Como Agarrar Uma Herdeira

Como Agarrar Uma Herdeira Julia Quinn


Compartilhe


Resenhas - Como Agarrar uma Herdeira


185 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Rachel 12/09/2018

Como Agarrar Uma Herdeira foi uma leitura que eu realmente amei do início ao fim. Julia Quinn nunca me decepciona assim como os seus personagens. Se você nunca leu um romance de época, mas tem curiosidade no gênero e não sabe por onde começar, eu sugiro muito a série Agentes da Coroa. Com essa escrita leve e um enredo cheio de ação e aventuras, tenho certeza que Julia Quinn irá conquistar o seu coração e você terá uma experiência de leitura maravilhosa.
comentários(0)comente



@estante_da_wan 10/09/2018

Engraçado e envolvente
E o que posso dizer sobre ele? Porque esperei tanto pra ler?

A história de Caroline e Blake é cheia de tiradas engraçadas, momentos quentes e de puro amorzinho e, também, de momentos de tensão.

Os personagens se conhecem em um momento bem estranho e diferente de todos aqueles primeiros encontros que estamos acostumadas.
Ela, fugindo de um tutor nojentinho.
Ele, sequestrando aquela que pensava ser uma traidora.
Já imaginam o que deu, né?

Caroline perdeu a mãe muito novinha e logo depois o pai. Por isso a coitada teve que aguentar diversos tutores, cada um com seu defeito específico.
Blake é um agente do Departamento de Guerra que esta investigando o atual tutor de Caroline.
Ele a sequestra pensando estar capturando uma criminosa e ela, querendo se esconder por algumas semanas até completar a maioridade e se livrar do tutor, resolve entrar no “clima” e aproveitar o tempo com seu sequestrador. Algo a dizia que estaria segura com Blake.

“Caroline, eu me importo, sim, com o seu futuro. Só não posso ser o que você espera de um marido.”

Sabe cão e gato? É assim que defino o relacionamento deles rsrsrs
Caroline é muito atrevida, inteligente e quase acabou com o juízo e paciência de Blake. Ela praticamente destruiu a casa dele, conquistou os poucos criados dele - eles quase mataram o patrão de fome - se pôs em perigo etc etc etc.
Morri de rir com as agonias que Blake passou. Mas ele, tadinho, lutou o quanto pôde pra se manter afastado dela.

“Tecnicamente, suponho que sim, mas no que diz respeito, você é minha.”

Esse momento demorou e foi difícil de acontecer, mas foi lindo! Blake tinha muito medo de amar novamente devido a uma perda do passado. Porém ele estava lhe dando com a impossível Caroline Trent que ainda teve a ajuda de Penélope e James... aliados de peso, viu?!

Tudo isso só me fez amar mais ainda essa história. E os personagens também! É tanto que finalizei esse e já corri pra o segundo.

Não sei se estou muito cansada pra fazer uma resenha mais ou menos decente, hoje, ou se amei tanto esse livro que quis fazer um resumão pra vocês sentirem vontade de ler também. Enfim, é isso.

Nota: 5 Estrelas

site: https://instagram.com/p/BnkL9d9nEvQ/
comentários(0)comente



Ju Miranda 04/09/2018

Muito bom!
Livro: Como Agarrar uma Herdeira
Autor(a): Julia Quinn
Nota: 5/5

Adorei!!! O tipo de livro que me faz adorar romances de época. Julia Quinn mais uma vez me conquistando! Adorei o Blake e seu jeito durão e sensível ao mesmo tempo! A Caroline então foi uma ótima surpresa! Amei a personalidade dela! Me diverti muito com alguns diálogos e me apaixonei por outros. Mais um pra lista de favoritos
comentários(0)comente



Vanessa Vieira 01/09/2018

Como Agarrar Uma Herdeira - Julia Quinn
O livro Como Agarrar Uma Herdeira, primeiro volume da duologia Agentes da Coroa, nos traz um romance espevitado, divertido e incrivelmente sensual. Narrando a história de um agente da coroa britânica sistemático e de uma herdeira extremamente temperamental, acompanhamos muitos momentos de conflito, apuros e, claro, de romance.

Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, ela não hesita em se desvencilhar das garras do agente sedutor. Afinal, tudo que a dama quer é fugir de um casamento arranjado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.

