Encontrada

Encontrada Carina Rissi




Resenhas - Encontrada


581 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Fernanda 09/09/2014

E mais uma vez embarcamos nas aventuras do seculo 19.
Sim . Sophia desistiu de tudo, e foi em busca do seu grande amor.
O livro Encontrada é legal.Mas assim como acontece com outras series. O primeiro livro foi muito melhor. Talvez julgando pelo fator surpresa . Não sei.

O fato é que eu percebi na Sophia a Alicia de procura-se , elas são personagens iguais. So mudam de livro, nome e parceiro. Sophia não me cativou muito.Aliás não me catvou foi nada .Chata, cabeça dura e infantil. Achei-a sem tempero para uma protagonista e em muitos momentos uma narrativa lenta e um tanto iniciante.
Outra familiaridade., é a empresa de cosméticos , mesmo que tenha levado muitosss capítulos até essa descoberta.*Cosméticos * tbem presentes nesse livro Encontrada
Não estou dizendo que o livro seja ruim.Mesmo porque tive um bom tempo lendo-o. Leve. Divertido. Mas sem grandes proporções.
As vezes penso que sou louca por que diante a febre desse livro e o fato que Perdida me encantou. Eu tinha expectativas demais. E estas não foram supridas.
Continuo apaixonada pelo Ian.E isso só me faz lamentar ainda mais pela ausência de um pov SÓ DELE. ...Ta ta ta já sei futuramente a autora vai escrever e honestamente, não sei se isso me agrada. Esse lance de ir lançando livros com povs diferentes, além de repetitivo me parece mercenário. Os livros já tem uma multidão em massa acompanhando.. Ou seja. Mais uns 156799 livros lançados não fará diferença pois essa mesma multidão vá compra-Los. Compreendem o que eu digo.?
Como eu disse, ou sou anormal ou muito exigente. Mas não foi dessa vez que me senti extasiada lendo um livro. Até porque não apreciei o prometido romance.Assim como poucas cenas foram agradáveis de se lê. Na maioria delas.Sopbia insegura..Sophia estabanada... Sophia se metendo em confusão. .Sophia isso.. Sophia aquilo..Argh!!!Muito cansativa essa busca pelo FELIZES PARA SEMPRE.... A gravidez passou batidam.O nascimento da criança foi ZERO EMOÇÃO. E O final teve momentos que algumas pontas ficaram soltas. Não posso falar por que se não perde a graça. Mas leitura é isso. As vezes agrada à alguns, e outros nem tanto.
Aline 12/09/2014minha estante
Oi Fernanda! Nossa eu achei que eu tinha sido a única pessoa que não tinha gostado tanto assim da continuação. Da mesma maneira que você eu AMEI "Perdida" e também tive expectativas lá em cima por "Encontrada" e claro não foram supridas!! Também concordo o fato de que o lançamento de vários livros sobre uma história seja repetitivo e mercenário!!
Nossa, parecia que eu estava lendo meus pensamentos na sua resenha!!
Confesso que quando terminei o livro me senti meio peixe fora da água, e é bom saber que não fui a única a ter os mesmos pensamentos.
Beijos! :)


Fernanda 12/09/2014minha estante
Pois é,ALINE.
Acho estranho esse tanto de avaliações com 5 estrelas. Não que seja ruim, longe disso.Mas achei que faltou consistência na trama. E a narrativa da Carina,se prende demais nas paranoias sem sentido da Sophia(um desperdício na minha opinião).Acho,que em termos de narração.A autora deveria experimentar narrar na terceira pessoa..mas assim não deve interessar né?..por que se não perderia a chance de publicar mais e mais livros com povs diferentes. rsrs
Realmente,perdida foi excelente. Talvez por ser novidade.Sei lá.
Por que não parar por ai?..E lá vem mais um monte de livros pra dar sequência. Acho isso um tanto capitalista.
Enfim,bom saber que alguém compartilha das mesmas impressões que eu.
Bjos querida.


Danielle 13/09/2014minha estante
Tirou as palavras da minha boca. Exceto pela parte de decepção. Pois desde o início venho dizendo que Sophia e Alicia pareciam uma coisa só. Não me decepcionei porque não esperava grande coisa deste.
E quanto a nova mania das autoras de lançar um pov atrás do outro. Só me faz descrençar ainda mais


Fernanda 15/09/2014minha estante
Pois é, Danielle E u esperava tanto desse livro. Tão ruim quando isso acontece neh?
Até agora estou sem entender o porque de tanto alarde.
Alguma coisa não funcionou. .Talvez.o romance tenha se perdido.. Preferiria se a história tivesse terminado em PERDIDA.Decepção é o meu sobrenome.No momento.


Paula 17/09/2014minha estante
Concordo com tudoooo! E diante disso só posso dizer...''Carina, por favor, não mexa mais nessa história''! Esses é o problema dos autores atuais eles não entendem que um grande sucesso foi perfeito porque acabou ali, o que foi dado foi suficiente para ser inesquecível para os leitores e dar continuação pode estragar (na maioria das vezes)!


Fernanda 18/09/2014minha estante
Paula.. Penso q na mente capitalista das autoras
, elas enxergam $$$ com essa questão de pov fulano e pov siclano uma forma de obter vendas.. e nos dias de hoje infelizmente, a maioria das autoras estragam o livro com esda história de continuação


aninha 04/02/2015minha estante
Gente eu li perdida e como todos amei! queria comprar encontrada, mais ja imaginava que seria chatim...pois o primeiro livro ja tem cara de final! de felizes para sempre rs, não gosto de comprar livros que tem sequencia, tipo acho que o nosso bolso vira escravo kkkkk quando comprei nem imaginava que continuava, bom talvez eu procure para baixar na net, ja que parece ser sem sal e açucar...


Lili 17/09/2015minha estante
Eu pensei que esse livro jamais acabaria!Achei essa continuacao desnecessaria, ha uma certa altura ficou macante e repetitivo!Essa mania de series e trilogias,nem sempre dao certo!so se levarmos em conta o dinheiro que a editora e autores recebem,porque para o leitor na maioria das vezes so ficam as sensacoes de perda de tempo e de ter jogado dinheiro fora!Ufa!consegui terminar me obrigando a ir ate o final e pulei algumas paginas desnecessarias,chatinho! bem chatinho!


Bina 13/11/2015minha estante
Kkkkkkkkk! Eu adorei o livro, mas respeito a sua opinião, achei engraçado o final da sua resenha: A maioria delas Sofia insegura..Sofia estabanada... Sofia se metendo em confusão...
Me diz quando que a Sofia não é assim? Até no Perdida ela fica insegura (em relação aos seus sentimentos pelo Ian e a vontade de voltar para o seculo 21), estabanada (as gafes que ela cometia a todo momento quase me faziam rolar de rir) e se mete em confusão (essa é quase uma caracteristica propria dela, se perder no seculo 19, apaixonar - se por um homem dali, se enganar em relação ao Santiago, fugir quando o Ian não acredita nela, etc...) você descreveu a Sofia quase por inteiro em três simples palavras. São esses 'defeitos' que a tornam tão divertida e cativante. Reconheço que deviam ter explorado melhor a gravidez dela (mas do que obvia depois dos desmaios), mas achei que houve sim emoção no nascimento da Marina, com o Ian se recusando a cumprir a tradição (que é pra lá de estranha diga - se de passagem) e quase arrebentando a porta apenas para ficar junto dela, que me vem com o 'me trate como uma égua' quase morri de rir nessa parte, tinha que ter um corte comico da Sofia no meio de tanta tensão. Kkkkkkkkkkkkkkk!
Enfim, o livro teve altos e baixos, mas eu gostei bastante, espero que você goste do Destinado, pois é todo narrado pela visão do Ian. Beijos e boas leituras!


Lili 28/11/2016minha estante
Eita, um aviso de spoiler cairia bem aqui! Gravidez, nascimento da criança...


Danni.Souza 30/11/2016minha estante
Nossa, concordo com tudo. CHATO e repetitivo. Gostei demais de "Perdida" mas essa continuaçao pelo amor. Eu não sou muito fã de romances açucarados mas em perdida acho que fazia sentido todo o drama e a explosão de sentimentos da Sofia , porém em "Encontrada" tudo só se torna extremamente maçante e chato. Mil vezes as várias descrições melosas e todo um drama muito desnecessário. Amei os outros personagens, mas a Sofia foi uma baita de uma mala nesse livro, pulei várias páginas porque não aguentava mais e como não consigo me forçar a abandonar o livro continuei a leitura. Decepção.


silvana drumond 08/04/2017minha estante
concordo com vc fernanda e ainda acho que está pegando leve, meu maior problema com esse livro, na verdade desde o primeiro é o vocabulário da Sophia, me irrita tanto que me apaga as coisas boas, as gírias, ela ficar espantada porque as pessoas ao redor não conhecem coisas do século XXI, só estou lendo porque esse livro foi caro, mas também será o ultimo dessa série e dessa autora....


Nay 04/03/2018minha estante
Concordo! Gostei muito do primeiro livro, mas minhas expectativas quanto ao segundo livro não foram supridas. :( O resultado foi que quando cheguei na metade, um pouco mais de 300 páginas, não tive vontade de continuar e acabei desistindo até agora, no momento abandonei, quem sabe um dia eu volte a ler ou o releia novamente.


Mah corazza 13/12/2018minha estante
Mais uma vez maravilhosa sou muito apaixonada por esse livro muito sensivel, romantico e cativante mais sem nunca perder aquela dose de humor caractrisca marcante da nossa amada sofia não tenho palavras pra espressar como amo esse livro.


Renata.Pereira 04/03/2020minha estante
Como que faz pra passar as páginas?


Renata.Pereira 04/03/2020minha estante
Comecei hoje


Carol Lourenço 19/05/2020minha estante
Falei a mesma coisa na minha resenha....ô personagenzinha irritante....ela praticamente acabou com o livro sozinha.
Tô meio traumatizada com o nome "Sofia"....quando eu ouço me dá um certo destempero.


Michela 16/07/2020minha estante
Comecei a ler ontem, e já sinto tudo isso que vc está descrevendo.
Uma pena !
E ainda tem mais três livros da série, espero que os outros três me surpreenda.




Debs 19/08/2020

Levemente decepcionante
O primeiro foi tão maravilhoso que me frustrei um pouco com essa continuação.

Achei arrastado, com muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, porém, sem muito propósito.
Com partes excessivamente repetitivas. Até 60% do livro quase todos os capítulos terminaram do mesmo jeito, com palavras diferentes mas com frases que possuíam o mesmo significado.

Perdi tanto a paciência com a Sofia que quase desisti da leitura. Por vezes ela agiu como uma adolescente de 17 anos.

Ela simplesmente não se esforçava e não aguentava mais ler "valeu".
Pelo amor de Deus, até para alguém do século 21, foi complicado engolir. Pq no meu trabalho não saio falando "valeu" para os clientes ou os chefes. É uma questão de bom senso.

Enfim, Ian continua encantador, mas tbm não curti algumas pequenas atitudes.

Se houvesse mais diálogo, o livro teria 100 páginas, pois tudo seria facilmente resolvido :)

Tbm achei cansativo essa representação do amor. Afinal, a Sofia nem olhava para o caminho quando via o Ian. É bonitinho, mas exagerado.

Cassandra é um saco, mas ficou claro que foi colocada apenas para gerar atrito.

Elisa continua maravilhosa! Zero defeitos!

Para finalizar, até 70% do ebook, não estava curtindo nem um pouco, e enquanto o primeiro eu li em menos de 24hrs, esse eu arrastei por quase 4 dias.

Mas o final valeu a pena. Foi lindo, tocante e surpreendente!

Sim, mesmo com vários pontos que não gostei, Ian e Sofia se tornaram um dos meus casais preferidos S2
comentários(0)comente



Aelita Lear 05/08/2020

Definitivamente, virei fã da Carina Rissi
Perdida já foi uma surpresa enorme para mim, e Encontrada apenas consolidou minhas impressões sobre a Carina Rissi. Esse livro foi maravilhoso, conseguimos ver um lado mais humano do Ian, o que foi muito legal. Dessa vez, vários conflitos aconteceram entre o casal, e a emoção foi muito grande, o peito doeu em vários momentos. E o fim foi sensacional. Amei demais e recomendo a leitura. Estou quase engatando no próximo livro, haja disciplina!!
comentários(0)comente



Marii 26/10/2020

Encontrada (4,5)
Amei, a Sofia é um meme ambulante e esse livro é super leve e tranquilo pra passar o tempo. Mas achei um pouco desnecessária a continuação da série, mesmo tendo me divertido.
comentários(0)comente



Bel 03/06/2020

Adorei
O livro é muito gostosinho de ler, sofia irrita mt as vezes mas o Ian compensa kkk, e adorei tanto esse final
comentários(0)comente



Verônica Balbinot 04/05/2020

O livro é a continuação da história da Sofia. Agora que ela entendeu que seu lugar é no século XIX precisa reaprender a viver em uma época completamente diferente.

A leitura é super fácil e leve, assim como no primeiro livro da série. A gente ainda passa um pouco de raiva com alguma decisões da personagem. Dá vontade de chamar ela e falar ?amiga! Para com isso!!!?. Por outro lado, Sofia é uma mulher a frente do tempo (literalmente) e é muito legal acompanhar a luta dela por sua independência financeira ou por suas decisões.
comentários(0)comente



lu areias 03/09/2013

Resenha do blog - http://babilorentz.com
Depois de ter lido Procura-se um Marido e de ter ficado curiosa com Perdida por causa das várias resenhas que eu já vinha lendo há muito tempo, acabei por conseguir um exemplar na Editora e descobri que não foi apenas o primeiro que li que me fez gostar da Carina. Perdida ajudou em muito e me mostrou que já passou da hora de eu me tornar uma fã.

Carina escreve de forma fácil, conquistando o leitor logo no primeiro capítulo. A ideia de voltar no tempo é outra coisa super interessante, ainda mais quando um celular acaba fazendo o papel de máquina do tempo. Carina deixou Sofia maluca quando fez com que ela voltasse para 1800 e pouco, encontrasse com Ian e o assustasse com a pouca quantidade de pano que usava.

O que acontece é que Sofia não sabe como se virar sem tecnologia. Não entende como usar uma máquina de escrever, não vive sem seu celular e fica totalmente perdida ao ver o seu indo embora ao cair no vaso. Ela precisa comprar um novo e acaba escolhendo um muito bom, super especial e que estava com um preço tão baixo que ela não consegue resistir. A vendedora é uma senhora bem esquisita, mas ela acaba não ligando muito para isso no momento. Só começa a se preocupar quando o celular não liga de forma alguma e, pior, quando o faz, acaba levando-a para o passado. Mas por quê? Qual é o motivo?

Sofia sabe que está numa espécie de prova, para conseguir se conhecer e se encontrar. Saber a qual lugar pertence… Logo de cara, se depara com Ian, que, como já disse anteriormente, se assusta ao vê-la apenas com saia jeans, regata branca e tênis de lona vermelho. Ao se ver presa neste tempo, Sofia precisa se acostumar com roupas que nunca havia usado, bailes, ópera, casinhas (o que veio antes do banheiro), a diferença que a mulher tinha na sociedade… Várias coisas que a assustaram bastante e só fizeram com que ela quisesse voltar.

Mas o que aconteceria com aquelas pessoas se ela voltasse para 2010? O que seria dela se tivesse que viver sem todas as pessoas de 1830, que acabaram por fazer parte da vida dela? Ela queria acreditar que aquilo era um sonho e que quando acordasse, não se lembraria de nada. Será que isso ainda terá explicação? Eu lia sem parar e louca para ver logo o que aconteceria com Sofia. Ao mesmo tempo que torcia para ela voltar, torcia para que ficasse quieta por lá. Pensava em tantas coisas que só mesmo lendo o livro inteiro para ver o que Carina tinha preparado pro final do livro. E amei. Amei cada pedacinho e cada ideia.
Isabel Cristina 22/11/2013minha estante
ai eu realmente gostaria que Perdida 2 fosse a versão de Ian e não continuação, e/ou que fosse ele tendo a oportunidade de conhecer o mundo dela, o que será que nós aguarda?


Paola Galva 24/11/2013minha estante
Nossa, realmente Isabel, seria demais se a Carina contasse o lado do Ian, como foi pra ele tudo aquilo. *---* Acho que eu seria muito feliz com esse livro :D E como Perdida e Procura-se um marido, iria lê-lo em uma noite!


Thamires 29/11/2013minha estante
essa resenha é sobre Perdida, e não sobre a sua continuação. Seria bom se voce colasse no livro certo


Fran 30/11/2013minha estante
Perdida 1 é muuuito bom, romance leve, gostoso de ler...mas não m empolguei muito com a sinopse de Perdida 2, a impressão que dar é q vai ser mas drama do q humor e romance; tbm gostaria q ele fizesse ao menos um conto com a versão de Ian!


Jojó 25/07/2014minha estante
Verdade, essa resenha não é de Encontrada..




PorEssasPáginas 29/09/2014

Um dos lançamentos que eu estava mais animada para a a Bienal era Encontrada segundo livro da série Perdida, da autora Carina Rissi. Se vocês leram a resenha do primeiro livro, sabem que eu AMEI a escrita de Carina e eu li o livro inteiro de uma vez só. Eu também já li Procura-se um marido, e posso dizer que a mesma coisa aconteceu. Mas, infelizmente, o mesmo não aconteceu com Encontrada

Atenção: Essa resenha contém spoilers do primeiro livro da série. Continue por sua conta e risco!

Eu vou ser bem direta nessa minha resenha, porque infelizmente eu não consigo escrevê-la de outra forma. O problema de Encontrada foi bem específico: ele não tem enredo. Ou melhor, ele tem um enredo muito pequeno para um livro de 472 páginas. Se analisarmos a sinopse, o livro parece ser bem interessante. Depois do final feliz em Perdida, Sofia está às vésperas do seu casamento com Ian Clarke. Mas é claro que ela tem que enfrentar todas as diferenças culturais que o século dezenove propõe e ela percebe que ser a sra. Clarke traz obrigações que ela não está nem um pouco preparada. Se não bastasse a pressão do casamento, Ian também parece estar enfrentando problemas financeiros e é claro que Sofia não fica de braços cruzados. Ela tenta ajudar Ian como pode mas de uma forma completamente inusitada para a época

Então, eu não disse praticamente nada nesse resumo, certo? Mas o livro, adicionando mais algumas coisinhas que eu não vou dizer porque são spoilers, se resume a isso. Encontrada não tem um enredo central que é desenvolvido durante toda a leitura e te deixa preso na história. Cadê o drama? Cadê o conflito? Eu só consegui entender o conflito central quando já estava em torno da página 300. É claro que eu gosto de ler cenas fofas. É claro que eu quero que os meus personagens favoritos tenham um final feliz. Mas isso não significa que um livro em que mais de 90% dele seja sobre isso seja interessante. Eu vou dar um exemplo que significa bem o que eu senti durante a minha leitura. Quando os roteiristas de Once Upon a Time foram questionados sobre o futuro de um certo casal, eles responderam algo como Não é como se eles fossem pedir comida Chinesa e assistir Netflix. Existirão vários obstáculos no caminho. E eu concordo totalmente. Você fica Awww nas primeiras cenas fofas, mas depois você fica se perguntando porque nada de diferente acontece! Eu comecei a leitura de Encontrada muito animada e fui desanimando a cada capítulo. Sim, algumas cenas foram engraçadas, outras foram tão lindas que eu queria abraçar o Ian e a Sofia. Mas depois eu comecei a me perguntar qual o motivo de eu estar lendo aquele livro. Chegou um momento em que ele perdeu o seu encanto e eu continuei a leitura obrigada (porque eu acredito que um livro sempre pode nos surpreender e melhorar).

Infelizmente eu tenho que ser franca aqui e dizer que eu não percebi a necessidade desse livro para a série, com exceção de uma descoberta que a protagonista fez no final. Eu acho que, se a autora queria mostrar alguma dessas cenas do livro, como por exemplo a do casamento (que foi uma das minhas favoritas), ela poderia ter escrito um livro de contos. Ficaria muito mais interessante, porque não teria a necessidade de um enredo central ligando todas as cenas. Ela ficaria livre para nos mostrar o que quisesse do cotidiano dos protagonistas e o resultado ficaria bem melhor.

O livro começa a ficar um pouco mais interessante quando um certo mistério surge mas a solução para ele foi Frustrante. A autora poderia trabalhar TANTA coisa em volta disso, mas ela acabou saindo pelo caminho mais fácil. O problema realmente não foram os personagens, que continuam tão interessantes como no primeiro livro. Sofia continua sendo aquela personagem forte que não pensa duas vezes antes de colocar seus planos em ação, Ian continua sendo meigo e paciente nas mais diferentes situações Mas, se eles não podem mostrar quem eles são, de nada adianta. Os outros conflitos que a autora colocou não são fortes o suficiente para consegui prender a atenção do leitor.

Enfim, eu fiquei realmente triste quando li Encontrada, porque pensei que iria gostar tanto quanto dos outros livros da Carina Rissi. Sim, várias cenas foram muito bem escritas, mas de nada adianta se o livro não tem um tema central forte ligando todos eles. Talvez eu tenha lido com expectativas demais

site: http://poressaspaginas.com/resenha-encontrada-2
Nay 01/10/2014minha estante
Olá.Fiquei "esbabacada" aqui,lendo a sua resenha rsrs
Tirou as palavras da minha boca.Fiquei com preguiça até mesmo de escrever uma resenha.Tamanha decepção com esse livro.
Essas autoras e essa "nova mania" de publicar um livro sequência do outro.Estão matando as historias com isso.




vivsyumie | @vivsbookshelf 09/08/2020

Tão divertido quanto o primeiro livro
Como não amar Sofia e Ian Clarke. Neste livro eles estão mais intensos e mais apaixonados do que nunca. Finalmente podemos entender um pouco mais sobre o casamento e as funções de uma dona de casa do século XVIII. E como já sabemos Sofia Alonzo tem muito o que aprender.

O livro é divertido, mas também é cheio de mistérios e intrigas com a família. Porque até o primeiro livro, não conhecemos toda a família do Ian. Adoro as curiosidades e referências que a Carina cita durante o livro e depois explica no final, acho incrível!

Mais resenhas no Instagram @vivsbookshelf
comentários(0)comente



Jess 06/10/2020

Mais resenhas em @ultimolivrolido no Instagram.
Relembrando que no primeiro livro (tenho resenha dele no perfil) Sofia faz uma viagem no tempo, saindo de 2010 e parando exatamente em 1830. Assim, ela conhece Ian Clarke e se apaixona por ele, escolhendo ficar nessa época. Por isso, no segundo livro da série Perdida, acompanhamos a adaptação de Sofia no século 19, enquanto prepara seu casamento com Ian e aprende a lidar com a sociedade patriarcal e machista.

Nesse livro, podemos ver como é puro e forte o amor do Ian para a Sofia. Eu amo muito a paciência desse homem e em como ele é tão compreensível. Contudo, a Sofia não deixa a desejar - afinal, precisa amar muito para deixar as comodidades do século 21 -, mas a coitada sofre muito para se adaptar.

Ela passa grande parte do livro se metendo em situações vergonhosas por "não saber" dos costumes da época. Coloco aquela parte entre aspas, pois essa postura dela poderia ser mudada facilmente se ela pedisse ajuda a Elisa para ensinar a se comportar. Não estou dizendo que é fácil se adequar aos costumes da época, só que ela demora muito, para uma leitora de romance de época, como afirma ser, a entender que aquele mundo é diferente de 2010.

Mesmo assim, o comportamento da Sofia faz tudo ser muito engraçado
e deixa a leitura bastante fluida. Acabei lendo o livro muito rápido, considerando a nota, e pretendo ler o 3° por já ter ele na estante e para fechar a história do casal.

site: https://www.instagram.com/ultimolivrolido/
comentários(0)comente



Lulu 05/06/2020

Aiii Sofia...
Livro muito bonito, a história realmente me atrai maaas a Sofia me irritou um pouco em alguns momentos, com algumas atitudes infantis, ainda bem que ela melhorou (quase no fim mas melhorou). Fiquei uns dias sem ler por que me cansou os dramas que estavam acontecendo, quando voltei a leitura foi muito rápida e gostosa, o final me deixou com o coração quentinho.
comentários(0)comente



Raquel.Moreira 18/03/2020

Li esse livro todo de uma vez.. adoro a história da Sofia com o Ian, e mesmo me irritando um pouco com os costumes e o comportamento da Sofia, gostei bastante do livro.
E a reviravolta no final fez tudo ser melhor ?
André Lisboa 20/03/2020minha estante
A Sofia dá uns chiliques sem sentido na história, mas o livro é bem fácil de se afeiçoar.


Raquel.Moreira 22/03/2020minha estante
Isso é verdade, tem hora que ela é meio desnecessária kkkkkk




Guacira 21/10/2020

Uma continuação muito divertida de Perdida. Adorei os fatos históricos e a forma que a autora encaixou seu futuro e passado.
comentários(0)comente



Lari 15/02/2020

Muito bom, ótimo conhecer a história linda de Sofia e Ian Clarke, viciantemente linda.
comentários(0)comente



paulla.costa.779 07/06/2020

Sofia volta ao passado em busca de seu final feliz. Onde ela casa se com Iam. E conhece a sua tia. Mas ela não contava que após o casamento vem a rotina de casados. Incluindo o fato dela estar no século dezenove, ou seja viver um mundo completamente diferente do seu quando estava no século vinte e um.
comentários(0)comente



581 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |