2018

Resenha publicada no Leitor Compulsivo.com.br
Vem da Argentina um dos melhores thrillers lançados no Brasil em 2017. Mate o Próximo é um intricado e surpreendente labirinto onde absolutamente nada é o que parece ser e tudo pode mudar drasticamente no parágrafo seguinte, levando o leitor a duvidar até de si próprio. Federico Axat construiu uma trama pra lá de inteligente que brinca com os mistérios da mente humana e deixa claro que às vezes devemos desconfiar de nós mesmos, pois nem sempre nossas certezas são tão certas e verdadeiras assim.

De início lento, mas necessário, a história de Mate o Próximo nos é contada por seu protagonista, Ted McKay. É através do seu olhar que vamos desvendando as primeiras situações misteriosas, e um pouco confusas, que vão ser fundamentais no desenvolvimento do livro. Em síntese, Ted estava pronto para estourar os miolos quando foi interrompido pela insistente campainha. Ao atender, movido pela curiosidade, ele recebe uma proposta de Justin Lynch (que não vou detalhar) e se vê jogado numa trama alucinante. A partir daí, Ted nos guia por uma série de acontecimentos que, mais tarde, quando outros narradores surgirem, vão se mostrar completamente diferentes do que fomos levados a acreditar.

A originalidade de Mate o Próximo está na forma como seu quebra-cabeça narrativo foi construído. Cada capítulo desenvolve uma parte da história (uma peça ou um conjunto delas) que se encaixa e faz sentido ali naquele momento. À medida que os capítulos vão avançando e novas peças vão aumentando a dimensão da história, vamos percebendo que “não era bem isso” ou que “havia algo a mais”. No fim, somente quando saímos do zoom e enxergamos o conjunto completo é que temos a revelação, descobrimos a verdade total e ficamos em choque (ou gritamos histericamente).

Federico Axat conseguiu construir tão bem seu mistério, e nos envolver nele, que até as páginas finais ele ainda tem cartas na manga para revelar. Quando temos certeza de que tudo foi descoberto e revelado, ele dá a cartada final e entrega mais uma surpresa. O resultado é que a trama do livro fica ecoando em nossa cabeça muito tempo depois de terminarmos a leitura. É preciso respirar, tomar fôlego e perceber, assustados, como a mente humana é capaz de nos pregar peças com facilidade. Em última análise, Mate o Próximo mostra como, sem querer, podemos ser reféns das certezas e realidade construídas por nossa mente.

Com seus personagens carismáticos e que nos conquistam facilmente (a ponto de acreditarmos em tudo que eles nos falam), Mate o Próximo, não é apenas uma indicação de bom livro para ler, é praticamente uma obra obrigatória para todos os que amam se perder em labirintos e descobrir surpresas a cada nova página. Vá em frente, “abra a porta. É sua última saída”.

site: http://leitorcompulsivo.com.br/2018/03/03/resenha-mate-o-proximo-federico-axat/
comentários(0)comente



Jaque - Achei o Livro 09/05/2018

Quanto menos você souber da trama, mais surpresas você vai ter.
A sinopse é o suficiente para você saber sobre essa estória. Qualquer coisa que eu disser pode ser um spoiler então vou apenas comentar minhas impressões sobre o livro.

A primeira coisa que preciso te dizer é que se você gosta de thriller psicológico você precisa ler esse livro.
Segundo, leia com tempo, sem grandes pausas. Se você ficar semanas, meses lendo ele vai perder muita coisa e pode não entender nada mais pra frente.
Terceiro, que narrativa incrível desse autor! Amei a maneira como ele contou a estória do Ted, a trama é muito bem construída e criativa, os personagens mesmo que pequenos à princípio, tiveram sua participação construtiva no enredo.
Achei genial a ideia como um todo, bem complexa e cheia — cheia mesmo — de reviravoltas. Quando você pensa que sabe sobre a estória, o autor te dá com o livro na cara e fala: "Senta aí que agora você saber o que aconteceu".
O livro é dividido em 4 partes importantíssimas e elas são as responsáveis pela mudança da trama. Os capítulos são curtos, estrategicamente escritos de uma maneira que terminando um você já quer ler o próximo.
E por fim, aquele final que eu nem suspeitava e que me deixou chocada! Estava com medo de estar gostando muito do livro e depois encarar um final nada a ver. Mas o autor amarrou todas as pontas e finalizou com coerência.
Apenas uma observação sobre o último diálogo do livro que desgraçou minha cabeça. Não entendi o por quê do autor fazer isso com o leitor — no caso eu — que fiquei com uma dúvida que pra mim já estava esclarecida, então se alguém leu ou quando ler e tiver alguma teoria, por favor eu imploro que compartilhe comigo hahaha

Eu recomendo esse livro e claro quero ler mais obras desse autor, já está na minha meta O Pântano das Borboletas.
Boa leitura!

site: http://acheiolivroperdiosono.blogspot.com.br/2018/05/mate-o-proximo-federico-axat.html
Danielle 06/06/2018minha estante
Eu também tô tentando entender a frase final


Jaque - Achei o Livro 07/06/2018minha estante
:(


Priscila 29/08/2018minha estante
Vi aqui também atrás de teorias


Priscila 29/08/2018minha estante
Vim por aqui tbm atrás de teorias shuahsuahua


Caroline 13/12/2018minha estante
To cheia delas. E se eu falar com certeza vou desgraçar ainda mais sua mente. Mas leia o capítulo 11 da parte dois com atenção talvez você encontre sua resposta ou fique com mais perguntas em relação ao Ted. Talvez ele não seje esse santo todo hahah


Priscila 14/12/2018minha estante
Caroline, querendo compartilhar as teorias no privado, tou aceitadando


Jaque - Achei o Livro 14/12/2018minha estante
Humm Caroline, depois vou ver isso. Se bem que já fazem 7 meses que li, acho que nem vou lembrar mais hahaha
Mas se quiser compartilhar por mensagem, agradeço!!




Ticiana.Pontes 28/05/2018

Uau
Um livro intrigante, que prende sua atenção desde a primeira página.

Mergulhamos na mente de Ted McKay e juntamente com ele não conseguimos diferenciar entre a realidade e as peças que sua mente lhe prega..

Recomendo do para quem gosta de um livro cheio de reviravoltas e com um final inimaginável!!
comentários(0)comente



40 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3