Blake confundiu a jovem com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, entretanto Caroline não desmente a farsa, pois irá completar vinte e um anos dali a seis semanas e, assim, angariar sua independência e controlar sua própria herança. Para ela, é muito mais conveniente permanecer escondida com aquele sequestrador misterioso do que voltar para o seio do próprio lar.

A missão de Blake era levar a perigosa espiã para as autoridades, entretanto ele não esperava se apaixonar pela intrigante mulher. Depois de anos à serviço da Coroa, mergulhado em perigos, intrigas e conspirações, o seu coração acabou tornando-se frio e insensível, mas a sensual prisioneira parece deter o poder de desarmá-lo totalmente...

Como Agarrar Uma Herdeira nos traz um romance carismático, envolvente e incrivelmente engraçado. Os personagens são muito voluntariosos e isso acaba provocando vários embates entre os dois, por sua vez, calorosos e repletos de paixão. Narrado em terceira pessoa de forma leve, fluída e levemente irônica, o romance conseguiu conquistar o meu coração e se tornou um dos meus livros favoritos da Julia Quinn.

Caroline está prestes a se envolver em um casamento de conveniência com um homem que não a ama, muito pelo contrário, tem como interesse apenas a herança milionária da moça. Insatisfeita com o seu cruel destino, ela decide fugir de casa e cai justamente nas garras de Blake Ravenscroft. Logo de início, ele trata a moça como a criminosa que ele acredita que ela seja e Caroline vai sustentando a farsa, afinal acha conveniente passar o máximo de tempo fora do lar até que alcance a maioridade e, por conseguinte, sua independência financeira. Os dois são extremamente voluntariosos e não demora para que comecem a surgir faíscas em meio a esse relacionamento, o que tornou a história ainda mais romântica e levemente sensual. Caroline é uma personagem forte, teimosa e dona de si própria. Ela não hesita em bater boca com Blake, por mais que esteja irresistivelmente atraída pelo seu misterioso sequestrador.

Blake é um homem que acabou sendo endurecido pela dor e pelas mazelas do tempo. Após perder a mulher que amava de forma trágica, seu coração virou uma pedra de gelo e ele decidiu dedicar o resto de sua existência ao trabalho. Quando consegue capturar aquela que acredita ser uma famosa espiã espanhola, ele está disposto a fazer justiça a todo custo e levá-la às autoridades, mas não esperava que a intrigante mulher pudesse lhe fazer vivenciar o amor novamente. Blake é um homem ferido, que mergulhou no trabalho como se fosse sua única válvula de escape, apagando qualquer resquício de amor e paixão de seu coração. Caroline lhe atrai como uma abelha seduzida pelo mel e é muito bonito acompanhar o personagem se despindo de suas armaduras e vivendo o amor em toda a sua plenitude.

"Desejava o coração e a alma dele. Mas, acima de tudo, desejava se entregar e curar quaisquer que fossem as feridas que jaziam sob a superfície de sua pele."

Em suma, Como Agarrar Uma Herdeira se mostrou um livro encantador, cômico e incrivelmente romântico. Julia Quinn nos presenteia com todo o brilho e o esplendor de sua escrita, nos trazendo uma história de amor muito bem escrita e incrivelmente romântica. A capa do livro é belíssima e nos traz o retrato de uma moça em meio a um coreto florido e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo, com certeza!

site: http://www.newsnessa.com/2018/09/resenha-como-agarrar-um-herdeira-julia.html
comentários(0)comente



LuluhSH 25/08/2018

Blake é o segundo filho de um visconde, mas trabalha para o governo inglês, junto do amigo James, marquês de Riverdale. Caroline é uma moça sozinha no mundo, passando de um tutor para o outro, desde que os pais faleceram. Ela é herdeira de uma boa quantia em dinheiro, deixada pelo pai, que trabalhava no comércio, e que ela só poderá dispor livremente depois que completar 21 anos, o que - na história - faltam apenas algumas semanas. O último tutor mora em uma propriedade próxima a de Blake, e assim é que eles se "conhecem". Na verdade, Blake pensou ter capturado uma criminosa, mas era Caroline fugindo da casa onde estava, depois de não aguentar mais viver como estava.
Esse livro é uma fofura, leve, divertido, garantia de boas risadas, uns chorinhos e apertos no coração aqui e ali, e tensão pelos mistérios que rondam a profissão do Blake.
Mas, no mais, não foi um livro que me pegou, que eu caísse de amores, a ponto de ser uma obra que eu considere das favoritas da vida.
Mas vale para quem quer se distrair, para quem - como eu - curte um romance, principalmente os de época.
comentários(0)comente



