O Vilarejo

O Vilarejo Raphael Montes




Resenhas - O Vilarejo


995 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 |


Vivi 28/06/2020

Contos horripilantes e criativos bem estilo Raphael Montes.
comentários(0)comente



Blenn 28/06/2020

Muito intrigante, histórias agoniantes, fazem nos refletir sobre o quão asqueroso pode ser os atos humanos, apesar de ter alguns exageros, mas acho que faltou profundidade sobre os pecados
comentários(0)comente



Milla 28/06/2020

Muito bom!
Segundo livro que eu leio do autor e meu amor só aumenta. Gosto muito da escrita e os contos são muito bons pra passar o tempo, a gente vai lendo e quando menos espera já terminou. Amei e recomendo.
comentários(0)comente



Fran 28/06/2020

O terror dentro de nós
Este pequeno livro traz 7 contos de terror relacionados aos 7 pecados capitais e seus respectivos demônios. Todas as histórias se passam em um mesmo vilarejo e, embora possam ser lidas de forma independente e em qualquer ordem, também funcionam interligadas, formando um enredo maior.
Não achei tão assustador, mas valeu a pena por ser uma leitura rápida e com reflexões interessantes sobre a "maldade" humana, mostrando que os verdadeiros demônios muitas vezes nascem de nós mesmos.
comentários(0)comente



Lusia.Nicolino 28/06/2020

É um assombro atrás do outro, desfechos e obra, você precisa ler!
Li uma entrevista em que Raphael dizia: se alguém não gostar de um livro meu não quer dizer que não irá gostar do próximo. Por isso, nunca digo não leia esse autor e menos ainda não leia esse título. Há algum tempo, fazendo hora na livraria, li trechos de Os Suicidas, não gostei muito, não comprei, mas fiquei intrigada com o autor. Agora, O vilarejo estava disponível em função da pandemia e me lembrando do autor fui conferir. Que grata surpresa!
Uma escrita potente, uma narrativa curta, que entrega a história sem muitos rodeios e mesmo assim nos faz abrir a boca, apertar os olhos, fechar as mãos.
Não queira ir ao Vilarejo, está esquecido, perdido, soterrado pela neve, condenado pela fome. Mas, Montes nos deixa conhecer os que ainda lá sobrevivem através de histórias curtas, com um mesmo eixo narrativo e que se complementam à medida que nos apresentam os personagens, suas relações, futuro e passado, segredos.
Situações extremas e inusitadas que pautadas pela ganância, pela gula, pela soberba, pela preguiça e pela inveja. Não parecem características muito capitais para um vilarejo tão pequeno?
comentários(0)comente



Rayssa @abibliotecaoculta 28/06/2020

Surpresa boa
Raphael consegue reunir em 7 contos uma história envolvente, pertinente, profunda e extremamente criativa. 

É verdade que os contos podem ser pesados até para quem está acostumado com o terror, na medida que as cenas tem detalhes bem gore. Mas tudo é essencial para a criação da atmosfera decadente que nos é apresentada. Embora os personagens sejam pessoas péssimas, saber que vão ter o que merecem nos faz querer continuar a leitura. 

Não esperava gostar tanto do livro, mas me surpreendi. Além de ser muito bem escrito, de uma prosa que dá gosto de ler, nada fica de fora, não há pontas soltas, todos os contos se complementam e se somam ao fim. E que final inteligente.

De fato, eu já desconfiava de como seria o desfecho e algumas situações ficam meio na cara. Ainda assim, não perdeu a graça para mim, pelo contrário, já quero ler todos os outros livros dele pra ontem. 
comentários(0)comente



Duda 28/06/2020

PERTURBADOR
#MLIlivro3
Desafios concluídos: 2/27
Livro de gênero que você não ler com frequência
Um livro de autor latino americano

*RESENHA*

Esse livro é daquele tipo do qual você lê, para um pouco para respirar, ler mais um pouquinho e fica inquieto(a) por ser muito pertubador.
O enredo se trata de um vilarejo meio isolado no mapa, há poucos habitantes, e o autor vai narrar as estórias através de contos, no qual todos se interligam.
Cada conto é baseado em um pecado capital (7 contos ao todo), e a cada conto ele associa uma pessoa do vilarejo a um pecado. Os contos não se passam necessariamente em ordem o que o autor deixa bem claro desde o começo, portanto, você pode ler na ordem que preferir.
comentários(0)comente



Starmit 27/06/2020

CHOCADA CARINA RISSI
Não tem como descrever esse livro em poucas palavras, foi um misto de sentimentos: Raiva, ânsia, pena, muitos e muitos feelings. Não preciso avisar que é um livro bem nojento, né? Fica bem claro em qualquer resenha e sinopse; logo no primeiro capítulo me deparei com umas cenas mais chocantes que já li... pois é.
Raphael Montes tem uma escrita que te prende muito facilmente, apesar de ter de me afastar do livro pra dar uma respirada básica em vários momentos, eu tinha que terminar logo pelo desespero! Acho que eu li rápido principalmente na ansiedade de terminar e sair dessas estórias assustadoramente macabras, que apesar de tudo, eu acabei gostando - risos.
Definitivamente não é meu tipo de livro, mas foi uma experiência única, principalmente pra analisar certas atrocidades que vemos frequentemente na vida real.
mcorvere 27/06/2020minha estante
entendi a referência gf kksks


Starmit 27/06/2020minha estante
SimKKKKKKK




Bia. 26/06/2020

Um tanto nojento, mas muito bom
Fiquei meio nauseada lendo esse livro, sério, tem umas coisas que deu nojo, mas se seu estômago é forte, LEIA! É muito bom, são várias crônicas que no final contam uma história só
comentários(0)comente



Thiago.Araujo 26/06/2020

Um pecado não ter lido antes
Aquele livro que fica na estante, esperando pra ser lido, mas sempre preterido em suas listas de leituras. Um livro que te chama com uma voz estranha...

O Vilarejo foi um desses livros pra mim. Atender seu chamado foi descobrir que deveria tê-lo feito há mais tempo.

Os pecados estão dentro de cada um, seus erros poderão ser julgado por quem? A loucura é a sentença? O sofrimento justifica a crueldade? Quem sou eu pra julgar ou saber.

Uma pérola do terror/suspense nacional, o Vilarejo me surpreendeu e está entre os melhores que li do gênero. Parabéns Raphael Montes!
comentários(0)comente



jackseydon 25/06/2020

Incrível
Eu fiquei preso do início ao fim. A premissa e o hype desse livro são extremamente fiéis.
comentários(0)comente



Mellhsz 25/06/2020

Não convenceu
Sou uma fã declarada do Raphael Montes, por isso todo livro dele que leio, aplico uma expectativa muito grande. Entendi toda a questão do pecado, não foi de todo o ruim:

"Perceba, Anatole, que nunca inseri o pecado ou o mal nas pessoas. O mal já estava lá. Eu apenas o potencializei."

Porém, apesar de só ter 100 páginas foi um dos livros que mais tive dificuldade para ler na minha vida, o roteiro não me convenceu, posso até dizer que foi algo previsível. O racismo presente aqui me causou repulsa mas entendi o contexto.

Apesar da minha decepção vou continuar lendo os livros do Raphael, pois ele é um escritor de um potencial enorme!
comentários(0)comente



Eduardo.Silva 25/06/2020

Forte e perturbador
Foi o meu primeiro contato com o autor e já quero ler suas outras obras. É um livro com pequenos contos carregados de cenas fortes e com um clima extremamente sombrio. Muitas vezes sentimos mais perturbação que medo. Achei excelente a forma como os contos de conectaram. Mas com certeza não é um livro pra todos, cuidado já que toca em temas que para alguns podem ser sensíveis.
comentários(0)comente



Dante 25/06/2020

Muito bom, mas cuidado
Um livro muito bem escrito e traz a perturbação que, com certeza, era intenção do autor. Porém cuidado: o autor não avisa mas possui inúmeros gatilhos para pessoas sensíveis a certos assuntos. Dito isso, deem a atenção que esse livro nacional merece.
comentários(0)comente



AJ 25/06/2020

Uma leitura voraz.
Não lembro se alguém me indicou essa obra, não lembro se li algo a respeito na internet ou como cheguei até ela, só sei que valeu muito a pena. Não tinha ideia de que o livro fosse tão pequeno e tão imenso ao mesmo tempo, nem de como se originou a história e nem ao certo sobre do que se tratava. A narrativa é muito interessante, ao passo que vamos identificando detalhes de um conto nos demais contos uma aurea sombria paira no ar, o gran finale é supreendente, assim como todos os outros pequenos finais. O primeiro conto me deixo extasiada, a maldade humana sempre esteve entre nós, talvez não tão ao pé da letra como nos moradores do Vilarejo, mas os '7 pecados' também se manifestam em cada um de nós, dia após dia. É uma leitura rápida, super recomendo!!!
comentários(0)comente



995 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 |