Como Agarrar Uma Herdeira

Como Agarrar Uma Herdeira Julia Quinn




Resenhas - Como Agarrar uma Herdeira


61 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


chayaleluia 17/10/2017

Agentes da Coroa: Como Agarrar uma Herdeira - Julia Quinn, @editoraarqueiro |#ResenhasChay |

"Caroline Trent não tinha a intenção de atirar em Percival Prewitt, mas tinha, e agora ele estava morto."

Depois de Blake Harrison e Daemon Blake eis que surge mais um novo, o tal Blake Ravenscroft. É muito Blake na minha vida senhor!

Caroline Trent é uma jovem que perdeu os pais cedo e acabou crescendo sendo jogada de mão em mão aos seus tutores interesseiros. Trent só vai poder usufruir da sua herança quando completar 21 anos, é então que ela tem a brilhante ideia de fugir depois de um episódio baixo e repugnante que o seu ex tutor preparou para ela.

Blake Ravenscroft é um burucutu, frio, insensível e também Agente do Governo. Ele está atrás da espiã espanhola Carlotta De Leon e também do Oliver Prewitt, nada mais nada menos que o tutor da Caroline.

No meio de toda essa confusão vocês já imaginam que eles vão se esbarrar, Blake acaba confundido Caroline com Carlotta e a sequestra por engano. Caroline que não é besta nem nada, acaba se divertindo horrores com a situação. Além de se esconder e ter um lugar para ficar até seus 21 anos, ela também aproveita para tirar a paz do nosso mocinho e de seu amigo James Sidwell, Marquês de Riverdale.

O livro é narrado em terceira pessoa com um tom cômico, o que fez a leitura ser prazerosa pra mim! Os personagens são outra coisa marcantes nos livros da Julia Quinn, neste livro ela nos apresenta personagens cativantes e uma protagonista de gênio forte que me encantou desde o primeiro momento.
Confesso que me apeguei mais ao James do que ao Blake, que era bem rude quase o livro todo.

O James é protagonista do último livro da Duologia Agentes da Coroa, que já venho afirmar aqui que TENHO INTERESSE!

Além disso temos o mordomo Perriwick e também a governanta Sra. Mickle, que são personagens incríveis!

Recomendado esse livro a todos os leitores que gostam de comédia romântica, um pouco de ação e aventuras ala Julia Quinn!

#EuLeioArqueiro #ComoAgarrarUmaHerdeira
comentários(0)comente



Cheli 16/10/2017

Muito divertido...
Como Agarrar Uma Herdeira é o primeiro livro da duologia “Agentes da Coroa”, da minha DIVA Julia Quinn, que eu amo de paixão.
Caroline, é órfã e herdeira de uma fortuna. No decorrer de sua vida ela passa por vários tutores, todos eles com um único objetivo: a sua vultosa herança, e por conta disso ela sofre diversos tipos de abusos, ela aprende no meio de tanto sofrimento a se defender sozinha até completar 21 anos e poder ter controle sobre a sua vida e sua fortuna.
Faltando apenas 6 semanas para o aniversário de Caroline, seu Tutor obriga o filho a cometer um ato repugnante para forçar o casamento e ter acesso definitivo sobre a sua herança, mas a tentativa acaba quando Caroline acerta um tiro no agressor. Determinada, Caroline acaba fugindo de casa no intuito de se esconder durante esses dias que faltam para a sua maioridade.
Durante a fuga, Caroline é confundida com a espiã espanhola Carlotta De Leon e é sequestrada por Blake Ravenscroft, um agente da coroa que está investigando o Tutor dela e seu envolvimento com a espiã. Ela não desmente achando mais sensato, porque precisa desesperadamente de um lugar para ficar durante esses dias que restam para o seu aniversário.
Blake a leva para a própria casa a fim de obter informações e aí que tudo começa...
Claro que amei... é muito divertido dei muitas risadas. Blake é um fofo, ele teve uma perda no passado e isso o deixou arrasado e jurou nunca se casar, mas Caroline aos poucos entra no coração dele, mudando completamente a vida dos dois...
Recomendadíssimo!!!
comentários(0)comente



Dri @oasisliterario 14/10/2017

Um romance de época cômico com altos e baixos
O livro "Como Agarrar Uma Herdeira" apresenta a história de Caroline Trent, uma jovem que é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, mas que não tem intenção de fugir de seu sequestrador por medo de um casamento arranjado por um homem interessado na fortuna que ela herdou. Há anos Blake não demonstra seus sentimentos a ninguém, mas a herdeira presa em sua casa parece mexer com o seu coração.

Através de uma narrativa em terceira pessoa, Julia Quinn nos apresenta uma protagonista com gênio forte e que não leva desaforos. Caroline é, sem dúvidas, um dos melhores pontos dessa narrativa. Com sua língua afiada e respostas prontas, a jovem prova a todo momento o quanto a vida a tornou forte, e eu adorei isso. Blake também possui gênio forte, porém impaciente. James, amigo de Blake, conseguiu roubar a cena em diversos momentos, me conquistando mais facilmente do que Blake. Os empregados da casa são me cativaram fácil com suas características engraçadas.

A história é narrada através de um tom cômico, o que tornou o livro bem divertido. Porém, confesso que essa característica do livro teve seus altos e baixos para mim. Enquanto as falas engraçadas de Perriwick me faziam rir horrores, senti um pouco de falta da seriedade em diversas cenas.
Esse livro foi meu primeiro contato com a escrita de Julia Quinn e descobri só mais tarde que essa característica é algo frequente em seus livros. Entretanto, na minha opinião, algumas cenas ficaram um pouco forçadas na tentativa de ser algo divertido ou talvez tenha apenas se tornado algo maçante na narrativa após certo ponto.

Confesso que senti a falta de química entre o casal durante boa parte do livro, mss creio que o final tenha compensado esse fato. Falando em final, foi exatamente essa parte que me conquistou para valer.
A palavras usadas pela autora no início dos capítulos também foram um fator positivo para o livro. Amei conhecer cada uma daquelas palavras incomuns, bem como os seus significados.

Portanto, "Como Agarrar Uma Herdeira" é um ótimo livro para leitores que adoram um romance de época cômico, mas não se importam muito com a química entre o casal.
comentários(0)comente



klau 14/10/2017

''Caroline Trent não tinha a intenção de atirar  em Percival Prewitt, mas tinha, e agora ele estava morto.''

    Esta quote meus amiguinhos é a razão de termos personagens fantásticas na literatura. Caroline viveu a maior parte de sua vida com tutores, todos mais preocupados com sua fortuna do que com o bem estar da mesma. Soa clichê , eu sei disso, você sabe disso e é um dos motivos que fazem Julia Quinn ser uma escritora tão boa, ela não tem limites no uso de tramas que soariam bobas mas que colocadas em ordem te fazem ler e se apaixonar pelos personagens. 

Então imagine, aquela garota que aprendeu a se defender desde cedo, e tudo o que ela quer é chegar a maioridade e poder usar de sua herança e sumir da frente de todos os tutores. Pois bem o problema é que seu tutor atual , Oliver Prewitt , tem outros planos para ela, o que inclui casa-la com Percival , seu primo, e manter a herança para si.

* resenha completa no blog*

site: https://klaumusicwithbooks.wordpress.com/2017/10/15/resenha-julia-quinn-como-agarrar-uma-herdeira/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



GETTUB 11/10/2017

Eu não escondo de ninguém que romances de época é um dos meus gêneros preferidos, então quando eu vi o lançamento da duologia AGENTES DA COROA, sabia, com toda a certeza, que precisava ler os livos, e essa foi uma leitura surpreendente.

Caroline Trent é órfã e, após perder seus pais de maneira trágica, a vida não tem sido fácil, já passou por diversas tutelas e todos morreram. Seu último guardião é um homem ambicioso e maldoso que irá fazer qualquer coisa para casa-la com seu filho, nem que para isso tenha que apelar para a imoralidade.

Ela escapa dele, porém sua liberdade dura pouco, pois é capturada pelo agente da coroa, Blake Ravenscroft, que suspeita, não, que tem certeza que ela é Carlotta de Leon, uma espiã espanhola muito procurada pela coroa.

Eu só tenho uma palavra para descrever este livro: divertido. Essa foi uma leitura que eu esperava ser mais séria, centrada na coroa e na descoberta da verdadeira espiã, porém não foi isso que encontrei, o livro traz personagens surpreendentes, em especial a Caroline, que é teimosa e não sabe ouvir um não, principalmente quando sua segurança está em risco.

Black já perdeu um amor antes, por causa de sua profissão, e não quer se envolver com mais ninguém, aí a primeira pessoa que balança seu mundo é do tipo que não sabe quando recuar, então começa uma verdadeira luta de vontades, que não só me cativou, como me deixou ansiosa para ver a, enfim, rendição.

O romance que surge nesse livro não é forçado, o que me deixou extremamente feliz, os personagens vão se descobrindo, conhecendo um ao outro e, mesmo não querendo, sabem que precisam dar o braço a torcer, porque resistir não irá mudar o que sentem.

Os personagens secundários proporcionaram algumas das cenas mais cômicas do livro, como a governanta Sra. Mickle, que tinha como missão de vida, alimentar e proteger Caroline; Perriwick, um mordomo fora dos padrões; e o meu preferido, James Siddons, que é o melhor amigo de Black e protagonista principal do segundo livro, denominado: COMO SE CASAR COM UMM MARQUÊS.

Julia Quinn mescla investigação, aventura e muito romance, criando uma trama divertida, com personagens que sabem se meter em confusão como ninguém. Algo que eu gostei e que me chamou bastante a atenção, foi que a cada novo capitulo, ao invés de ter um título, há palavras que a Caroline anota em seu diário. Achei legal a ideia e caiu muito bem na história, já que cada palavra tinha algo relacionado ao capitulo que iriamos ler.

Essa foi uma leitura surpreendente, que me fez suspirar e, ao mesmo tempo, rir das situações mais inusitadas. Os personagens deixaram uma saudade imensa, e eu já estou ansiosa pelo segundo livro, por isso, se você curte o gênero, ou não, leia, tenho certeza que irá desfrutar da leitura.

RESENHA ESCRITA PELA MARLENE!

site: http://www.gettub.com.br/2017/10/como-agarrar-uma-herdeira.html
comentários(0)comente



Beta Oliveira 10/10/2017

💙 Ah, Julia Quinn e a incrível capacidade de fazer a gente se esquecer da vida, dos problemas, deste mundo cada vez mais louco. Eu estava penando com dificuldade para ler. Peguei este livro e, em pouco mais de 2h, já estava pra lá da metade. Sem perceber. Sem aflição. Só virando página e rindo com os personagens. 💕 Recomendadíssimo💕.
O texto completo está no Literatura de Mulherzinha:

site: http://livroaguacomacucar.blogspot.com.br/2017/09/cap-1393-como-agarrar-uma-herdeira.html
Cris Paiva 10/10/2017minha estante
????




Luiza Helena (@balaiodebabados) 10/10/2017

Originalmente postada em https://balaiodebabados.blogspot.com.br/
Eu fiquei super chocada em Cristo quando soube que Como Agarrar uma Herdeira foi o primeiro livro da Julia, lançado láááá em 1998. Mas ele bem que poderia ter sido lançado recentemente que nem iríamos perceber já que ele carrega toda a essência da Julia.

Caroline Trent é diferente das moiçolas do século XIX, não só por ter uma personalidade marcante e sem papas na língua. Por ter passado metade da vida sendo criada por tutores diferentes, ela teve que aprender a se virar sozinha e, principalmente, se defender. Adorei o fato dela dar uma de Simba e rir na cara do perigo (no caso, o perigo se representava por Blake e sua vontade de esgana-la em certos momentos). Por ter tido uma criação diferente, Caroline super bate de frente com algumas opiniões de Blake e isso gera umas situações bem engraçadas.

Blake Ravenscroft é um cara que carrega para si a culpa da ex-noiva e, desde esse momento, se tornou um cara bastante amargurado e um tanto temeroso pela vida das pessoas que gosta. Assim como eu, ele é uma pessoa de pavio curtíssimo e com certeza não tem muita paciência com quem está começando. Mas no fundo do fundo, ele é uma manteiga derretida e um patrão bem generoso. Aos poucos, Caroline vai destruindo as barreiras que ele mesmo impõe.

Os livros da Julia são recheados de diálogos inteligentes e um tanto acalourados e esse aqui não fica atrás. Os diálogos entre Caroline e Blake são cheios de farpas e ironias, justamente por Caroline falar sempre o que lhe vem à mente e Blake ser aquele tipo de pessoa que não consegue trabalhar em equipe. No fim das contas, os dois formam uma grande equipe, principalmente depois que Blake deixa de implicar demais com as “intromissões” de Caroline.

"– Acha que sou idiota? – perguntou ele, ainda mais irritado.
– Não – retrucou ela. – Acabei de escapar de um covil de idiotas e estou familiarizada com a raça, e o senhor é completamente diferente."

O destaque para a história vai para os personagens secundários. Apesar de não terem tido muita aparição, os trabalhadores da Seacrest Manor se afeiçoaram bastante a Caroline, super mimando a convidada especial do patrão, o que deixava o próprio com certos ciúmes. Outro personagem interessante foi James Sidwell, marquês de Riverdale e melhor amigo de Blake. James tem uma personalidade totalmente oposta da de Blake e é de se espantar que os dois sejam amigos. Já comecei li o livro dele - Como Se Casar com um Marquês - e o personagem não me decepcionou.

Diferente da série Os Bridgertons, a história aqui não se passa em Londres, e sim na costa da Inglaterra. Achei interessante essa mudança de ares. Nessa história, o romance é bem equilibrado com um pouco de ação e investigação que ocorrem. Só não me agradei tanto com o final, que achei meio corrido.

Como Agarrar Uma Herdeira foi o primeiro romance de época escrito pela Julia. Creio que ela não imaginava que esse livro iria abrir as portas para a quantidade de fãs que ela conquistou.

site: https://balaiodebabados.blogspot.com.br/2017/10/resenha-212-como-agarrar-uma-herdeira.html
comentários(0)comente



Kamilla 09/10/2017

Esse livro é maravilhoso!
Caroline Trent é uma moça que perdeu seus pais e teve que passar nas mãos de vários tutores, cada um pior que o outro, até chegar no seu último tutor, Oliver Prewitt, que sem dúvidas é um dos piores tutores. Ele quer casar seu filho, Percy, com a Caroline para poder ficar com a herança Nossa protagonista só terá direito a sua herança quando chegar aos 21 anos, e só faltam poucas semanas. E após uma tentativa do filho do Percy em atacá-la, ela consegue fugir. E assim que sai da residência dos Prewitt, sem saber para onde ir, é confundida com uma espiã, a Carlotta de Leon.

A Caroline é confundida com a Carlotta pelo Blake, que é um Agente da Coroa, ou seja, trabalha para prender os traidores da coroa. Mesmo ela dizendo que não é a tal espiã, o Blake não escuta e a leva pra casa dele na tentativa de fazê-la falar. Como, assim que chega na casa, Caroline acha que seria uma boa se passar pela Carlotta por algum tempo, pra poder ficar ali e não ser encontrada pelo Oliver.

“– Onde há vontade, Srta Trent, há caminho.”

Essa confusão toda nos rende muitas cenas engraçadas, com dois teimosos apaixonantes. Após um tempo de convívio o Blake começa a se sentir atraído pela pessoa que acha ser a espiã e se repreende, a Caroline nem sabe bem o que sente. Imagine quando ele descobre que na verdade ela não é a Carlotta? E descobre graças a seu amigo, que também trabalha para a coroa, o James (marquês de Riverdale) que é um personagem incrível, engraçado e que se diverte muito com o casal, além de dar vários toques para o casal se acertar logo. Falando em personagens, há alguns que encantam muito o leitor e conseguem nos rende cenas bem divertidas, como os empregados e a irmã do Blake! Vocês irão adorar conhecê-los.

O bom dos livros da Julia Quinn é que a gente sabe como vai terminar, mas não sabe bem como ela desenrolará a trama pra dar o final esperado. O romance entre Blake e Caroline é muito fofo, mas sempre tem algum empecilho e em Como Agarrar Uma Herdeira é o próprio mocinho, o Blake, que já havia tido um outro relacionamento e que se culpa de alguma forma pela morte de sua ex e ele sente que esta atração e posterior amor é um tipo de traição, também tem a sensação de medo de perder a Caroline. As cenas deles dois sempre encantadoras e apaixonantes, é impossível não torcer pelos dois. Destaco a Caroline que foi uma protagonista incrível, daquelas que te cativam nas primeiras páginas, é do tipo forte, que ergue a cabeça e vai a luta, já que teve que se virar pra conviver com tutores horríveis. Algo que gostei muito também foi que ela tem um caderninho onde anota palavras que ela acha interessante e a cada novo início de capítulo nós somos apresentados a essas palavras, inclusive nesse livro não há um epílogo, só algumas palavras com descrições da nossa protagonista e através dela que a gente "descobre" o que aconteceu depois do fim.

“Pro.ce.dên.ci:a (substantivo). Origem, proveniência.Não posso alegar conhecer ou compreender a procedência do amor romântico, mas estou certa de que é alo que precisa não ser compreendido, mas apenas apreciado e venerado.– Do dicionário pessoal de Caroline Trent.

Além do foco no romance do casal, a trama também se desenvolve para os Agentes da Coroa, Blake e James, pegarem o Oliver que está traindo a coroa. Claro que a nossa protagonista, como morou com o Oliver, ajudará muito na captura. Mas não pensem que é fácil, certas cenas nos deixa aflitos e ansiosos para que dê tudo certo, já que há algumas cenas de suspense no decorrer do livro.

Sobre os detalhes: A diagramação interna está ótima, tamanho da fonte e espaçamento são agradáveis. Não encontrei erros.

Comentário final: Essa obra foi muito gostosa de ler, os personagens são cativantes, a narrativa fluí muito fácil e você é conquistado nas primeiras páginas. A história em si é muito apaixonante, vale super a pena ler. Super indico!

site: http://www.lendoeapreciando.com/2017/10/resenha-como-agarrar-uma-herdeira-JuliaQuinn.html
comentários(0)comente



Ciça 09/10/2017

Como Agarrar uma Herdeira
Caroline Trent é dona de uma herança que é digna de respeito, tendo em mente que seu pai era apenas um comerciante. Por isso não é nenhuma novidade que seu tutor faz de tudo para que ele consiga botar suas mãos nesse dinheiro. Quando digo tudo, falo sobre tudo mesmo. Oliver Prewitt é tão ganancioso que obrigou o filho, Percy, a se casar com sua tutelada. Entretanto, a última coisa que os dois querem é se casar, então em mais um ato de violência, Oliver obrigada Percy a tentar engravidar Caroline, ao contrário, ele mesmo fará isso.

E é em uma quarta-feira que Oliver libera todos os seus criados para que seu filho possa estuprar Caroline e ninguém ouça seus berros. O que Percy não esperava era que a moça fosse atirar nele até que o mesmo não pudesse fazer nada. Entrando em um acordo então, Caroline pega seus poucos pertences e foge de sua "casa".

Do lado de fora, Blake Ravenscroft está prestes a capturar Carlotta De Leon que supostamente estaria saindo da casa de Oliver, seu comparsa em crimes, o único problema é que ele ainda não conhecia o rosto da espanhola. Sendo aquela sua última missão como um Agente da Coroa, Blake decidiu dar tudo de si para finalmente se ver livre do Departamento de Guerra.

E é assim que Caroline é sequestrada.

[...]

Estava muito feliz e ansiosa para finalmente publicar uma resenha de um Romance de Época da Julia Quinn. Foi com ela que meu amor pelo gênero surgiu e é com ela que ele não irá se apagar. Para mim, ela é a melhor escritora do estilo e eu não consigo me desapontar. Até mesmo quando as obras não saem as melhores possíveis ela consegue escrever de um jeito tão magnífico que as histórias acabam não decepcionando.

Foi mais ou menos esse o caso de Como Agarrar uma Herdeira. Já vou logo avisando que, pra mim, esse livro não foi o melhor livro da escritora, mas isso não quer dizer que tenha sido ruim, ao contrário, eu estou completamente apaixonada pela história!

Como Agarrar uma Herdeira me surpreendeu demais, não queria parar um segundo de ler. Comecei a leitura na semana da Bienal e, se eu não estava no evento, eu com certeza estava lendo o lançamento de Agosto da Editora Arqueiro.

[...]

Leia o resto no meu blog | As 365 Cores do Universo

site: http://www.as365coresdouniverso.com.br/2017/10/como-agarrar-uma-herdeira-resenha.html
comentários(0)comente



Carlinha - Paradise Books 09/10/2017

Como sempre, apaixonante!
"Você deve saber que é assim que as pessoas veem herdeiras... como uma presa a ser agarrada.[...] No entanto isso não tem importância, eu nunca me casarei."

Caroline Trent perdeu seus pais ainda muito nova, e acabou sendo enviada a um tutor que cuidaria dela até completar a maioridade, mas parece haver um certo problema com a jovem dama, todos os seus tutores parecem sofrer um fim trágico, e encontrar quem possa ocupar o cargo vem se tornando difícil. Uma herança foi deixada para a garota, que só poderá utilizá-la ao completar 21 anos e ser dona de seu próprio nariz, mas quando seu novo tutor arma um plano para ludibria-la a casar-se com seu filho de forma ofensiva e violenta, não resta a Caroline outra alternativa se não fugir, e no meio do caminho ser encontrada por um agente da coroa que pensa que ela pode ser uma espiã espanhola muito procurada, seu caminho vai mudar ao conhecer Blake Ravenscroft.

Manter uma fachada de um jovem cavalheiro na aristocrática sociedade londrina não tem sido nada fácil para o leal Blake Ravenscroft, o contratado agente da coroa, trabalha na descoberta de um possível traidor que tem passado informações para os franceses durante as guerras napoleônicas, e vê sua chance aumentar ainda mais ao capturar uma espiã muito procurada que pode levá-lo a desvendar todo esse caso. Exceto que Blake acaba de sequestrar a pessoa errada, e acaba de levar um tremendo de um problema pra casa, Caroline é tudo que ele não queria e não precisava em sua vida naquele momento, mas ao se ver envolvido até o pescoço pela dama, sua vida e seu coração podem ser mudados para sempre.



Mais um livro dessa autora incrível e rainha dos romances de época que tanto amo, para quem não sabe, esse foi o primeiro livro escrito por Julia Quinn, uma trama divertida e totalmente diferente dos romances de época que estamos habituados justamente por não se passar em meio a sociedade aristocrata do século XIX como é comum para a autora. Claramente vemos sua escrita muito mais leve, menos descritiva, e percebemos que essas são as palavras de uma autora iniciante, o que não diminui o livro, muito pelo contrário, ela surpreende o leitor com uma história de amor hilária e até mesmo misteriosa.
"Basta uma palavra dele para me colocar em um estado de agitação, e juro que não gosto nenhum pouco disso."
Caroline é impulsiva, divertida, não mede suas palavras e muito menos o seu sarcasmo, com uma língua mordaz ela vai levar Blake a loucura em suas discussões conforme ele descobre quem ela é de verdade e como pode ajudá-los a capturar o tutor dela e comprovar todos os seus crimes contra a coroa. A protagonista é completamente desastrada e parece que os infortúnios se sobrecarregam em sua vida de uma maneira muito dramática, o livro é recheado de situações cômicas e constrangedoras pelas quais ela passa, e seu relacionamento gato e rato com Blake torna a história ainda mais divertida.
"Ela era uma tentação constante e um lembrete doloroso de tudo o que fora roubado de Blake. Alegre, inocente e otimista, Caroline era tudo o que estivera faltando há tempos no coração dele."
Blake leva muito a sério seu trabalho como agente, e se fechou em uma bolha sem sentimentos após perder o grande amor de sua vida numa tragédia, agora ele tem sua mente completamente focada no trabalho, em realizar as ordens estabelecidas pela coroa, ele só não esperava que o desastre chamado Caroline Trent iria entrar em sua vida e transformá-la num delicioso caos. Suas brigas e discussões são hilárias, Blake tenta sempre se impor, mas ela não aceita ser domada, e por causa disso uma atração mutua vai acabar surgindo e os consumindo completamente.

Com uma história ainda mais espirituosa e completamente despretensiosa, Julia Quinn me surpreendeu ao abordar um romance de época de forma completamente diferente que seus outros romances, aqui não encontramos as regras e padrões da sociedade inglesa do Século XIX, é muito mais leve, com muito menos personagens mas ainda sim tão divertida quanto a saga da família Bridgerton. Se você também tem uma queda por essa autora precisa dar uma chance para esse livro encantador que vai arrancar muitas gargalhadas em lugares constrangedores.
comentários(0)comente



Cíntia Vianna 08/10/2017

Impecável assim como todos os livros de Julia Quinn.
Uma história envolvente e gostosa do inicio ao fim, sem falar que muuuito engraçada!!
comentários(0)comente



Paloma Casali 08/10/2017

Blog Ilusões Noturnas
Julia Quinn mais uma vez nos surpreendeu. Apesar de manter o padrão da mocinha forte, mas que está com problemas; e do mocinho que salva a mocinha, mas também tem seus próprios dilemas, ela usou uma forma diferente - como já contou a sinopse: Caroline é confundida com uma espiã e é sequestrada por um agente da coroa.

A leitura é super leve, engraçada e flui de forma maravilhosa. É impossível ler e não se apaixonar pelos personagens e pela trama.





"- Ah, maldição - disse ele, por fim. - Ela fica então. Mas quero que vocês dois saibam que desaprovo completamente,
- Você já deixou isso bem claro - ironizou James.
Blake o ignorou e arriscou um olhar na direção de Caroline. Má ideia. Ela sorriu para ele, um sorriso de verdade, que iluminou todo o rosto dela e parecia tão terrivelmente doce, e...
Blake praguejou baixinho. Sabia que estava cometendo um erro...
Santo Deus, ela o apavorava.", P. 73


Carolina ficou órfã cedo e acabou sofrendo na mão dos seus tutores, mas nem assim ela deixou de sonhar, de ser perseverante e de olhar os lados positivos das situações (mesmo quando eram bem difíceis de serem encontrados); uma mulher linda e que merece conquistar a sua família e o amor.

Blake é o mocinho ideal: lindo, confiante, correto, responsável, mas quebrado emocionalmente por causa de tudo que já viveu. Ele se culpa por coisas, mas que somente ele pode se libertar desse fardo.
....

>>>>>>>>>>> LEIA a resenha na Íntegra no blog!

site: https://ilusoesnoturnas.blogspot.com.br/2017/10/resenha-como-agarrar-uma-herdeira-julia.html#more
comentários(0)comente



Silvana 08/10/2017

Desde seu aniversário de vinte anos, há quase um ano atrás, Caroline Trent vem contando quantos dias faltam para ela obter sua liberdade. E agora falta pouco. Apenas seis semanas separam Caroline de não ser obrigada a viver mais sobre a tutela de ninguém. Sem falar que ela vai poder administrar a sua herança, que é uma fortuna considerável. Seu pai faleceu quando ela tinha dez anos e como ela já era órfã de mãe e eles não tinham nenhum parente próximo, Caroline foi confiada a um tutor. E por uma incrível série de infortúnios, ela já passou pela casa de mais tutores do que ela consegue contar. E cada nova experiencia foi pior do que a anterior. Ela já foi feita de escrava, já sofreu uma tentativa de estupro, o que fez ela começar a andar com um revolver, e até apanhou de um dos tutores que ficava violento quando bebia. Mas Oliver Prewitt, seu tutor atual, foi o que teve a pior ideia até agora: ele quer que Caroline se case com seu filho e assim a fortuna de Caroline ficará de posse da sua família.

Mas Caroline não chegou tão perto da sua liberdade para perder ela se casando com alguém que ela não suporta, por isso ela não aceitou o casamento. Então Oliver teve a brilhante ideia de comprometer Caroline, assim ela teria que se casar querendo ou não. Ele deu folga a todos os criados e deixou Caroline sozinha na casa com seu filho Percy. O que ele não imaginava era que Caroline tinha um revolver e ela não hesitou em atirar em Percy. Mas sua mira não é lá essas coisas e ele só ficou ferido no ombro. Então Percy, que também não queria esse casamento, sugere que Caroline fuja e que ela só volte quando já tiver completado os vinte e um anos, porque seu pai está determinado a ter sua herança e vai fazer de tudo para conseguir colocar as mãos nela. E é isso que Caroline faz. Mas ela não tem tanta sorte, porque ela mal saiu da propriedade quando é capturada por um homem vestido todo de negro que chama Caroline de Carlotta De Leon.

O homem é Blake Ravenscroft, que trabalha a sete anos para o Departamento de Guerra e há seis meses ele está de olho em Oliver, que vem contrabandeando mercadorias da França e permitindo que os espiões usem seu barco para entrar na Inglaterra. Blake está a procura de uma espiã especifica, Carlotta De Leon, que pelas circunstancias ela acredita ser Caroline. Além de estar saindo da casa no meio da noite as escondidas, ela ainda está armada. Caroline poderia ter esclarecido as coisas assim que foi capturada, mas pensando bem, Blake está ajudando em seu plano de fuga. Por isso Caroline não revela sua identidade e é levada por Blake para a casa dele. O plano é fazer "Carlotta" entregar Oliver antes de entregá-la para as autoridades. Mas Caroline tem outros planos e então começa um jogo entre os dois. Enquanto Blake tenta fazer Caroline confessar algo que ela nem tem ideia do que seja, Caroline vai enrolando como pode para não ser descoberta. E enquanto isso a atração entre os dois vai crescendo e pode acabar em algo que nenhum dos dois esperava.

" — Eu disse a eles que queria parar — resmungou Blake, enquanto subia as escadas. — Mas eles me ouviram? Não. E o que eu consegui? Não foi empolgação nem fama nem fortuna. Não, em vez disso consegui... ela.
James encarou o amigo com uma expressão pensativa.
— Se eu não o conhecesse, diria que está apaixonado."

Nunca pensei que fosse escrever uma critica negativa de algum livro da Julia, mas aqui estou eu, prestes a fazê-lo. Desde que li a série Os Bridgertons, a autora me ganhou com suas histórias românticas, com seus personagens despojados e principalmente com as cenas engraçadas. Depois veio o Quarteto Smythe-Smith onde eu gostei bastante de alguns livros e de um especificamente nem tanto assim. Mas no geral foi uma boa série e que ainda fazia jus a autora. Então quando vi essa nova série Agentes da Coroa sendo anunciada (nova aqui no Brasil, mas ela foi escrita antes de Os Bridgertons), e vi essa capa maravilhosa, fiquei morrendo de vontade de ler e comprei na pré-venda mesmo e quando chegou furei a fila. Infelizmente acabei me decepcionando e muito com a história.

Acho que quando a gente lê muita coisa de um mesmo gênero, acaba elevando o padrão e algo que poderia ser considerado bom se tivesse sido lido antes, acaba sendo comparado com todos os outros lidos antes dele e se ele não estiver em um patamar elevado, com certeza a história vai acabar sendo decepcionante e considerada não tão boa assim. Acho que esse foi um dos problemas para eu não ter gostado tanto assim do livro. Ainda mais que acabei de ler uma série de época magnifica da Sarah MacLean e acho que comparei as histórias. E também vi na contracapa a seguinte frase: "Um dos livros mais românticos e engraçados de Julia Quinn." Engraçado ele até que foi, até certo ponto. E romântico, acho que quem escreveu isso não leu o livro ou não sabe o que é romantismo.

site: https://blogprefacio.blogspot.com.br/2017/09/resenha-como-agarrar-uma-herdeira-julia.html
comentários(0)comente



C. Aguiar 08/10/2017

Caroline Trent passou a vida toda indo de um lar para o outro após ter ficado orfã muito cedo. Seus tutores nunca foram agradáveis e por todos os lares que passou ela sempre teve uma vida miserável. Quando Caroline chegou a casa de Oliver Prewitt ela percebeu que o homem estava começando a ficar obcecado com a herança da jovem, mas para manter o dinheiro sob posse dele o mesmo precisava que Caroline casasse com o filho dele - só que isso nunca aconteceria.

Então Oliver acaba dando uma noite de folga para os empregados e deixa seu filho com uma única missão, ele precisa violar Caroline para que eles possam se casar e assim a herança da jovem estará em seu poder, mas as coisas não saem nada como ele imagina. Então começamos a leitura com Caroline fugindo depois de dar uma bela lição no filho de Oliver.

Após sua fuga, a jovem é capturada por Blake. Ele acha que ela é a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon e apesar de Caroline estar nervosa com toda a situação, ela não irá reclamar. Afinal, ela precisa ficar escondida por algumas semanas até completar 21 anos e só a partir daí ela poderá controlar sua própria herança.

Blake acaba sentindo-se atraído por "Carlotta" e isso não é nada fácil, afinal ela é uma espiã perigosa e ele precisa descobrir o que ela estava fazendo ali, a segurança do país depende disso.
Caroline não está com pressa de ser desmascarada, afinal ela está muito bem escondida de seu tutor onde se encontra, mas será que a farsa durará tanto tempo?

O casal acaba brigando o tempo todo por diversas coisas, pois Caroline sente a necessidade de ajudar Blake e ele não gosta dessa ideia.
Os dois sentem uma atração avassaladora, mas devido ao passado de Blake eles não conseguem viver essa paixão, pois o mesmo vive atormentando-se com acontecimentos que não podem ser consertados.
O homem fica constantemente atormentado durante a leitura, mas pelo visto ele não vai conseguir impedir seus sentimentos por muito tempo.

O livro é divertido, envolvente e com certeza me surpreendeu. Apesar de dar uma destoada em um momento, a leitura não ficou enfadonha.
O livro tem uma pequena mudança de clima quando alguns fatores são revelados, mas nada que atrapalhe a leitura.
Gostei muito do casal e me diverti bastante com os personagens secundários, principalmente com James que será um dos protagonistas do próximo livro.

Essa foi a primeira vez que li algo da autora - sou nova no gênero - e só tenho elogios a tecer pela escrita da mesma. Li o livro em pouco tempo e não consegui me concentrar em outras coisas até finalizar a história, com certeza fui "pega de jeito" pela autora e em breve pretendo não só ler o próximo livro, mas como também outras séries que ela escreveu.

Inclusive preciso citar que em cada começo de capítulo temos uma palavra nova do dicionário pessoal de Caroline, no qual ela faz questão de empregar novas palavras ao seu vocabulário sempre que possível.
Gostei muito da capa e a diagramação está excelente, contudo achei um único erro de gramática que não incomoda, mas que vale a pena ser citado. Talvez o erro tenha passado despercebido visto que trata-se apenas de uma única letra faltando em uma palavra.
No mais não tenho nada para reclamar do trabalho gráfico feito na obra.

site: http://www.seguindoocoelhobrancoo.com.br/
comentários(0)comente



61 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5