João Bruno 18/08/2018

Péssimo
Antes que deduzam que não gostei pois é um livro com uma temática feminina, gostaria de deixar claro que não me importo nem um pouco com o gênero do livro, gosto de ler seja lá o que for, quem lê qualquer tipo de livro, já está um passo a frente de quem não lê nada ... E vez ou outra eu gosto de ler livros de romance, princesas e etc, e ouvi falar muito sobre a Julia Quinn, e quis conhecer seu trabalho.
Então vamos lá ... Achei um livro bem fraco , quase infantil, não fosse as passagens quentes (desnecessárias, inclusive).
Diálogos totalmente fracos em vão do tipo:
- Em que você está pensando?
- Nada
- Eu conheço você, sei que está pensando em algo.
- Não , não conhece
- Conheço sim. Tenho certeza que está pensando em algo.
- Estou sim, mas não quero dizer.
- Porque ....
E assim por diante, esse diálogo não está no livro, apenas me "inspirei" para descreve-lo nesta resenha.
Provavelmente você não leu todo o diálogo que eu escrevi, imagina ler isso em cerca de 300 paginas ...
Enfim, minha opinião é:
Livro fraco, história maçante, diálogos que parecem ter sido escritos por uma criança.
É o primeiro livro de uma duologia, e definitivamente não lerei o segundo.
comentários(0)comente



Vanessinha 12/08/2018

Um romance de época muito divertido.
Caroline é uma orfã que passou anos mudando de tutores e está bem próxima da sua independência, quando resolve fugir após um atentado do seu primo e acaba sendo sequestrada por um agente da Coroa. Blake e Caroline vão viver momentos muito divertidos juntos, a empatia pelos personagens é imediata. Uma comédia romântica com pitadinha hot muito interessante e divertida. Super recomendo.
comentários(0)comente



Livros e Laços 30/07/2018

#ResenhaLivroseLacos : COMO AGARRAR UM HERDEIRA (5 estrelas)
Ahhh, estava com saudades das sensações maravilhosas que um romance de época me causa! Então, ai vai a resenha de Como Agarrar uma Herdeira,  1° livro da duoligia Agentes da Coroa, escrita pela nossa amada Julia Quinn.

A história se desenrola a partir do sequestro equivocado da nossa mocinha Caroline Trent por Blake, um agente da Coroa britânica, encarregado na verdade de sequestra a perigosa espiã Carlotta de Leon. No entanto, Blake, não faz ideia que acabará sequestrando a pessoa errada, e Caroline não fará a mínima questão de resolver esse mal entendido! Já que a mesma achou a situação bem proveitosa para fugir das garras de seu tutor mau caráter, até garantir acesso livre a sua herança. 

Esse com certeza é um dos livros mais divertidos da Julia! Ri do começo ao fim com todas as situações tresloucadas que esses personagens enfrentavam! Gostei muito da mudança de ambientação da história, já que a maioria passa-se em Londres e adorei a autora ter incrementado o departamento de guerra, que deu um toque de ação e aventura a trama e me deixou ainda mais inebriada. Os protagonistas, são um caso de amor a parte! Caroline , me conquistou de cara, me diverti horrores com suas maluquices!  O romance é aquele típico clichê gato e rato, que amo, e nos entrega cenas extremamente engraçadas e deixa um quentinho no coração.
Em suma, o livro me agradou bastante! Uma leitura fluída, leve, engraçada e apaixonante. Tudo que amo em um romance de época!
comentários(0)comente



Cleo 24/07/2018

Esse foi o primeiro livro da Quinn que li .
Contem spoiler


Eu até gostei , mas não foi um que eu leria novamente ou um dos melhores. Gostei do fato da Caroline ser uma jovem independente , que não segura a língua , que não se deixa intimidar ou fingir quem não é, exceto quando isso pode salvar sua vida. Ela então se deixa ser confundida com uma italiana do crime . Blake ... Eu gostei dele , não muito , ele meio que se apaixona a primeira vista e só descobre isso no final , bem depois do casamento deles . Não gostei de como começou o relacionamento amoroso dos dois , ela gostou dele de um jeito tão bonito , ele que havia se apaixonado por ela assim que pôs os olhos nela não se dava conta . Ela é forte e batalhadora. Ele é só idiota para quem é um espião . Mas no fim tudo deu certo , a e tem o James , ele foi um personagem bem mais interessante do que Blake . Um bom romance , parece ate um romance nacional , na verdade ate os nacionais de época são bem melhores.
comentários(0)comente



A louca dos romances 20/07/2018

Encantador
"Mas pelo menos as estrelas lhe davam esperança. Elas resistiam, então Caroline também poderia resistir."
comentários(0)comente



Bia 17/07/2018

Uma fofura
"Como Agarrar Uma Herdeira" é o primeiro livro da duologia "Agentes da Coroa" e narra a estória de Caroline Trent, uma moça de 20 anos que após perder os pais quando ainda jovem, viu-se perdida nos braços de inúmeros tutores - um pior que o outro - aguardando ansiosamente o dia em que completaria 21 anos para colocar as mãos em sua herança.
Todavia, a situação desesperadora da garota atingiu seu estopim quando hospedada na casa de um suposto contrabandista, Caroline quase teve sua honra manchada pelo filho do homem, o qual planejara levá-la para cama na intenção de casar-se com ela e usufruir de sua fortuna.
Arrumando seus poucos pertences e fugindo apenas com a roupa do corpo, Caroline depara-se com Blake Ravenscroft - um agente da Coroa - e é sequestrada pelo rapaz que confunde-a com uma perigosíssima espiã espanhola.
E assim inicia-se essa epopeia protagonizada por esse casal não muito tradicional, criado por Julia Quinn.
Após algum tempo me desencontrando com essa autora e revirando os olhos para seus romances mais açucarados, fico com o peito mais leve em finalmente adorar esse livro. "Como Agarrar Uma Herdeira" é aquela comédia romântica que você não sabia que precisava.
Com um enredo não tão explorado em romances, apresentando espiões e agentes secretos, Julia Quinn consegue dar um fôlego para os leitores que estavam cansados das narrativas ambientadas nos salões de bailes londrinos.
Por algum motivo durante o decorrer da leitura, lembrei-me várias vezes da obra "A Intrusa" de Suzanne Enoch e só esse fato já me fez olhar para a estória de Caroline e Trent com olhos nostálgicos (fica aqui o apelo descarado para republicarem essa obra, porque meu livrinho de banca já está com suas páginas esfarelando ao vento).
Agora, de volta a programação normal, o que conquista o leitor desde o começo na obra de Julia Quinn é o humor e sarcasmo presente em todas as páginas. Me diverti imensamente com os diálogos entre os protagonistas e personagens secundários.
Caroline é a típica mocinha espevitada que passou por tantos percalços na vida que sua situação atual chega a ser cômica, apesar de toda a tragédia que permeia seu passado. O momento no qual ela basicamente implora para ser sequestrada fica bem engraçado, assim como todas as suas cenas e falas no decorrer da narrativa.
A garota nunca perdeu a esperança ou o bom-humor e em algumas partes no final da estória, fiquei triste por ela ter caído naquele velho clichê de: "criar memórias boas para um futuro de solidão", no entanto relevei esse fato perante a tantos elementos fofos presentes na obra. Afinal, como ficar irritada com essa moça que passou uma tarde inteira sonhando em como ficaria seu nome com o sobrenome de Ravenscroft? Caroline Trent era definitivamente boa demais para esse universo fictício.
Já Blake é o típico mocinho carrancudo que ao encontrar a mocinha derrete mais rápido do que manteiga na frigideira e eu adoro esse clichê para os protagonistas masculinos (me julguem). Toda sua alma torturada por um amor perdido e aquele momento de redenção quando ele expõe seus sentimentos e descobre que finalmente está livre para amar de novo é um chavão que geralmente tende a funcionar comigo.
A falta de moral do rapaz perante os três escassos funcionários da casa foi hilariante e eu já estava me apegando seriamente com o mordomo e sua personalidade de "eu não dou a mínima". James e Penélope - a irmã de Blake - foram ótimas adições a trama.
O marquês de Riverdale - e futuro protagonista do segundo livro dessa saga - me conquistou com seus comentários inteligentes, observação sagaz e também com sua falta de paciência perante as implicações infantis de Blake e Caroline. As interações do trio foram bem desenvolvidas e espero que sua obra seja tão boa quanto a do amigo (deixando aqui um link com a capinha vintage dessa estória que também havia sido publicada pela falecida Nova Cultural em seus dias de glória - relevem meu saudosismo).
No final, Julia Quinn acerta o alvo ao criar um livro cômico e romântico na medida certa. E eu estou mais do que feliz de finalmente fazer as pazes com essa autora querida que - quando arruma seus erros e não extrapola nos clichês - sempre consegue deixar os leitores com um sorriso no rosto ao finalizar suas obras.

+Para mais resenhas acesse o blog abaixo:

site: https://beahreads.blogspot.com.br
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jenn 20/06/2018

Julia Quinn mostrou novamente porque é uma das minhas escritoras favoritas.
Esse com certeza foi o livro mais divertido da Julia que li , ri do começo ao fim e a protagonista é cheia de força e personalidade.
Aqui conhecemos a história de Caroline Trent,que é sequestrada por um agente da coroa quando é confundida com uma espiã.
Blake, seu sequestrador, é um homem com um temperamento difícil e que ja sofreu uma grande perda na vida. O que não me permitiu dar 5 estrelas ao livro foi justamente Blake, entendo a dor do personagem, entendo a mensagem de recomeço que a autora quis passar com a história dele, mas agir como babaca é injustificável pra mim.
Mas no todo, como agarrar uma herdeira é um livro maravilhoso, recheado de ação , humor e também diversas mensagens.
Esse livro me ensinou a rir mais, a ver o copo sempre meio cheio, assim como Caroline sempre via, e consolidou a imagem correta que eu tinha de que o importante não é a primeira pessoa que você ama, mas sim a última. Que toda perda pode ser superada e que o amor é o que nos da vida e coragem para continuar.
Super indico.
Mari 21/07/2018minha estante
Oiii,vc tem esse livro em PDF, não consigo acessa aqui


Jenn 22/07/2018minha estante
Infelizmente não. Só físico




Cris Paiva 18/06/2018

Caroline é confundida com uma famigerada espiã espanhola e sequestrada por engano pelo agente da coroa, Blake Ravenscroft, enquanto ela mesma estava tentando escapar de um destino pior que a morte; se casar com um primo de quem ela gostava, para que o tio pudesse usufruir de sua herança.
Então, ela decide que a confusão na qual se meteu é melhor que a anterior e decide ficar bem quietinha, já que o seu sequestrador não acredita mesmo em sua inocência, e esperar até que a data do seu aniversário de 21 anos, quando vai estar livre da tutela de seu tio. Para isso, ela vai ter de abusar da paciência de seu sequestrador; evitar a confissão de uma coisa que ela não fez, e claro acabar na ponta de uma corda. O jeito é inventar crises de tosse, dor de garganta, letra garranchada e tudo o mais que sua imaginação possa inventar.

O pobre Blake já está achando que tal espiã espanhola é mais esperta do que ele pensa, e sua criadagem parece mais propensa a defender uma criminosa que ficar ao lado dele. Mas a farsa não dura muito, e logo o mocinho vai ter de defender a mocinha dos bandidos malvados e ainda lutar contra os inimigos da coroa da Inglaterra, com uma ajudinha indesejada e intrometida, é claro.

Não achei essa a melhor a história da Julia Quinn, ela perdeu um pouco a mão no final, mas ainda é engraçada e rapidinha de ler. A melhor coisa são os diálogos entre o casal, e a mania da mocinha de procurar palavras que ela não conhece e criar um dicionário de exemplos práticos.
comentários(0)comente



Luh Figueiredos 15/06/2018

Leitura divertida - Biblioteca da Luh
Este livro é demais, não esperava nada dele, mas me diverti muito com essa leitura! Virou um dos meus favoritos.
Nele conhecemos Caroline, que é uma herdeira que precisa de tempo para conseguir usar sua herança, pois seu atual tutor só quer colocar as mãos na grana dela, e até manda seu filho ataca-la e assim eles se casariam, mas ela dá um tiro no rapaz e depois de ver que ele não morreu e que também não quer esse casamento, consegue fugir da casa, mas é abordada por Blake, um agente da coroa, que a confunde com uma espiã e a prende. Caroline vê uma chance nisso e deixa ele pensar assim e deste modo ganhar tempo. Essa personagem é uma figura. Nos diverte do inicio ao fim, e Blake que é uma pessoa mal humorada sofre na mão dela, o que nos faz rir mais ainda.

Super recomendo!
Biblioteca da Luh

site: https://bibliotecadaluh.wordpress.com/
comentários(0)comente



185 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |