Seduzida Por Um Guerreiro Escocês

Seduzida Por Um Guerreiro Escocês Maya Banks




Resenhas - Nunca Seduza Um Escocês


127 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Tudinha's 11/06/2016

Envolvente!
Há tempos não lia livro de época tão envolvente. O enredo, toda trama, personagens e finalização foram perfeitos. Acho que esse é um dos melhores livros da Maia Banks. Amei!
comentários(0)comente



Livros Encantos 17/06/2016

Um romance que irá fazer você suspirar e se emocionar com tanto amor ...
A rivalidade entre os Clãs Montgomery e Armstrong vem de seus antepassados, para sanar essa briga entre clãs tão poderosos o Rei decreta o casamento de Graeme e Eveline, ambos os clãs não estão nada satisfeitos com o casamento, todos estão preocupados com seu futuro.

Eveline é amada e protegida por sua família após o acidente que sofreu, passou dias com febre ao acordar não conseguia mais falar, com o tempo aprendeu a ler os lábios, cercada por muito carinho, se sente apreensiva ao lidar com essa nova realidade que irá sair do lado de sua família e encarar um clã carregado de ódio por ela e todos seus familiares.
Graeme teme não ter mais sua linhagens entre os Montgomery, afinal sua noiva prometida é conhecida por sua insanidade, sempre foi muito justo com seu povo e não pode desobedecer o rei, junto com seus irmãos parte para se casar.
Assim que chega para se casar, Graeme e seus irmãos percebem o clima tenso entre as duas famílias, ao olhara para sua futura esposa que lhe sorri, um sentimento se espalha.
Eveline ao olhar para seu noivo abre um sorriso, ele lhe transmite segurança e paz, ela tenta conversar com ele, através de gestos ela tenta se comunicar, ele se encanta com a beleza dela.

Após o casamento eles seguem para o castelo de Graeme, ao chegar Eveline é muito hostilizada por todos do povoado, o ódio que sentem parece enraizado, Graeme pede a sua irmã que ajude Eveline a se acostumar com o novo lar, em seu primeiro dia Eveline já se muda para o quarto do marido ( essa cena foi ótima) com a ajuda de sua cunhada, com a convivência Graeme sente seus sentimentos por ela ir mudando aos poucos, ela o seduz aos poucos, com seu carisma, determinação, ele reluta muita para se entregar achando que ela sofre de alguma doença, mas o desejo entre eles vai vencer essa hesitação.

Eveline sofre muito com todas provocações do povo do castelo, e mesmo assim não desiste, tenta a todo custo ficar bem entre todos, é humilhada pelas mulheres e Graeme como um lindo vai estar a seu lado, a cada dia a seu lado Graeme conhece e se encanta com Eveline, ela o completa, ele nunca tem o bastante dela.
Em um dos atos de humilhação Eveline enfrenta uma das mulheres que tenta desfazer dela, e solta um grito ...
Eveline tem uma razão para esconder um segredo que carrega até hoje.
Graeme vai descobrir seu segredo, e muitas coisas serão esclarecidas, estão mais apaixonados, porém travam uma batalha contra ó ódio e a inveja, colocando em risco a vida de Graeme, Eveline irá vencer medos e salvar seu grande amor.
Entre muitas surpresas Graeme e Eveline irão conseguir que o amor entre eles vença o ódio de muitas gerações. Um final maravilhoso. lindo e repleto de amor.

Estou apaixonada por esse romance, pela escrita da autora e toda sensibilidade da história.

Eveline é uma mulher linda, que decidiu viver um segredo em prol de sua segurança, sua determinação só fez crescer a admiração por essa personagem forte e especial que a todos foi encantando.
Graeme, lindo, seguro de si, viu em Eveline a certeza que poderia ser felzi ao lado da mulher amada, sempre justo em suas atitudes e totalmente apaixonado.

Uma história de amor linda, com superações, surpresas e acima de tudo uma família que irá se unir para proteger a quem ama.

A autora foi maravilhosa em criar personagens tão intensos, verdadeiros e ao mesmo tempo sensíveis, Graeme e Eveline são perfeitos juntos, o amor resplandece levando alegria por onde passa e trazendo a paz entre suas famílias.
O livro me encantou, as cenas hots foram na medida certa, uma história muito bem construída, com personagens determinados e apaixonantes.

Um romance que irá fazer você suspirar, se emocionar com tanto amor ...

Capa maravilhosa e uma revisão impecável.

Joyce
Blog Livros Encantos

site: http://www.livrosencantos.com/2016/06/seduzida-por-um-guerreiro-escoces-maya.html
comentários(0)comente



Vânia 17/06/2016

Montgomery & Armstrong #1
Reinado de Alexandre II. Os vários clãs na Escócia viviam brigando, mas dois em especial pareciam querer se aniquilar. Mais ainda quando um deles era acusado de ter matado um antigo laird do outro.
Montgomerys e Armstrongs eram inimigos mortais.
Para acabar com essa situação, o rei decreta que deveria haver uma casamento entre membros dos clãs. Graeme Montgomery foi escolhido para casar com a filha do laird dos Armstrong, Eveline.

Eveline tinha a fama de ser meio louca, excêntrica pelo menos. Seu noivado com Ian McHugh já havia sido cancelado após ela ter sofrido um acidente, ter ficado duas semanas entre a vida e a morte e, ao melhorar, ter mostrado não ser mais a mesma pessoa.
Mas o rei não estava preocupado se Graeme ia se casar com alguém incapaz e, com isso, ele não poderia ter herdeiros.

Os dois clãs receberam a ordem do rei. Nenhum deles gostou, mas não podiam ir contra.
No oitavo dia após o envio da carta, um emissário do rei, o Conde Dunbar, é enviado ao clã Armstrong para ter certeza de que a ordem seria cumprida. Logo depois chegam os Montgomery. O clima era tenso entre todos. Exceto para Eveline.

Havia uma razão muito forte para isso.
Eveline não era louca, era surda.
Quando fugiu para não se casar com Ian McHugh, caiu do cavalo numa ravina e bateu a cabeça. Após recuperar-se de seu período de incosnciência, ela percebeu seu novo estado e se aproveitou de que todos pensassem estar ela louca para fugir do compromisso firmado.

Porém, com a chegada de Graeme, ela notou que apesar de não escutá-lo de todo, sua voz grave era potente o suficiente para que ela sentisse algo.
Ela era boa em leitura labial, e ficou fascinada por aquele guerreiro enorme.
Ele não era bonito como os irmãos dele, ou dela, mas a presença dele era marcante.

O início do relacionamento deles não foi tão fácil.
Primeiro, já havia toda aquela beligerância entre os clãs. Na primeira oportunidade em que ficaram juntos, ele disse algo que ela não gostou nem um pouco e de pronto deu um soco no nariz dele e saiu batendo os pés. Quando ela é levada ao seu novo lar, no clã Montgomery, a recepção que recebeu não foi nada calorosa. Some-se a isso o fato de que outras mulheres do clã se viam com mais direitos sobre Graeme já que eram suas amantes antes.

Ou seja, se a vida de Eveline não era fácil antes, só foi pra pior.

Entrtetanto, ela estava disposta a fazer dar certo.
Quando foi colocada em outro quarto no castelo, mostrando claramente que Graeme sequer pensava em consumar o casamento, Eveline, com a ajuda da irmã dele, Rorie, mudou seus pertences para o quarto dele.
Ao ser maltratada pelas outras mulheres do castelo, serviçais, ela não corre para reclamar. E quando Graeme fica sabendo do ocorrido, expulsa a algoz.
Quando outras mulheres a cercam para afrontá-la, ela se defende e mostra que não se deixaria intimidar.

Tudo isso é observado por Graeme, e ao invés de achar que havia se casado com uma fraca, ele a percebe forte, destemida e, provável, mais esperta do que muitas mulheres que conhecera.
É quando ele a confronta com a verdade e ela confirma seu real problema.

O casal passa a se relacionar de forma íntima e tudo parecia ir bem. Isso poderia fazer os dois clãs realmente se unirem e os tornariam os mais fortes das Terras Altas.
E exatamente isso causa a inveja de um terceiro clã, que decide intervir nessa situação.

O que era para ser um casamento de conveniência, torna-se verdadeiro, e agora, Graeme moveria céus e terras para não só ter sua esposa de volta, mas para mostrar a ela o quanto era amada...

Diferente dos outros livros da diva Maya Banks, cujo conteúdo é carregado no erotismo, este livro prioriza o romance.
No período medieval era mais do que sabido as manipulações políticas realizadas para que alianças se formassem em prol de um bem comum, que geralmente era a favor do rei.

Por acaso, neste caso aqui, a noiva não era louca de fato, mas tinha uma surdez que escondeu da própria família (mentira por omissão) porque ela teve um forte motivo para isso. Mas em muitos casos, a gente sabe pela história que de verdade houve casamentos entre pessoas que não deveriam ter acontecido.

Eveline era bela e inteligente, e muito amada por seus pais e irmãos. Estes, Brodie e Aiden, a superprotegiam.
Pelo lado de Graeme, ele era o laird de seu clã e tinha que acatar a ordem do rei ou acabaria vendo seu clã ser dizimado numa guerra contra o reino. Mas nem ele, nem seus irmãos, Bowen e Teague, gostaram da decisão tomada.
Mas os dois lados cederam.
E mesmo achando que teria ao seu lado uma esposa inútil, da qual nem herdeiro teria, Graeme procurou defendê-la dentro de seu clã porque sabia que a filha não poderia pagar pelos pecados do pai e avô.

No entanto, havia algo em Eveline que o intrigava. Aos poucos ele percebeu certos sinais no comportamento dela; não de uma louca, mas de uma mulher que buscava se resguardar de algo. E ainda havia a irmã dele, Rorie, que insistia em dizer que Eveline era alguém que ela gostava, apesar de sua cisma inicial.

Ódio que se torna Amor.
Beligerância que se torna Ternura.
E agora, os dois clãs inimigos se unem lutar contra um inimigo em comum, unindo forças e coração.

Ritmo muito bom. Personagens idem. Sem cliffhanger.

Uma história que vale muito a pena ler. Envolve, diverte e traz romance na medida certa.
5 estrelas
comentários(0)comente



Letícia 09/10/2017

Que Guerreiro
Nossa, Maya Banks se superou nesse guerreiro, que homem maravilhoso, caridoso e compreensivo. Me falta palavras para descrever essa alma tão linda. A mocinha me conquistou logo nas primeiras páginas do livro. Eveline é forte, sagaz e tem uma alma muito bondosa. Eu me emocionei e sofri com cada covardia que rolou no livro. O melhor de tudo para mim foi o final, tão bonito e delicado. Eu recomendo muito, e garanto que você vai se apaixonar por esse casal mais que fofo!! #EuViciei #LiEmDoisDias


Rafa 23/06/2016

sem dúvida, meu preferido da maya e um dos meus preferidos de escoceses. já havia lido várias vezes em inglês e agora que lançou em português, fiz questão de comprar pra ler de novo. eveline é uma moça linda, doce, filha do líder do seu clã, mas também, é considerada louca, literalmente. graeme é um guerreiro forte, de valor e líder do seu clã. a vida dos dois se entrelaça quando o rei ordena um casamento arranjando entre eles, para poder selar a paz dos dois clãs mais fortes dos reino que são também jurados de morte. o casamento dos dois tinha tudo pra dar errado, ódio, preconceito, intrigas, mentira. mas indo contra a corrente, dá certo até demais. AMO DEMAIS essa livro! e super recomendo. fofo, romântico, com um pouco de ação e uma pitada de humor.
comentários(0)comente



Jessica A. 24/08/2016

Em êxtase *-*
Completamente encantada, apaixonada e surpreendida! ♥

Esse é primeiro livro que eu leio da Maya Banks e já digo logo, ela já ganhou uma fã! Sempre fiquei com receio de ler os livros dela, principalmente os contemporâneos, e pouco tempo descobri que ela também escreve históricos (é, sou lerda!). Agora quero ler várias outras obras dela amei demais a escrita dessa mulher!

A sinopse desse livro me encantou, só em saber que a mocinha é surda já fiquei mega curiosa pra saber como seria o desenrolo das coisas e o que ela iria aprontar.

Eveline sofreu um acidente e se finge de louca só para não casar com o pretendente que o seu pai arranjou. Porém, o rei decide que ela e Graeme (o maior inimigo do clã da família) vão se casar para que as famílias finalmente tenham paz entre eles.

Só que ela não é louca e sim, surda. Ela consegue ler os lábios das pessoas e entender tudo o que os outros estão falando, mas por causa disso ela fica com medo de finalmente confessar o seu grande segredo a todos.

Eu simplesmente fiquei encantada com essa mocinha, Evaline é inteligente, determinada e corajosa. Em alguns momentos fiquei chateada pelas as coisas que ela enfrentou só por causa da sua condição. E Graeme?! Ele está na minha listinha de melhores mocinhos que eu já li! Nossa, fiquei caidinha de quatro por ele, que homem lindo, fofo, apaixonante, protetor, justo, maravilhoso, compreensivo, .... ahhhhh só elogios! ♥ ♥

O que eu amei foi que a autora não enrolava nas coisas, foi objetiva nos pontos e não criando dramas/desentendimentos desnecessários entre os personagens. A conexão entre o casal é linda demais, mesmo sendo forçados a ficarem juntos, quando o amor começa a aparecer vc fica encantada e sente o verdadeiro amor entre eles ♥ Fora que o livro tem um toque certo e nada exagerado de erotismo.

E o final?! Adorei aquela tensão que a autora criou :D

E os personagens secundários?! AMEEEEEIII!!! Adorei a Rorie, torcendo muito para que a autora escreva o livro dessa doidinha! ♥

Louca pelo os próximos livros! ♥

Se recomendo?! Claroooo!!! Com toda a certeza!!! Esse livro tem uma grande mistura de sentimentos, vc vai se alegrar, se entristecer, suspirar, sentir raiva e principalmente, vai se apaixonar por eles!
Nota: 5 ♡♡♡♡♡ favoritaço!


Andréa Bistafa 12/07/2016

http://www.fundofalso.com
Seduzida estou eu!

Seduzida Por Um Guerreiro Escocês é um romance de época que se passa na Escócia, como o próprio nome sugere, onde não temos datas especificadas. Toda a trama acontece na época em que os clãs guerreavam pela posse das terras no país.

Montgomery e Armstrong são os dois clãs mais poderosos da Escócia, e também rivais mortais. O líder Armstrong venceu e matou o líder Montgomery no passado e hoje, Graeme, filho sucessor a liderança, comanda seu clã e alimenta juntamente a todos, um ódio corrosivo pelos Armstrongs.
Diante desse fato, que podeira geral um guerra poderosa, o rei Alexandre decreta que o Líder, Graeme, deve se casar com a filha do líder rival, Eveline. Filha do guerreiro que matou seu pai.

Por ai podemos ver que vai ser complicado esse casamento dar certo, mas temos um agravante para Graeme, pois sua noiva além de filha do inimigo, também é conhecido como louca. Sendo assim, ele toma como seu futuro infeliz a ideia de que ela nunca poderá cumprir com sua obrigação de esposa e gerar herdeiros.
Eveline não é louca. Ela sofreu um acidente à alguns anos, que lhe roubou a audição. Sem poder ouvir e com dificuldade de se comunicar, ela acabou deixando que as pessoas acreditassem que desenvolverá uma deficiência mental, assim podendo fugir de uma certa situação que não vou revelar para vocês.

"A mãe de Eveline não parecia se preocupar em discutir a condição da filha diante dela, mas Graeme não queria machucá-la com essa conversa,. Era assim que toda a familia de Eveline a tratava? Como uma idiota? Ignorante?"

Como faz parte de todo romance de época, o clichê precisa existir, e essa trama toda que contei para vocês, por si só já tem aquele clichês estilo Romeu e Julieta, onde as famílias se odeia e os filhos descobrem o amor. Mas o diferencial bem bacana que a autora colocou nessa romance, foi justamente a deficiência auditiva da protagonista. Esse toque faz toda a diferença pois cativa o leitor em busca do romance dos personagens.
Como Eveline é surda, ela desenvolveu a habilidade de ler lábios, e uma sensibilidade para percepção em relação ao caráter das pessoas. Para não fazer seus pais sofrerem ainda mais diante esse casamento, ela toma a frente decidida a se casar, já que casamento era algo que ela nem sonhava para si, pois em decorrência de sua deficiência, ela dificilmente conseguiria um marido, conseguiria ter filhos ou uma família. E além disso, se recusasse ou mostrasse resistência, o rei os consideraria traidores e o clã seria caçado e provavelmente todos seriam mortos.

Já Graeme não é um libertino (aleluia, aleluia!), ele já teve algumas mulheres sim, mas por ser um guerreiro mais rude, e líder nato, sua prioridade sempre foi o bem estar e a segurança de seu povo, então o amor nunca foi algo que ele buscou. Mas quando ele começa a observar sua esposa, que apesar de todos os boatos parece ser uma mulher forte e não ter nenhuma deficiência mental, ele percebe que o amor pode nascer da inocência e da determinação dela em fazer o povo inimigo admira-la e respeita-la como esposa de seu laird (senhor do feudo).

"Ela estava realmente sozinha e trancada em um mundo silencioso, no qual as pessoas a consideravam nada mais que a filha louca de seu mais odiado inimigo."

É aquele tipo de livro com um machão que apaixonado vira o sonho de qualquer mulher, com aquela protagonista forte e decidida, mas sem ser exagerada, que exala bondade sem forçar a barra, que apesar de decidida é inocente até demais.

É interessante ver a posição de cada lado com o "fardo do casamento". A família dele acreditava ter ficado em desvantagem e serem menos privilegiados já que carregariam a mulher problemática e o clã dela ficaria livre do estorvo. Mas não pensavam que o rival estava entregando sua única filha nas mãos de quem mais odiava. E como a narrativa (terceira pessoa) tem o foco maior no Graeme, é gostoso ver-lo descobrir que se fosse o oposto, seria muito pior, já que entregar a sua única irmã nas mãos do rival seria algo impensável. Ela vai constatar, mais do que nunca, o sofrimento da esposa quando perceber que a maioria das mulheres de seu clã a ridicularizam, maltratam e a ferem. Como agir sendo o líder? Defender sua esposa e ir contra todo um clã seria boa ideia? Seria a atitude correta de um líder?

O que eu mais gostei na narrativa, posso dizer que foi justamente a visão de Eveline diante dos fatos, que é pouco mostrada fazendo com que tudo que a envolve seja silencioso, e isso deixou a personagem ainda mais sensível e encantadora.
Os diálogos que a autora criou também são perfeitos, pois já que a protagonista não ouve, e acaba pegando as falar pela metade (pois precisa estar de frente para poder ler os lábios do locutor) as frases da narrativa, muitas vezes, começa pela metade e isso deu uma veracidade incrível.
Além de conciliar alguns costumes escoceses, como o consumo de cerveja até mesmo no café da manhã, a veracidade da surdez de Evelise foi baseada na surdez do próprio esposo da autora.

Para finalizar, já que me estendi ao máximo, a parte final tem muita ação para quem gosta de mesclar ao romance. Já que surge um traidor e não sabemos a qual lado pertence. Então espere por sangue, por dedicação, por sofrimento. Uma guerra está por começar!

"Mas... sempre parecia existir um "mas". Era o problema quando se cria uma teia de mentiras: elas acabam saindo do controle até tomar vida própria, e Eveline era incapaz de consertar tudo. Tinha ido longe demais."

------------------

*Pena a modelo da capa não ter os traços físicos da protagonista. Apesar da editora ter escutado seus leitores e mudado a primeira capa que não agradou, faltou caprichar nesse detalhe.


Ana @relendopaginas 11/01/2018

"Se havia algo capaz de derrubar um guerreiro, era uma mulher determinada."
Seduzida por um Guerreiro Escocês foi uma das muitas surpresas que tive recentemente. Eu já havia lido outras obras da autora e, embora fossem de outro gênero, não tinha qualquer expectativas por esse livro. No entanto, Maya me surpreendeu com uma história delicada, linda e emocionante.

Não esperava gostar desse livro, mas terminei com o coração aquecido e com uma sensação de paz que vocês não tem ideia.

O livro tem uma trama mais aprofundada na cultura escocesa, e foi muito bacana acompanhar os costumes e modos de um povo que está longe de ser como os dos romances situados nos salões de Londres dos quais estou tão acostumada a ler.

O romance foi a coisa mais linda que já vi. Eveline tinha uma aura tão pura e positiva... Mesmo quando todos achavam que ela era louca, Eveline se mostrou forte e determinada, surpreendeu a muitos e mostrou a todos o seu lugar.

Quanto a Graeme, eu esperei até o último momento que ele fizesse algo de errado e mostrasse pelo menos um defeitinho, mas o laird dos Montgomery era tão honrando e justo que foi impossível não cair de amores por ele.

O livro é incrível de um modo que não consegui encontrar defeitos. A autora não poupou dificuldades na vida desse casal tão improvável e mesmo assim não houve enrolação ou pressa no desenvolvimento da história. Os personagens, a cultura, a narrativa e, mais que tudo o significado por trás desse livro, foram tão incríveis que sou incapaz de descrever a beleza dessa história. Resta alguma dúvida de que gostei?
comentários(0)comente



Wendy 27/09/2016

Amor Incondicional
Como é bom aquele sentimento de ter lido algo realmente incrível e cheio de amor, mas com muitas lições de vida, e exatamente de onde menos se espera...

Duas famílias e constantes batalhas travadas ao longo de anos, objetivos em comum — serem os melhores, os maiores, os mais fortes, e muito sangue derramado, perdas de ambas as partes, onde só se fez crescer mais o ódio entre esses dois clãs.

Um decreto enviado para ambas às famílias e destinos mudados, talvez traçados nas entrelinhas da vida, ou podemos apenas dizer que o soberano rei, enfim quis dar um basta nessa rivalidade e ódio seguidos de gerações.

Eveline Armstrong, uma jovem doce, alegre e reclusa, vive trancada em seu mundo de faz de conta, onde se mantém salva dos perigos e medos que mais lhe angustiam. Uma decisão, uma causa e uma consequência que carregaria para o resto de sua vida, talvez sua salvação...

Graeme Montgormey, laird de seu clã, homem de poucas palavras, pouco afeto, ou apenas não se faz demonstrar, criado para ser líder do seu clã, um solitário, mas justo e honrado. Um decreto e tudo que sonhou, abdicados pela honra e vontade do seu rei.

Um casamento taxado como infortúnio para os dois lados, selados por um acordo de sangue e paz entre os clãs. E o primeiro encontro entre esses dois, muda literalmente suas vidas, ela curiosa sente os sons daquela voz que mais parece música e conforto para seu mundo calado, ele por sua vez fica encantado com aquela bela jovem, sente que não pode estar certo sobre se atrair por alguém que não tem domínio sobre suas faculdades mentais.

“— Imagino que você seja Eveline — ele disse com uma voz gentil. Seu queixo se ergueu e, para a surpresa de Graeme, ela sorriu para ele. Os olhos da jovem se acenderam — Seu rosto inteiro se acendeu — a ponto de tirar-lhe o fôlego e deixá-lo atordoado com tamanha beleza.”

Com o passar dos dias ambos vão se conhecendo, Graeme sente-se cada vez mais atraído e intrigado pela sua esposa, tenta entender suas necessidades e desejos, ela se faz presente, quer ser querida pelo seu clã e não ser apenas vista como a mulher do laird e uma Armstrong intrusa.

Lutas diárias só fazem de Eveline mais forte, mais destemida e assim vai ganhando a confiança da família do seu marido, mas muito mais que isso, ela vai conquistando diariamente o respeito dele, o carinho, sua atenção e o mais desejado de todos os sentimentos o seu “amor”. Por outro lado, Graeme, se faz presente e atencioso para sua esposa, protetor e até mesmo carinhoso, ela é como uma luz na sua vida.

Juntos eles terão batalhas para vencerem e se tornarem mais unidos e confiantes de que o casamento deles é como um presente da vida para ambos, como a salvação que buscavam, mas para alcançarem a felicidade muitas provações irão aparecer. Pode o amor e a lealdade de ambos se sobressair a todos os percalços, ódio, inveja e repulsa que serão lançados em seus caminhos?

Ahhh, como é difícil falar de um livro que eu suspirei a cada página virada, como foi maravilhoso ver a forma como o romance foi se desenvolvendo e o quão envolvente ele se tornou a ponto de só querer largar o livro ao final, a angustia de vê-los lutando diariamente e se protegendo de todo o ódio, da lealdade de ambos, do cuidado que eles tiveram um com o outro. Aqui é um romance que se faz de base sólida, um amor que transcende o ódio de seus clãs, um amor puro e forte, inabalável. Leiam, deem uma chance de conhecer Eveline e Graeme e se encantarem com um dos casais de protagonistas mais maravilhosos que já li e ao som de Move Me da banda Wet, Seduzida por um guerreiro, tornou-se um dos meus Favoritos ♥.

“Então, essa era a sensação de estar completamente em paz, de corpo e alma. A sensação de encontrar alívio com uma mulher que era mais que apenas um corpo quente e solícito. Graeme não esperava uma coisa dessas. Nunca teria imaginado que se sentiria dessa maneira com relação à noiva que fora forçada sobre ele. Enquanto olhava para seus cabelos dourados, não podia imaginar viver sem ela.”






Mila 04/01/2018

Maravilhoso!
Ganhei esse livro em um sorteio no clube do livro e logo recebi muuuitos elogios sobre ele, no momento não tive vontade de ler, mas decidi que ele seria a minha primeira leitura de 2018. Que livro Ma. Ra. Vi. Lho. So!!!!! Fiquei completamente presa ao enredo. Após uma fuga para não se casar com o maldito Ian Mchugh, a Eve sofre um acidente que deixa sequelas, ela acaba ficando surda, mas para não ter que se casar, a Eveline ela cria toda uma farsa e finge por anos que é maluca, assim não a incomodam e ela pode fazer o que ela quiser. Até o rei obrigar os dois clãs inimigos a se unirem, Eveline Armstrong, deveria se casar com Graeme Montgomery para que a paz fosse estabelecida entre os clãs. Apesar da hesitação dos dois perante esse casamento, a química entre os dois é perceptível assim que se encontram, mesmo a Eve sendo surda, ela se faz entender perfeitamente e é impossível não se apaixonar por eles como casal, o Graeme é um sonhoo gente! A maneira como ele tratou ela durante todo o livro, mesmo quando achava que ela era louca, foi linda demais. A aceitação da Eve no novo clã não é fácil, mas ela não se rende e mostra sua força e determinação. Esse livro apesar de ter 411 páginas, tem uma leitura muito fluida e é possível ler ele em uns dois dias ou menos, porque você fica curiosa sobre algumas coisas... Eu mesma fiquei na maior expectativa sobre uma parte, mas não posso falar ou daria spoiler haha Este livro já virou um dos meus favoritos e agora aguardo ansiosa para ler os outros!
comentários(0)comente



Eduarda 08/11/2016

A deficiência auditiva de um outro ângulo
A paz é perturbada no clã Montgomery quando o laird Graeme descobre que será obrigado, por um decreto do rei, a desposar a filha do laird do clã inimigo, os Armstrong. A revolta é grande em ambas as famílias, mas, sabendo que não há escolha, os Montgomery se dirigem às terras inimigas para o casamento.
Chegando lá a tensão é grande, mas aparentemente nem todos compartilham desse sentimento. Eveline Armstrong é muito mais bonita do que Graeme poderia sequer sonhar. E todos aqueles boatos sobre ela não bater bem da cabeça após o acidente que sofreu uns anos antes? Eveline não parece louca para ele. Talvez só por um ponto: ela não parece temê-lo nem um pouco.
Após o casamento, de volta à terra dos Montgomery, Graeme descobre que há muito mais em sua nova esposa do que os outros podem ver. Ainda que ela não pronuncie uma só palavra, ele consegue ver tudo o que precisa em seus olhos. Assim, ele se pega desejando cada dia mais sua mulher, o que é inapropriado já que ela não tem um comportamento normal. Será que ela consegue entender o efeito que causa em Grame, o que se passa entre eles? Será que é possível que ela venha a ter sentimentos por seu marido?

Eu, que sou uma leitora ávida de romances de época, nunca imaginei que iria me deparar com o tema surdez em um. Eveline caiu de um cavalo há alguns anos e desde então ficou surda. Ela nunca pronunciou uma palavra desde então e sempre pareceu alheia a varias situações. Isso fez com que seu clã concluísse que ela era louca. E para que não fosse obrigada a se casar com o odioso noivo que seu pai tinha escolhido, Eveline continuou com a farsa.
Adorei a forma como a condição da Eveline é descrita. Acho que nos deixa um pouco próximos de saber como é não escutar. Estranhamente, quando escrita, parece linda a forma de apreciação das coisas que ela tem. Eveline não é uma mocinha piegas. É inteligente, forte e tem um coração gigante, o que vamos descobrindo quando ela é extremamente hostilizada nas terras inimigas – agora suas terras também. As únicas pessoas que parecem respeitá-la são os irmãos de seu marido (contra a vontade, claro), a irmã deles e o próprio Graeme, por quem ela se afeiçoa cada vez mais.
Eu que gosto muito de fazer relações vi nessa situação um pouco da Daenerys e do Khal Drogo de “As Crônicas de Gelo e Fogo”. É bem óbvio que eles se apaixonam, mas a relutância de Graeme e a persistência de Eveline é algo muito fofo de se ver. Ele é muito protetor com ela e tem medo de se aproveitar de uma moça que pode não estar entendendo a situação. O primeiro beijo deles é por iniciativa dela, claro, e é de tirar o fôlego.
Nunca tinha lido nada da Maya Banks e apesar de ter achado “Seduzida por um Guerreiro Escocês” um tantinho quanto meloso, gostei bastante de sua escrita. Ótimo entretenimento, principalmente pra quem gosta de bastante romance e um tanto de ação.


Bruna 16/04/2017

Apaixonante.
Seduzida por um guerreiro escocês é um daqueles livros que quando você começa a ler não consegue mais largar até chegar na última página. A história é envolvente e as personagens te conquistam de uma forma que você quer saber o que vai acontecer, e quando não está lendo fica pensando na história. Comecei a ler ontem a noite, e a cada página eu dizia para mim, só mais um capítulo, só mais um, e quase virava a madrugada lendo. Adorei. Quando acabou, fiquei querendo mais.
comentários(0)comente



Thais.Satiko 03/11/2017

Amei
Li esse livro em um dia.
Eu simplesmente amei.
O Graeme tratou a Eveline com tanto respeito mesmo ela sento filha do inimigo.
Ele tratou todas as mulheres com tanto respeito apesar da época eu simplesmente amei isso
O jeito que a Eveline se comportou foi muito impressionante
Nessecito ler mais livros da antiga Escócia .
comentários(0)comente



Karol Cremonini 28/01/2018

Amei, amei e amei! ?
Os Armstrong e os Montgomery são os dois clãs mais poderosos das Terras Altas Escocesas. Entretanto, são inimigos declarados há muitos anos e vivem em constante pé de guerra.

O rei, cansado desta situação, decide forçar a paz e exige que o líder dos Montgomery se case com a única filha do líder dos Armstrong.

Nenhum dos dois clãs ficam satisfeitos com esta exigência, mas desobedecer o Rei está fora de questão. Logo, na trégua mais frágil que se pode imaginar, Eveline Armstrong se casa com Graemme Montgomery e parte para as terras do marido.

Mas será que a moça conseguirá se adaptar num território tão hostil? E como o chefe do clã fará para acalmar os ânimos de seu povo que odeia a recém chegada esposa?

_______________
Primeiro de tudo: eu amei essa história! Sério, eu amei muito mesmo! ?

Eveline é uma personagem única, forte e determinada. Aprendeu a lidar com as sequelas de um acidente sofrido há alguns anos e agora precisará lutar para ser reconhecida por ela mesma, sem o peso do nome de sua família.

Graemme se mostrou o oposto do que eu esperava. Um homem justo e de bom coração, que fará o possível para tornar a situação de seu casamento o menos complicada possível para sua esposa e também para seu povo.

A construção do relacionamento foi a coisa mais linda de acompanhar; surgem dificuldades em variados graus de complicação e a forma como os dois lidam com cada uma delas é tocante e maravilhosa.

A história me prendeu já no início e acho que a autora soube dosar com maestria as cenas engraçadas, as de pura fofura e as de tensão (e aqui eu confesso que fiquei com o coração na mão sofrendo de ansiedade ?)!

Enfim, eu super recomendo essa história pra quem gosta do gênero. Ela é daquelas lindas, que aquecem o coração e deixam a gente com sorriso bobo no rosto quando acaba!


Leituras e Delírios 13/03/2017

Seduzida Por Um Guerreiro Escocês é o primeiro livro da série Montgomery e Armstrong escrita pela Maya Banks e publicado no Brasil pela Universo dos Livros. Eu já estava louca para ler esse livro há algum tempo, principalmente por que sou muito fã da Maya, tenho quase todos os livros dela, enfim o que eu não esperava era essa nova faceta da autora.

Eveline Armstrong sempre foi protegida pela família desde que em um acidente todos pensam que ela ficou louca. A moça estava fugindo de seu possível matrimônio com Ian McHugh, caiu do cavalo e na verdade apenas perdeu a audição, está literalmente se fazendo de doida para não casar. Agora o rei da Escócia fez um decreto para que Eveline case com Graeme Montgomery, o laird do clã Montgomery e inimigo de sua família. Quando eles se vêem, porém uma coisa inesperada acontece.

Primeiro eu queria dizer que a Maya Banks escrevendo romance de época ainda guarda algumas coisas da narrativa da Maya que estamos acostumadas, porém com muito menos cenas hot, quem está acostumado com muitas cenas assim nos livros da Maya podem acabar se decepcionando, em compensação o que ela se conteve em sexo, liberou em romantismo.

Eveline é aquela personagem que você quer guardar num potinho e esconder do mundo. Ela sofre quando as pessoas a chamam de louca e acha que o casamento é uma espécie de salvação, um novo começo. Porém em um novo clã onde é odiada, com um marido que acha que ela é louca as coisas não tem um começo muito fácil.

Resenha completa no link!

site: http://www.leiturasedelirios.com.br/2017/03/seduzida-por-um-guerreiro-escoces.html
comentários(0)comente



127 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |