O caminho para casa

O caminho para casa Kristin Hannah




Resenhas - O Caminho Para Casa


173 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 |


Camila 24/09/2020

Kristin sempre dá um show
Mais um livro dela que devoro! Uma história envolvente, emocionante, e apesar de já saber qual seria o fim previsível, fiquei tocada com a forma que se desenvolveu a história. Recomendo!
comentários(0)comente



@leitoraincomum 11/10/2012

Emocionante
Resenha postada no blog Leitora Incomum, não reproduzir sem autorização ou os devidos créditos
http://leitoraincomum.blogspot.com.br/2012/10/resenha-o-caminho-para-casa.html


Quando terminei esse livro ele estava tão infiltrado em mim que levei quase uma semana para conseguir me desligar dele e começar outro, não sei nem como expressar como me senti ao ler a última linha, era como se a partir dali eu fosse ficar orfã. Então prepare-se, devido ao meu grau de envolvimento, esta resenha pode parecer confusa em alguns momentos, acho muito difícil escrever sobre algo que eu goste muito.
As protagonistas Jude e Lexi, não tem nada em comum e quando as suas vidas se cruzam confesso que não consegui imaginar como seria o desenrolar dessa relação.
Jude é uma super mãe, dedicada e batalhadora e que faz tudo pelos seus filhos gêmeos inseparáveis: Mia e Zach. Ela tem medo de não ser boa para seus filhos, mas isso vai além do que toda mãe pensa pois ela tem marcas em si por conta do seu relacionamento fracassado com sua mãe após a morte de seu pai quando era criança. Isso torna ela egoísta e obsessiva, chegando até a deixar que seu amor e proteção a ceguem em alguns momentos em que ela precisa além de ver, se colocar no lugar dos filhos.
Lexi é uma jovem pobre que após passar por muitos lares provisórios devido ao comportamento perturbado de sua mãe, fica orfã. Consegue enfim encontrar um lar, vai morar com a tia e a partir de então consegue entender o que é o amor e ter uma família.

Uma sensação curiosa tomou conta de Lexi. Era como o leve bater de asas de passarinho, uma emoção tão estranha que ela não a reconheceu de imediato.
Esperança.
Página 15


Seus caminhos se cruzam no primeiro dia de aula de Lexi, Mia e Zach no ensino médio, quando as garotas se tornam melhores amigas por pensarem bem parecido em relação aos círculos sociais escolares: elas não dão a mínima. Zach por outro lado, balança o coração de Lexi também a primeira vista, apesar de ser o tipo de garoto que ela se manteria a distância, popular, com corpo atlético e rodeado de garotas. Inevitavelmente, os três se tornam inseparáveis e passam pela transição entre serem adolescentes despreocupados e escolherem a profissão e a universidade que vão frequentar para se tornarem adultos juntos e com a supervisão implacável de Jude que faz de tudo para ter os jovens sempre por perto e se torna uma referência sobre maternidade para Lexi.
A única coisa capaz de abalar a linda amizade de Mia e Lexi, está longe de ser a diferença social. Quando Zach assume seu amor pela melhor amiga da irmã, a relação dos três fica estremecida por que Mia tem medo de ser abandonada pelos dois e ficar sozinha se tudo der errado entre os dois porque isso já aconteceu uma vez, mas eles prometem que agora tudo será diferente e nada vai abalar esse amor puro que os une.
Em meio a conturbada despedida na última festa antes de irem para faculdade, o destino prega uma peça imprevisível na vida de todos quando eles se envolvem em um grave acidente com danos irreparáveis na vida de todos e traçando um destino totalmente diferente de tudo que eles haviam planejado. Tudo que Jude fez para protegê-los nesses 18 anos parece ter sido em vão e seus piores pesadelos se solidificam em questão de minutos quando eles demoram a chegar da festa.
Em O caminho para casa, a autora nos presenteia com uma estória próxima da realidade em um drama familiar cheio de conflitos com um início perfeito, um desenrolar emocionante e um final longe de previsível. As principais personagens, Jude e Lexi, tem muito em comum já que ambas não tiveram uma boa relação com suas mães, mas uma tem o que a outra não possuí mais que é a chance de tentar de novo, já que a mãe de Jude ainda está por perto. No início, achei que isso que seria desenvolvido no decorrer do livro, mas a partir da festa que muda tudo na vida de todos, é que pude entender a riqueza trama: o drama de uma mãe que sempre protegeu os filhos o máximo que pode se sentir impotente diante de alguma coisa.
Jude surta, não consegue mais discernir entre o certo e o errado, e isso a torna uma pessoa completamente perturbada, mesquinha e egoísta. Aquela que até ali era um exemplo de mãe e amorosa, se torna uma pessoa completamente amarga. Pra mim foi impossível não amá-la e odiá-la, sendo mãe mesmo que de uma criança eu consegui me colocar no lugar dela, mas também não consegui concordar com a sua escolha de não seguir em frente.
Jude fitou os olhos azuis do homem e viu lágrimas. Aquele estranho estava chorando por ela, e então a verdade implacável e fria se solidificou em seu âmago.
Página 142


O conto de fadas interrompido desses três jovens com um futuro brilhante pela frente, me fez chorar e ter a certeza que nem nos livros a vida consegue ser melhor em algumas circunstâncias e o quanto a gente se preocupa com banalidades nessa transição como a distância que ficaremos do nossos amigos quando sairmos da escola e partirmos para a faculdade.
Os personagens vão aprender o poder de suas escolhas de uma forma dramática e precisaram rever seus erros para se perdoar e perdoarem os outros. Eu chorei em vários momentos, não conseguia desgrudar do livro e ficava pensando nele quando tinha que interromper a leitura para trabalhar por exemplo. Ficava em mim um vazio em cada perda que um personagem sofria ou uma escolha que eu não aprovasse. Posso dizer que vivi intensamente todas as páginas.
A narrativa é totalmente em terceira pessoa e em alguns momentos até poética, o que nos possibilita enxergar como um expectador ativo todas as cenas, mas não deixa nenhuma lacuna de sentimentos e não nos afasta do drama dos personagens que se solidifica a cada página. A diagramação em páginas amarelas, mas com letras pequenas, pode dificultar um pouco a leitura - pelo menos eu ainda não me adapto muito bem as letras pequenas - porém o envolvimento que o leitor fica com a estória faz isso quase passar despercebido.
Recomendo a leitura para mães, pais, filhos e filhas, ninguém vai se decepcionar.

Em um mar de lamentação, havia ilhas de bênçãos, instantes no tempo que nos lembravam do que ainda tínhamos, em vez de tudo o que tínhamos perdido.
Página 142

comentários(0)comente



Eliane Maria 10/10/2013

Minhas impressões do livro : O Caminho para Casa - Kristin Hannah
Nos primeiros 30% do livro achei que se tratasse de um romance água com açúcar, problemas normais de adolescentes com mãe super protetora, onde numa noite , seus piores pesadelos se concretizam.
Mas essa estória me surpreendeu, pois foi sendo acrescentado gradativamente problemas alguns comuns, outros nem tanto, nos relacionamentos das famílias e personagens existentes no drama. Fazendo com que eles fossem levados a viver sentimentos muito intensos, que iam do amor ao ódio, da excessiva culpa ao perdão .
Guinadas e mais guinadas vão mudando o destino de cada personagem. Essa autora passa ao leitor com muita perfeição e delicadeza esses sentimentos de dor, que não são fáceis de suportar.
Situações apresentadas no romance, me fez refletir muito no meu modo de tratar aos que me cerca. É uma estória muito forte e sofrida, mas ao mesmo tempo é linda. Para pessoas mais sensíveis, irá arrancar algumas lágrimas. Ler O Caminho para a Casa foi muito gratificante para mim. Era como se eu fosse Judi ou minha irmã passando por aquele problema. Já estou com saudades dos personagens. rsrsr
comentários(0)comente



Valdirene 22/10/2012

leia este livro
Tá em dúvida de escolher esse livro ou não? Só tenho uma coisa a dizer, leia o mais rápido que puder. Não conhecia essa autora mas desde já ela passou a ser uma das minhas favoritas. E olha que ganhei esse livro na cortesia do skoob. Vc vai dizer está fazendo média só pq ganhou, vai dizer que é bom. Não. O livro é lindo e muito emocionante. É muito dificil me emocionar com leituras, mas em várias partes do livro não me contive. O melhor livro que li este ano sem duvida.
comentários(0)comente



Gleise 24/09/2013

Como nunca ouvi falar desse livro antes?
A ligação de 3 amigos e um fato que mudou a história deles. Um perdão tão simples, mas tão difícil de se dar. Um final que foi incrível e me ensinou que o poder de falar aquilo que você sente, mesmo tendo o receio de ser rejeitada.
Chorei feito uma criança, com direitos a falta de ar de tanto chorar.
Não tem como falar sobre o livro sem soltar spoilers, só digo que simplesmente amei.
Leitura que me prendeu desde as primeiras páginas e foi a mais fast de todas que tive.
comentários(0)comente



martinha 24/09/2012

Lágrimas que valem a pena
Lindo, fascinante, extremamente comovente.
Uma história que faz pensar sobre o quanto o ser humano é frágil e como a vida é imprevisível; quanto o preconceito pode marcar uma vida e como o amor pode restaurá-la.
Ler "O Caminho Para Casa" me fez pensar que perdemos muito tempo com coisas tão sem importância, que deixamos de dar valor às coisas e às pessoas que realmente importam para nós.
Uma frase resume bem a mensagem da obra: "Em um mar de lamentação, havia ilhas de bênçãos, instantes no tempo que nos lembravam do que ainda tínhamos, em vez de tudo o que tínhamos perdido" (p.351).

A aquisição de uma caixa de lenços é um bom investimento para acompanhar o livro.
comentários(0)comente



marcia 16/12/2012

Esse livro é maravilhoso. Li num dia. Chorei muuuuuuito!!! Essa autora foi muito feliz ao descrever as emoções, a dor da perda. Foi de uma sensibilidade incrível! Adorei!
comentários(0)comente



Fernanda 28/08/2020

O caminho para casa: uma história de amor e perdão
Este livro me fez chorar em vários momentos. A história foi trazida com sutileza, mas não demorou em mostrar os espinhos que a vida tem. Lindo e trágico. Um romance com todas as minúcias da tragicidade e do amor.

No início Lexi era só uma garota com um passado de sofrimento e criada em lares adotivos temporários que chegou a Pine Island e logo se tornou amiga de Mia e Zach. Mas com o tempo foi amadurecendo, se apaixonando, criando planos e num ímpeto de impulsividade faz uma escolha errada. O destino de Lexi e dos Farraday muda drasticamente e só o tempo é capaz de mostrar a importância da coragem necessária para perdoar as pessoas que amamos.

O livro aborda questões profundas sobre a maternidade, o amor e o perdão. E mostra que o destino, apesar de implacável, pode transmitir a delicadeza e a perfeição das nossas dores.

P.S.: preparem os lencinhos.
comentários(0)comente



Elves ºº 06/06/2013

Riiiiiios de lagrimas...kkkkkkkkkkkk
Que me lembre, somente A menina que roubava livros conseguiu me fazer chorar, mas mesmo assim foram algumas lagrimas... Mas em O caminho para casa é impossível vc não chorar,se revoltar, tomar as dores dos personagens, compreender suas dores e temores.
Comprei o livro e decidi ler sem muita empolgação. Mas me surpreendi com a estoria e a narrativa da autora. Um livro cativante, reflexivo, angustiante. O que parecia um romance adolescente nos primeiros capítulos, se tornou um livro cheio de dores e necessidades de perdão.
Tem que ser muito duro de coração pra não se emocionar com a história dessa familia.
comentários(0)comente



Viver e Ler 31/08/2020

Perfeita contadora de histórias
Mais uma linda história que Kristin Hannah nos presenteia. Me emocionou e me levou as lágrimas em muitos capítulos. Eu ainda não li um livro dela que não tenha mexido com a minha alma. Belíssimo, leia e preparem o coração para fortes emoções.
comentários(0)comente



day 07/11/2012

uma maravilhosa aventura ao país das lágrimas!!
Posso dizer com certeza que esse livro entrou na lista dos melhores livros que eu li na minha vida.
O livro é simplesmente fabuloso,bem escrito e te envolve desde o primeiro capítulo.
O livro me tocou profundamente pois me senti muito parecida com a personagem Lexi em alguns aspectos.
Fala da história de amizade e amor entre a Lexi,uma menina pobre,orfã e filha de uma ex -presidiária que morreu na frente da filha de overdose.
Uma menina que sofreu muito e que conheceu a menina loira e retraída chamada: Mia,que era irmã gêmea do menino mais cobiçado e lindo da escola o Zach.
Daí nasce uma das histórias mais tocantes que já li na minha vida.
Zach e Mia tinham pais maravilhosos a linda e dedicada mãe Jude e o pai médico bem sucedido Mills.
A dedicação da Jude ao filhos é algo maravilhoso,uma mãe exemplar.
A parte muito tocante do livro também se refere a maternidade,ao amor de uma mãe por um filho,do que uma mãe é capaz de fazer para ver seus filhos felizes.
O livro mexeu muito comigo pela Lexi a qual eu me identifiquei ,e pela jude que lembra minha relação com minha amada mãe que morreu a quase dois meses.
O livro é cheio de surpresas e reviravoltas,você sente pena,amor,comoção e até raiva em alguns capítulos.
Mais o livro é pura emoção.
maravilhoso!! amei demais e recomendo.
comentários(0)comente



L 24/06/2013

Kristin Hannah tem livros incríveis e esse é um dos meus preferidos. A protagonista sofre bastante, é uma história triste, mas maravilhosa.

Já li jardim de inverno, o caminho para casa, quando você voltar, lembranças de nós dois, entre irmãs, e além da esperança. Os três primeiros são excelentes, quem ainda não leu, leia! Os outros também são bons. O mais fraco é o último, mas soube que a versão que eu li foi publicado como livrinho de banca e deceparam "só" umas 150 páginas do livro(sacanagem).

Enfim... Pelo que vi, ela tem mais livros, mas sem tradução para o português. Provavelmente lerei em inglês mesmo, porque não aguento esperar alguém publicar por aqui.
comentários(0)comente



Manu 07/06/2013

O caminho para casa
Caminho Para Casa - Para Uma Mãe, a Vida Traz Uma Série de Escolhas Difíceis - Kristin Hannah

"O caminho para casa" é mais que um drama,é um livro sobre lição de vida que conta a história de Jude,esposa de Miles e mãe de um casal de filhos gêmeos,Zach e Mia,no qual desde o momento em que ambos nasceram,ela faz de tudo para ser uma mãe perfeita e protetora.Quando eles chegam ao ensino médio,é o momento em que Jude sofre uma grande tensão pelas preocupações peculiares de uma mãe de adolescentes.Do outro lado da história,se encontra Lexi,uma garota que diferente de Zach e Mia,não teve nada desse amor e proteção que os gêmeos sempre tiveram.Filha de uma mãe drogada,Lexi ja havia passado por sete lares adotivos e quando sua mãe morre,ela vai morar com uma tia-avó que nem sabia que existia.É nesse espaço de tempo que ela vai estudar na mesma escola de Mia e Zach e a partir daí,surge um grande laço de amor e amizade entre os três,onde Lexi se torna a melhor amiga de Mia e o grande amor de Zach.O tempo vai passando e esse laço vai se fortificando cada vez mais,até que um dia uma escolha mal feita,traz uma tragédia que faz com que o destino de todos os personagens envolvidos na trama mude completamente.
É difícil falar ao certo o impacto que esse livro me causou,pois em cada capítulo eu era pega de surpresa de uma forma que quase me deixava sem ar.Os temas abordados nesse livro,falam de amor,amizade,escolhas,perdão e caem como luva tanto para jovens,quanto para adultos.
É o tipo de história que faz você refletir sobre a vida e se perguntar como você agiria em determinadas situações.Com certeza irá arrancar muitas lágrimas de quem o lê,pois além de ser uma história forte,os acontecimentos são tão intensos que faz você pensar muitas vezes que também faz parte da história.É muito fácil eu me apegar a um livro,mas "o caminho para casa" vai além disso.Quando terminei a leitura minha vontade era que todas as pessoas que eu conheço,lessem esse brilhante drama para que experimentassem o mesmo sentimento que eu experimentei.Não canso de dizer que compartilhar dessa leitura foi um presente pra mim,cada personagem ficou gravado em mim de uma forma que me fazem falta.É a primeira obra que leio de Kristin Hannah e me sinto sortuda em ter começado tão bem,pois ela me mostrou ser uma autora extremamente talentosa que sabe conduzir os fatos de uma maneira impecável.Enfim,"o caminho para casa" se tornou sem nenhuma dúvida um dos meus livros favoritos e eu me vejo no dever de recomendar essa grande obra prima.
Então,não percam tempo e boa leitura!
=D
comentários(0)comente



Josiane.Castro 15/01/2021

Esse é para chorar
O tipo de leitura que nos faz chorar demais e avaliar a justiça e as injustiças da vida ! Respira fundo e vai! Boa leitura
comentários(0)comente



Mel 27/04/2013

A narração é um pouco forçada, mas a história é linda!
Leandro 13/07/2013minha estante
Já estava me perguntando se somente eu havia achado a narrativa cansativa...




173 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 |