Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente

Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente TCD




Resenhas - Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente


141 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10


Rafaele 12/03/2019

Poesia não tem mais métrica nenhuma?
Livro bem triste, me deixou levemente pra baixo, no final o tom fica um pouco mais alegre, o que ajuda a terminar o livro com uma sensação melhor.

Basicamente jovens adultos que moram em Rio-SP se desapaixonando pela primeira vez.

Eu sinto em parte a mesma coisa que senti com Rupi, que alguns textos, fossem mais elaborados, seriam muito mais legais e profundos, enquanto outros talvez precisassem de uma editada pra ficarem mais diretos, mais pontiagudos.
comentários(0)comente



Nina 11/03/2019

Minha pequena [e falha] visão do: TEXTOS CRUÉIS DEMAIS...
Foi realmente cruel, basicamente é isso que essa leitura foi pra mim. Me lembrei dos primórdios da minha adolescência em que todo mundo sofria de amor e achava o fim da vida.
Doeu, só que não porque me identifiquei, pelo contrario, porque não achei quase nada pra me identificar.
Eu demorei demais e sei que se demorar na leitura é um dos objetivos do livros; mais pra mim, me demorei mais que o necessário...

O que eu aprendi com Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente: Que a vida já cruel demais pra eu me demorar sofrendo com o sofrimento superado dos outros.
comentários(0)comente



Duda @dudaotto_ 09/03/2019

Não gostei
Bem ruinzinho, viu. Pelo sucesso do livro achei que ia ler algo incrível mas não via a hora de terminar. Começou bem e teve alguns (poucos) textos que me identifiquei e gostei da escrita mas depois é só ladeira a baixo. Ainda bem que li em pdf e não gastei comprando kkkk
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Cecília 03/03/2019

Bléh
Um livro resumido em palavras rebuscadas pra fazer bonito e metáforas sem sentido. Nos primeiros textos você se identifica, te fazem pensar "ei, eu também já passei por isso", depois é só ladeira abaixo, fica cansativo, repetitivo. É basicamente a mesma coisa do início ao fim, o drama do término de um amor, a dor e o sofrimento desse relacionamento que já não existe mais. Se você está passando por algo parecido ler esse livro é masoquismo. Fuja.
comentários(0)comente



Andy 26/02/2019

Um livro pra se absorver!
O livro trata de relacionamentos românticos, partidas, e o mais importante também traz algumas doses de amor próprio!

Os textos, e frases do Igor Pires são extremamente sensíveis e intensos, e junto com as ilustrações da Anália Moraes se tornou um sucesso de vendas, e apego emocional com o livro, já que o livro trata da complexidade das relações e sentimentos humanos!

E o que é mais bonito do que falar do amor em todas suas formas, não é mesmo?

Eu deixo aqui minha indicação literária e meu total amor pelo livro.
Com afeto, Andy.


https://livrosdevenus.blogspot.com
comentários(0)comente



Ruan.Oliveira 21/02/2019

Cansativo e insistente
O livro começa muito interessante, pois realmente te dá aquele toque sutil de várias situações que provavelmente a maioria das pessoas já viveram em uma relação, mas no decorrer da leitura, as palavas vão perdendo impacto. É um bom livro para ler dois ou três textos por dia, isso se você for realmente masoquista e quiser somente pensar nas relações que não deram certo. Quando a ideia é ler continuadamente, o livro se torna chato, cansativo, e realmente parece que não existe outro tema a ser abordado além do sofrimento por estar sem a pessoa amada. Os textos são muito parecidos, não exploram outros temas ou trazem muito alívio pra dor que provocam, e eu, como leitor, me senti exausto com a insistência dessa mesma abordagem e acabei passando o livro pra outra pessoa.
Ingra.Oliveira 10/03/2019minha estante
Eu também lutei pra terminar a leitura pq tive o mesmo sentimento




Carol 21/02/2019

Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente
Imagine textos da internet escritos de uma forma mais poética, é exatamente isso que ele se propõem a trazer.
O livro conta com quatro divisões que separam os textos por temas e abordagens diversas, denominadas: para quando você se esquecer de mim, a memória é uma pele, pra você não esquecer de sentir e a felicidade é uma arma quente. 
.
Em cada página pode se ver a exposição de temas corriqueiros, experiências e relatos, aproximando o leitor de uma forma sensível, que por muitas vezes são ignorados ou escondidos.
.
Assim que li o primeiro texto deste "pequeno" livro, entendo o seu título, não são textos fáceis de serem "digeridos", cada um, possui sua peculiaridade, seu jeito de se entender, e lendo rápido demais, pode causar uma "indigestão literária", você pode ler e não entender o que o autor queria passar. A cada página que virava, podia relembrar coisas que passei em relacionamentos anteriores e me identificar com eles, consegui me por no lugar em vários daqueles textos e mesmo que alguns sejam bem diretos, dizendo coisas como "Andei em uma rua de São Paulo e lembrei de você" e não residindo em São Paulo, pude me por no lugar e lembrar de algumas vezes que me peguei pensando em alguém ao caminhar pela ruas.
Este é um excelente livro, mas não é um livro para todos. Para lê-lo é necessário que você esteja forte, pois ele tem o poder de trazer à tona as dores e angustias mais escondidas. Ele pode de ajudar a superar muitas coisas, mas se não estiver atento pode também te derrubar profundamente.


site: http://www.instagram.com/paginasaoceu
comentários(0)comente



amorfati 20/02/2019

Estava esperando textos que me tirassem da órbita assim como a página do facebook faz, porém achei fraco, muito repetitivo. Talvez eu não esteja na vibe do livro, pois fala muito sobre fim de relacionamentos, o que não se encaixa com a minha fase de vida agora. E achei uma visão muito exagerada de fins de relacionamentos, como se fosse morrer só por ter terminado, muito não-realista.
Thales 20/02/2019minha estante
Valeu pela resenha, não vou lê-lo kkk




Evellyn.Souza 13/02/2019

Não recomendável para quem está de bem com a vida
Alguém uma vez me disse que todos os livros são bons e quando não gostamos de um é porque não é nossa hora de lê-lo. Concordo e acrescento, livros tem muitas personalidades, que nem sempre nos damos bem naquele momento.

Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente é um livro com uma personalidade muita intensa e não foi minha hora de lê-lo. Ao meu ver, foi cansativo de ler, e mesmo sempre lendo livros sobre o amor, eu não me adaptei a este.

Quando comecei a ler eu estava muito bem e conforme foi passando a leitura, os textos foram me deixando muito mal, triste e sem vida, isso porque não estou sofrendo por amor.

Ele tem 3 "etapas", pra mim, a última foi a melhor por não falar inteiramente sobre o que é sofrer por relacionamentos. Sim, eu sabia sobre o que se tratava,mas fui em frente e não deu certo.

Claro que tem um público alvo e é a ele que o livro agrada. Por fim, espero que ele tenha ajudado pessoas que estão sofrendo por amor, porque quem não está acha muito maçante de ler.
comentários(0)comente



Book.Obsession 13/02/2019

Quem nunca sofreu, passou por algum tipo de desilusão amorosa ou simplesmente se identificou com alguma nota ou trecho em que leu em algum livro ou em uma rede social?!

Em TCD, vamos nos deparar com vários trechos, poemas, frases, carregados de sentimento. Dividido em algumas partes com títulos que chamam atenção e outras apenas em capítulos.

“Era como se eu soubesse, por antecipação, o que me aguardava: a vida queimaria de maneira tão bruta que esforço algum seria possível. Viver é uma ferida incurável.”

Ao longo das páginas nos deparamos com uma gama de sentimentos e reflexões sobre o quão duro é passar por fases delicadas das perdas, a marca que deixamos em cada impressa em cada relacionamento e que em muitas vezes não somos o suficiente para sermos lembrados.

Tudo no livro é sentimental, cru e além dos textos, nos deparamos com imagens que nos faz refletir sobre esse espiral de dor que muitas pessoas são submetidas bem como, a dificuldade que muitas encontram em lidar e seguirem em frente.

“Como suturar essa parte minha que ainda chama teu nome quando sei que você já até se esqueceu de como sussurrar o meu?”

Pesar, medo, dor, angústia, tantos sentimentos que ficam incrustados na pele e no coração daqueles que padecem e constatam a incapacidade de levarem seus relacionamentos adiante.

Mas não é só de dor que o ser humano é representado e é possível sentir em algumas partes do livro, a mensagem de saudade, esperança, uma injeção de ânimo sobre a importância de se ter amor próprio.

Por ser um livro que traz tantas mensagens é impossível selecionar os textos e comentá-los separadamente, mas ao final fica nítido o quão precisamos independentemente de vivermos decepções ou não, olharmos para dentro, nos conhecermos, saber que mares estamos navegando e sobretudo a importância de estarmos em paz com nosso coração e nossa mente.

Como tenho gostado de inserir em minhas leituras cada vez mais esse tipo de livro, não perdi a oportunidade de comprar um ebook que estava na promoção e degustar aos poucos essa obra. Infelizmente para alguns leitores, os capítulos, que trazem uma realidade nua e crua, podem se tornar difícil a continuação da leitura, justamente por trazer alguns gatilhos.

Não foi uma leitura fluída e não me senti ávida à medida que fui lendo, mas em algumas partes a conexão estava por lá e isso me fez dar continuidade à leitura. Sem dúvidas não é o melhor do gênero, mas tem seu valor.

Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente, foi publicado pela Globo Alt e se tornou um sucesso de vendas e já conta com o seu sucessor que pretendo ler em breve.

site: https://www.bookobsessionblog.com/2019/02/resenha-textos-crueis-demais-para-serem.html
comentários(0)comente



Coala ð¨ð 10/02/2019

TCD - Surpreendente ;-;
Confesso que não esperava nada demais, mas em surpreendi muito, ele é simplesmente maravilhoso, pode ser que fique um pouco lento no meio, mas o final realmente vale a pena.
comentários(0)comente



Dayse 04/02/2019

Meses atrás comecei a leitura desse livro e não demorei muito pra abandonar, nunca fui de ler livros poéticos e não tava me prendendo, na verdade, eu mal estava entendendo, até que meu relacionamento terminou kkkk dei uma nova chance ao livro e as palavras estavam me penetrando tanto que chegava a ser doloroso. Sem dúvidas, textos cruéis demais para serem lidos rapidamente
comentários(0)comente



ray 01/02/2019

não me senti da mesma forma que a maioria
bom... não posso negar que me senti frustrada ao terminar esse livro.. não senti absolutamente nada demais, achei alguns textos cansativos, uma leitura que eu abandonaria sem pensar duas vezes, apenas terminei pq estava em uma meta. mas por alguns textos que me identifiquei dei três estrelas.
Mariana 03/02/2019minha estante
Me identifiquei só com 8 textos ?


ray 03/02/2019minha estante
ainda foi muitos viu miga... acho q eu só com 2 textos e olhe lá kk?kk




Thami.Pelizzoni 27/01/2019

Em cada página desse livro tem um pouco de minhas lágrimas.
O livro é dividido em três partes, em prosa e poesia, com temas como a dor da perda, saudades, tesão e as dúvidas que regem um relacionamento ou algo moderno que pode ser rotulado como tal. As ilustrações são bem legais e falam tanto quanto a poesia.
A edição contém alguns erros e a escrita por vezes é bem adolescente ou repetitiva, mas acredito que não é um livro pra ser lido direto. É um compilado de fases, alguns poemas fazem sentido pra garota que eu era aos 15 anos e outros pra de 23, 26 e 29.
O final é maravilhoso, conseguiram aliviar os possíveis gatilhos disparados durante o livro e encerram de maneira positiva como todo fim, que na verdade é só mais um começo.
Como o título é claramente uma referência a uma música da Fresno, a trilha sonora desse livro deveria ser Evaporar.

site: @mastigando_livros
comentários(0)comente



141 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10