Dance of Thieves

Dance of Thieves Mary E. Pearson




Resenhas - Dance of Thieves


121 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Lara.Bia 25/03/2020

Dei outra chance para a autora, foi muito bom. Ela consegue criar vários personagens interessantes
comentários(0)comente



Nicoly Mafra - @nickmafra 26/06/2020

Sobre "Dance of Thieves"!
Seis anos após a grande batalha que acompanhamos em "The Beauty of Darkness", um grupo de soldados treinados pela rainha de Venda, os Rathans, é enviado às terras distantes do Império Ballenger para procurar os homens que fugiram e compactuam com o grande golpe realizado contra a rainha, e para investigar algumas transgressões que estão ocorrendo no território da notória família de foras da lei. Kazi, a comandante do grupo, é uma ladra treinada, guerreira impiedosa, e será quem mais sofrerá com esta jornada.

Ao chegar no território da família, a torre de vigia de Tor, Kazi descobre que o patriarca da família Ballenger acaba de falecer, e seu filho, Jase, é quem está no comando agora; contudo, sua posição não é segura, pois, muitos estão tramando para tirá-lo do poder.

Intrigas políticas, guerras territoriais, segredos, desejo e vingança... neste primeiro da "Dinastia de Ladrões" vamos acompanhar a jornada de Kazi e Jase na tentativa de descobrir os segredos e problemas que estão ocorrendo no território Ballenger, enquanto tentam proteger aqueles que amam, salvar suas vidas e entender o que se passa em seus corações - muito amor!

Diferente de "As Crônicas de Amor e Ódio", não encontrei nesta obra uma trama tão misteriosa com situações de tirar o fôlego; talvez foram as minhas próprias expectativas que causaram isso, pois já vi tantas indicações maravilhosas sobre esta duologia. O enredo é bom, os personagens são interessantes, fofos e apenas perfeitos, porém, esperava algo mais impactante, algo mais épico.

É possível sim ler essa duologia sem ter lido "As Crônicas de Amor e Ódio", porém, recomendo a leitura da trilogia previamente; fará mais sentido a jornada dos personagens nesta nova aventura.

site: www.instagram.com/nickmafra
comentários(0)comente



Thay 30/06/2020

Super favoritado . Quando eu comecei a ler Dance of thieves não criei muitas expectativas, até pq eu tinha lido crônicas de amor e ódio ( que não me surpreendeu totalmente) , porém , claramente , a autora se superou nesse livro aqui . Dinastia de ladrões me deixou enfeitiçada , os sucessivos acontecimentos me deixaram sem fôlego e eu simplesmente não parava de pensar no livro quando não estava lendo . Os personagem estão muito aprofundados e conhecer a história deles , o laço que move a lealdade de cada um e que ao mesmo tempo se confunde com esse romance construído gradativamente , faz a gente não parar de ler e chegar a arrancar sorrisos de tão bom . A leitura foi muito fluida , rápida e gostosa , recomendo muito
comentários(0)comente



Mia 15/06/2020

Política, romance, disputas e traições
É um livro incrível. Não conhecia a Mary E. Pearson, mas fiquei surpresa com a sensibilidade dos personagens. Fortes, corajosos e, ainda assim, cheios de emoções ricamente descritas.
O romance é o ponto alto, mas o enredo é muito bem moldado. É como um quebra cabeças, onde uma informação perdida pode trazer um plot twist para toda a trama.
comentários(0)comente



Kalyne @oreinodaspaginas 04/05/2020

Nostálgico
“A fraqueza transformava a pessoa em um alvo, e havia muito tempo eu prometera a mim mesma que nunca mais seria um alvo.”

Após me apaixonar loucamente pelo universo criado em As crônicas de amor e ódio com a trilogia principal, agora é a vez de me encantar por essa duologia derivada da história.

Dance of Thieves é o primeiro livro da duologia Dinastia de ladrões, e traz uma história que se passa 7 anos após o fim da trilogia originária. Logo no início da história uma nostalgia incrível invadiu o meu coração ao lembrar do início de tudo.

Os protagonistas Kazi e Jase foram conquistando o meu coração conforme a história se desenrolava, a cada charada, trapaça ou confusão, eu só me sentia mais curiosa em ler o próximo capítulo e descobrir o que aconteceria entre esses dois.

O núcleo de personagens secundários é bem trabalhado e desenvolvido, amei rever alguns personagens amados da história original.

Passei um mês com essa história absorvendo devagar todos os acontecimentos, mas ao chegar na metade do livro era impossível o largar. E o final me deixou impactada, curiosa e ansiosa em começar o próximo mesmo com aquele aperto no coração em estar chegando ao final desse universo mais uma vez.

site: https://www.instagram.com/oreinodaspaginas/?hl=pt-br
comentários(0)comente



Andressa Lima 06/02/2020

null
A escrita da autora continua linda e poética. Faz a gente ler MUITO rápido, acredite.
O livro amadureceu em relação à trilogia de The Kiss of deception, pra mim melhorou, na vdd.
Pra quem tem dúvida: é no msm mundo e faz alusão aos personagens da outra trilogia. Pode ler sem a outra trilogia, pq dá pra entender tudo direitinho. Mas ATENÇÃO: vc vai pegar spoiler pesado da outra.
Obs.: pq eu sei q às vezes a gnt fica na dúvida: o livro é escrito em português, só o nome tá em inglês :)
comentários(0)comente



Leide.Madalena 07/03/2020

DANCE OF THIEVES
Há , como nao amar, ainda mais naquele mundo faantastico que Mary descreve com tamanha destreza, Kasi e Jase ja moram no meu coraação... Acho que ja vou iniciaar o proximo livro e final.. ansiosa pelo desfecho!!!!
comentários(0)comente



júlia gariglio 01/07/2020

Surpreendente em todos os sentidos...
Depois de terminar de ler as "Crônicas de Amor e Ódio", eu decidi seguir com a mesma autora, tentando notar o desenvolvimento de sua narrativa e..

Caramba! Sério, foi incrível a evolução da escrita de Pearson. Uma das coisas que eu notei nos seus livros anteriores foram a escrita embolada e carregada, sem fluidez; nesse livro, temos fluidez de sobra e muito envolvimento dos leitores na narrativa. Afinal, personagens antigos vem à tona de novo para ajudar nisso.

Apesar de se passar no mesmo universo de "Crônicas de Amor e Ódio", a "Dinastia de Ladrões" aborda um novo reino, novos personagens, inimigos novos e antigos também, o que foi estrategicamente colocado nos livros de Crônicas e que rendeu um belo enredo para a nova duologia.

O casal principal é tão, mas TÃO, parecido com casal formado pela Lia e pelo Rafe que até assusta. Os dois são iguais, ladrões, de certa forma e, ao mesmo tempo, são protetores. Jase e Kazi ganharam meu coração desde o começo, quando ela humilha ele bêbado perto de um boticário.

Outra coisa muito incrível nesse livro é o papel da rainha Jezelia, a nossa querida Lia. Ela tem uma conexão muito grande com a Kazi e isso foi algo muito fofo e cuidadoso da parte da escritora, já que a Kazi é uma soldada da rainha e não precisava ter nenhum laço afetivo com ela para isso, mas, o simples fato de tê-lo, redireciona toda a narrativa.

Surpreendente em todos os sentidos e mais um pouco ainda!
comentários(0)comente



Roque 27/04/2020

A segunda vez é sempre melhor.
Título: Dance of Thieves (7/30)
Autora: Mary E. Pearson
Nota: 5/5 ? 512 páginas
__________________________________________________

Esse livro faz parte da duologia Dinastia de Ladrões que é um spin-off da Trilogia das Crônicas de Amor e Ódio,que eu já li. Aviso que esse livro tem #spoiler da primeira trilogia então se quiser entrar nesse mundo eu indico começar pela primeira trilogia.
A história é contada pelo ponto de vista de dois personagens , Kazi que no momento da história é uma Rahtan (Rahtans são as guardas de elite da rainha de Venda) mas teve uma infância muita dura e teve que se tornar uma ladra para sobreviver ,e Jase que após a prematura morte do seu pai é o novo patriarca da Dinastia Ballenger que é um "reino" distante e isolado mas com uma história milenar.
O mundo dos dois se encontram quando Rahtans são enviadas ao "reino" de Jase para investigar um homem procurado por crimes de guerra (guerra que aconteceu na primeira trilogia) e em meio a isso acontece um emprevisto que acaba obrigando os dois a trabalhar juntos para sobreviver em meio a uma batalha de poder entre clãs que ameaçam a Dinastia de Jase e os demais reinos .
Os dois ficam em um jogo de manipulação ,em uma batalha de poder em mentiras que vai se desenvolvendo de forma muito inteligente ,você acaba não conseguindo escolher um lado pois ambos apesar de objetivos opostos tem motivos muito sólidos para terem escolhidos eles.
Eu tive uma experiência mediana com a primeira trilogia ,achei legal mas não chamou tanto a minha atenção mas esse livro eu percebi o tanto que a autora evoluiu e estou muito ansiosa para ler a continuação.
comentários(0)comente



Tati 17/04/2020

Três vezes melhor...
Com certeza três vezes melhor que a trilogia principal que é crônicas de amor e ódio. A Kazi e o Jase são meu terceiro casal favorito no mundo da literatura. A escrita da autora deu um salto desde The Kiss of decepcion. Uma narrativa intensa e bem intercalada que mostra o desenrolar das coisas, pelos olhos dos dois protagonistas. Com muita aventura, o romance vai se desenvolvendo aos poucos e ganhando nosso coração... E o que eu mais gostei, foi de ver que mesmo apaixonada, a Kazi não abriu mão do seu dever. Fez o que tinha que ser feito, independente do seu sentimento pelo Jase. É uma fantasia que fala de lealdade, família, amizade e amor. Vale a pena cada página lida. Ganhou 5 estrelas e meu coração.
@gabrielmoreirapng 17/04/2020minha estante
?




Lê Fernandes 28/05/2020

Dance of thieves
Assim como aconteceu com a trilogia anterior da autora, eu não conseguia parar de ler. A história é envolvente e os personagens são bem trabalhados, fazendo com que seus pensamentos e ações sejam entendidos pela trajetória de vida de cada um. Terminei a leitura já querendo ler logo o segundo.
Gabriela De Souza 28/05/2020minha estante
Caaaaraa pft né? Eu simplesmente amei esse casal literário




Bruna.Silva 14/07/2020

resenha dance of thieves
um dos meus livros favoritos, mas o segundo é ainda melhor.
Dê uma olhadinha na minha resenha(sem spoiler)

site: https://lernosfazviajar.blogspot.com/2020/07/resenha-de-dance-of-thieves.html
comentários(0)comente



Jéssica Hannusch 27/06/2020

Mary E. Pearson é uma das escritoras mais incríveis dos últimos tempos. Eu sou apaixonada pelos livros dela, e com "Dance of Thieves" não é diferente. O livro é mais uma fantasia maravilhosa, com personagens incríveis e bem construídos. Recomendo muito! (principalmente para todos aqueles que, assim como eu, leram "As crônicas de amor e ódio" e amaram). Ah, e sem palavras para essa edição maravilhosa da Darkside.

"Mas os eventos não planejados podem nos conduzir por caminhos que nunca esperávamos trilhar, mudando nossos destinos e aquilo que nos define."
comentários(0)comente



Renata 07/06/2020

legal, mas não tão bom quanto as crônicas de amor e ódio
dance of thieves se passa 6 anos depois da grande batalha relatada em the beauty of darkness. kazi é uma rahtan da rainha e sai em uma missão designada pessoalmente pela própria lia para proteger o reino que se encontra em perigo novamente.

não gostei tanto desse livro, em comparação com as crônicas de amor e ódio, porque achei que a autora não desenvolveu a trama no mesmo nível das obras anteriores. foi tudo meio corrido, logo no começo do livro já acontece aquela ~ conexão especial ~ entre kazi e jase (não deu nem tempo de me afeiçoar direito a eles e num instante a "química" entre os dois já foi imposta goela abaixo), os personagens secundários não foram tão bem desenvolvidos, os momentos de tensão não foram tão tensos assim... sei lá, fiquei com a impressão de que foi tudo meio apressado.

acho que foi muito love e menos ação rs. em muitos momentos eu sentia que estava lendo um chick lit, e não um livro de aventura. senti falta das intrigas, do suspense, de não saber o que aconteceria com o herói e a heroína no próximo capítulo, daquele medinho diante do perigo e do alívio depois da superação. as coisas aconteceram de modo meio previsível, sem nenhuma grande surpresa, fácil demais. kazi e jase não enfrentaram nenhum grande perigo nesse livro, tudo acontecendo sem grandes complicações, simples, nada que exigisse um uso especial de seus talentos e que me fizesse roer as unhas e torcer desesperadamente por eles.

sem contar que muitas das situações nesse livro eram previsíveis justamente porque aconteceram coisas bem parecidas nas crônicas de amor e ódio. o único alento foi ter notícias breves do kaden e da pauline, e ter uma cena todinha do rafe e da lia perto do final do livro. sdds seus lindos! :~

mas e o final? aff! cadê aquele cliffhanger que me faria abrir correndo o próximo livro?? tudo bem que teve um ganchinho bem inho, mas, sinceramente... não me animou muito não.

veja bem, o livro não é ruim. ele é bonzinho. mas eu estava esperando um alto nível depois das crônicas de amor e ódio, ainda mais com essa nota altíssima aqui no skoob.
comentários(0)comente



Livs 14/04/2020

Reinos, batalhas e romance
O livro é muito bom, muito fluente. Os acontecimentos fazem com que a leitura flua de um modo leve. Personagens bem construídos com personalidades fortes. O que me deixou muito feliz foi a presença de mulheres fortes.
A protagonista Kazi tem sua história contada ao longo do livro. Tudo de passa em um reino que está sendo investigado e a partir dessa investigação surgem várias coisas muito maravilhosas.
Super recomendo o livro, ele aquece o coração e ao mesmo tempo te dá vontade de pegar uma espada e ir lutar junto com eles.
Espero que quem optar por ler goste ?. Boa leitura a todos!!
comentários(0)comente



121 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |